Atualizado em 18 de agosto de 2021

Está em busca de oportunidades para fazer uma grana extra ou até mesmo investir em um novo negócio? Abrir uma loja de roupas pelo CNPJ MEI pode ser uma alternativa.

O ramo do vestuário sempre ofereceu muitas possibilidades para quem busca uma fonte de renda, seja ela como única fonte de renda ou renda extra. E com a expansão a passos largos do e-commerce, o cenário se torna ainda mais favorável.

Para quem é MEI, ganhar dinheiro vendendo roupas pode ser a oportunidade perfeita!

Pensando nisso, elaboramos um artigo explicando tudo o que você precisa saber para abrir uma loja de roupas e conquistar o sucesso nos negócios!

Você pode navegar pelos conteúdos abaixo:

Ao longo desse conteúdo você vai descobrir qual como ter um CNPJ para loja de roupas, como criar conteúdo para suas redes sociais, inspiração de pequenos negócios, dicas de como tirar fotos, e muito mais! 💙

Vem com a gente!

Por que você deve abrir uma loja de roupas?

Os consumidores buscam por roupas durante o ano inteiro. Seja por conta da mudança de estações ou pelas tendências da moda, trabalhar com venda de roupas acaba sendo um caminho de sucesso para muitos microempreendedores.

Mesmo com a pandemia do coronavírus, a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit) projeta aumento de 25% nas vendas de vestuário em 2021, segundo dados.

Já de acordo com a Mosaiclab, as vendas de vestuário crescerão por aqui em média 5,9% ao ano entre 2021 e 2023.

Como reflexo dessa demanda, mais de 200 mil MEIs com atividades relacionadas ao comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios foram abertas, somente em 2020. Um aumento de 11% em relação à 2019.

Esses números mostram que começar um negócio de roupas pode ser uma ótima oportunidade de renda extra para os brasileiros.

Se você está buscando formalizar o seu negócio ou já possui CNPJ MEI e quer apostar neste ramo, fique de olho em nossas dicas.

O que você precisa saber sobre CNPJ para vestuário

Se você está começando ou busca se formalizar, a nossa recomendação é que você abra uma MEI. Hoje, são mais de 11 milhões de microempresas individuais abertas no país. E esse número não para de crescer.

Descubra aqui como abrir sua MEI

E por que nossa recomendação é abrir uma MEI para loja de roupas?

Como microempreendedor individual, você tem acesso aos benefícios do INSS, como salário maternidade, auxílio doença e aposentadoria.

E as vantagens de ter CNPJ MEI não param por aí!

Além das vantagens citadas acima, algumas serão ainda mais especiais para sua loja de roupas

Comprar roupas com desconto para revender – ao formalizar o seu negócio, você consegue realizar compras com descontos, incluindo a compra roupas para revenda, no atacado ou varejo.

Emitir notas fiscais – com certeza seus clientes vão te pedir por nota fiscal, e sendo MEI você consegue fazer isso gratuitamente e com bastante facilidade.

Alternativas de meios de pagamento – chega de aceitar somente dinheiro ou pedir para transferirem para o sua conta pessoal, com CNPJ você pode solicitar um cartão de crédito e uma maquininha de cartão.

Abertura de MEI

Está se perguntando como fazer um CNPJ para vender roupas? Abrir sua MEI é tão fácil que parece até mentira, mas não é!

Você sabia que pode abrir sua MEI em menos de 5 minutos e sentado no sofá? Isso mesmo!

Importante falar que você não paga nenhuma taxa MEI para conseguir seu CNPJ. A abertura de MEI é gratuita!

Para abrir MEI de graça, basta baixar o aplicativo MEI Fácil na Play Store ou acessar o site do Governo – Empresas & Negócios para realizar seu cadastro.

ABRIR MINHA MEI DE GRAÇA!

Ah, importante! Vamos falar do seu CNAE

Ao abrir o sua MEI, você precisará definir sua atividade ou CNAE – Classificação Nacional de Atividades Econômicas.

Para abrir sua loja de roupas, você precisa ter o CNAE 4781-4/00 – Comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios.

Já tem um CNPJ MEI?

Caso você já atue como microempreendedor individual (MEI) e deseja começar a vender roupas, não se preocupe! O procedimento para alterar os dados do seu MEI é simples.

É possível ter até 16 atividades diferentes cadastradas no mesmo CNPJ MEI.

Ou seja, você pode continuar com suas ocupações atuais enquanto investe em um novo negócio no ramo do vestuário. Nesse caso você terá um CNAE principal e outros secundários.

Para alterar os dados do seu CNPJ gratuitamente, basta entrar no site do Governo – Empresas & Negócios.

Caso queira um atendimento diferenciado, nós oferecemos o serviço de Contabilidade MEI por R$ 69,90 por ano!

9 dicas de como abrir uma loja de roupas e vender muito mais!

Se você quer ser lojista, revendedor ou sacoleiro, saiba que terá um longo caminho pela frente.

Mas, agora que você conhece as vantagens de formalizar o seu negócio como MEI, descubra como abrir sua loja de roupas e conte com nossas dicas para alcançar o sucesso que deseja.

Para aquecer o assunto, assista ao vídeo e veja como montar uma loja de roupas sendo Microempreendedor Individual:

Você pode navegar por cada uma das dicas pelos links abaixo ou simplesmente seguir a leitura!

  • Conheça bem o seu público-alvo
  • Saiba quem são seus concorrentes
  • Escolha bem seus fornecedores
  • Saiba como colocar preço em roupas
  • Crie uma loja de roupas no Instagram
  • Esteja no TikTok
  • Tenha um atendimento diferenciado
  • Ofereça diferentes formas de pagamento
  • Capriche nas fotos e nos conteúdos

1) Conheça bem o seu público-alvo

Antes de começar a vender roupas, descubra quem é o seu cliente e conheça o público-alvo que você deseja atingir. Para quem você quer vender?

Pense com o que você realmente gostaria de trabalhar e que tipo de identidade estará presente em seus produtos.

  • Será uma loja de roupas feminina, masculino ou infantil? Avalie qual setor é mais rentável ou combina mais com o seu perfil
  • Vale a pena investir em setores mais específicos, como o alternativo ou o plus size?
  • Qual é a faixa etária do seu público? Esse público compra mais online ou em lojas físicas?
  • Seu empreendedorismo terá alguma causa, como empreendedorismo sustentável ou uma linha especial para a comunidade LGBTQIA+?

Conhecer seu público-alvo também te ajudará a desenvolver estratégias de divulgação muito mais assertivas.

A loja El Gato sabe que seu público nasceu nos anos 90 e 2000, e abusa dessa informação para gerar conteúdo com referência dessas décadas.

Veja alguns exemplos:

2) Saiba quem são seus concorrentes

Você também precisará fazer uma análise de concorrência.

Ao escolher o segmento em que irá atuar, o estilo de roupa, os fornecedores, será preciso também avaliar se existem pessoas na mesma região vendendo um produto similar ao seu.

Se você escolheu abrir uma loja online de roupas, terá que evidenciar ainda mais os seus diferenciais, já que o alcance do e-commerce não se limita a uma região específica.

Conhecer a sua posição no mercado em relação ao concorrente é essencial, para potencializar suas forças e superar qualquer desafio.

Para avaliar o risco e as oportunidades existentes em cada novo projeto, faça um Mapa de Oportunidades para o seu negócio.

3) Escolha bem os seus fornecedores

Após descobrir como vender roupas e finalmente dar início ao seu empreendimento MEI, será necessário escolher os seus fornecedores.

Seja comprando por atacado para revender ou realizando parcerias com confecções de costura, é importante escolher seus fornecedores com atenção e cuidado.

Leve sempre em conta se o produto realmente condiz com a identidade de seu público.

Apesar do “preço por atacado” ser muito atraente, tenha cautela para não comprar estoque em excesso.

Além disso, algumas tendências da moda também exigem cuidado. Por ser um segmento onde as mudanças ocorrem de forma rápida, é comum que os vendedores invistam excessivamente em tendências passageiras.

Ambas as situações podem fazer com que muitas peças fiquem paradas em seu estoque.

A mesma dica vale para produtos temáticos ou sazonais, como roupas brancas para Ano Novo ou Moda Praia.

Uma saída para evitar este tipo de situação é buscar por fornecedores que ofereçam vendas por consignação. 

Não sabe onde comprar roupas para revender em São Paulo, por exemplo? Confira uma lista de locais para comprar com desconto do CNPJ MEI:

Comprar roupas para revender em São Paulo

  • Brás, com foco no Mega Polo, Rua Silva Teles, Rua Miller e Rua Casemiro de Abreu;
  • Bom Retiro, com foco nas Ruas: Ribeiro de Lima, Aimorés, Prof.Césare Lombroso, Silva Pinto, Italianos e Carmo Cintra;

Comprar roupas para revender em outros estados e cidades:

  • Região do Saara, no Rio de Janeiro
  • Cidade de Brusque, em Santa Catarina
  • Rua 44, em Goiânia
  • Cidade de Cianorte, no Paraná
  • Bairro do Barro Preto, em Belo Horizonte
  • Feira da Madrugada, em Fortaleza
  • Polo de Confecções de Pernambuco (cidades de Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe)

4) Saiba como colocar preço em roupas

Um dos passos mais importantes para você abrir sua loja é saber como colocar preço em roupas. Um planejamento essencial para qualquer empreendimento, você já deve imaginar.

Uma vez que você consegue precificar seus produtos, o controle dos custos se torna mais fácil e as chances de sair no prejuízo, após uma venda, diminuem.

Você precisará levar em consideração três fatores: custos do seu produto, o quanto o seu cliente está disposto a pagar e o valor da concorrência.

Por isso, é importante que você conheça seu público e faça uma análise de concorrência antes dessa etapa!

Confira aqui um vídeo de como colocar preço nos produtos!

5) Crie uma loja de roupas no Instagram

Você já pensou em vender roupa pelo Instagram?

Criar a sua loja no Instagram é abrir o negócio para um mar de oportunidades.

Sua loja de roupas ganhará mais visibilidade, você poderá manter um relacionamento próximo com clientes, fornecedores, marcas, além de ficar por dentro das tendências do mercado.

A dica é aproveitar todos os formatos que o Instagram oferece: publicação no feed, stories e reels. Assim você consegue se destacar.

Você também pode fazer promoções especiais para quem estiver nos seus melhores amigos. Sabia?

A loja Uh Lalah faz sorteios para quem está nos melhores amigos e comenta as fotos – uma chance de ganhar mais público e engajamento nas suas postagens.

Outra estratégia usada pela Uh Lalah é o provador, onde a dona da loja, Larissa, prova as peças de roupa e mostra opções de looks para seus clientes se inspirarem!

6) Esteja no TikTok

Principalmente se seu público-alvo é a Geração Z (nascidos a partir de 1995), você precisa estar no TikTok. Afinal, 69% das pessoas que estão nessa rede social tem até 24 anos, segundo dados.

Segundo um relatório divulgado pelo TikTok, 42% dos usuários da rede social dizem descobrir novas coisas por lá. E quem sabe a próxima descoberta não seja o seu pequeno negócio?

A loja Dona Divva está no TikTok e já tem 42.3K de seguidores (até o momento que esse artigo está sendo escrito).

@donadivvanova coleção @donadivva

♬ som original – Loja de roupa feminina

Uma dica é você mostrar os bastidores da sua loja, como é o processo de separação e embalagem dos produtos, contar curiosidades sobre a marca, e muito mais! Assim você aproxima seu futuro consumidor de você!

Por exemplo, tem alguma coisa de especial que sua loja tem? Você coloca cheirinho na hora de montar os pacotes? Oferece brindes personalizados? Se sim, é muito legal que você mostre isso no seu TikTok.

7) Tenha um atendimento diferenciado

Você sabia que oferecer um bom atendimento ao cliente pode ser a chave para o sucesso do seu negócio?

De acordo com pesquisas, 61% dos consumidores dizem que ser bem atendido é mais importante do que o preço ou a qualidade dos produtos. E 56% dos clientes deixariam de comprar de uma empresa caso tivessem uma experiência ruim no atendimento.

Algumas dicas para ter um bom atendimento:

8) Ofereça diferentes formas de pagamento

Dificilmente todo o seu público irá usar a mesma forma de pagamento na sua loja, por isso você precisa estar preparado.

Comece abrindo uma conta jurídica para separar seu dinheiro pessoal do dinheiro da sua loja – e mostrar maior credibilidade para seus clientes.

A conta digital MEI Fácil, por exemplo, é gratuita e te oferece diversos benefícios.

Veja se MEI é obrigado a ter conta jurídica aqui!

Em seguida, peça sua maquininha de cartão.

Nós temos a Maquininha MEI Fácil, feita para quem é MEI e totalmente integrada com a conta MEI Fácil!

A Maquininha MEI Fácil não tem burocracia, não tem mensalidade e nem contrato de fidelização. Além disso, o pagamento cai na sua conta em até 1 dia útil.

Além disso, ofereça o Pix como forma de pagamento.

Aqui você pode até oferecer uma porcentagem de desconto para quem usar esse método!

Descubra aqui se o Pix PJ pode ser cobrado!
Spoiler: na MEI Fácil não, mas outras instituições sim!

O importante é você oferecer diferentes formas de pagamento, e sempre cobrar clientes que estão te devendo. Afinal, você precisa garantir o lucro da sua marca, não é mesmo?

9) Capriche nas fotos e nos conteúdos

As fotos fazem toda a diferença na hora de divulgar os seus produtos no seu e-commerce ou nas redes sociais.

Veja aqui o passo a passo de como tirar fotos de produtos para vender

Algumas dicas simples podem transformar suas fotos.

Uma delas é padronizar o cenário (ambiente) onde você tira as fotos. Por exemplo, você pode sempre tirar a foto na frente de um fundo branco ou do logo da sua loja.

Também não esqueça de ter uma boa iluminação. E você não precisa investir luzes nesse momento. Tire fotos de dia e no ambiente mais claro da sua loja que já vai conseguir ver grande diferença no resultado.

Ser bastante criativo é essencial também! Não tem manequim para colocar as roupas? Tira as fotos com as peças nos cabides ou coloque as roupas sobre algum lençol no chão. Ah, e você sempre pode ser empreendedor e modelo ao mesmo tempo!

Além disso, você pode montar looks completos na hora de tirar fotos. Assim você já oferece uma opção para quem estiver vendo, e quem sabe o cliente não leva o look todo?

E não faça fotos apenas focando nos produtos que estão sendo vendidos.

Crie conteúdo para sua loja de roupas! Ofereça dicas de moda, compartilhe as tendências do momento, mostre que você conhece bastante desse tema e que seus clientes podem confiar na sua loja.

 

Todas as dicas para alavancar o seu negócio e ter muito sucesso com venda de roupas estão com você! Embarque nesta jornada e aproveite o melhor que o ramo do vestuário tem a oferecer para o empreendedor.

Nós estamos aqui para ajudar você em sua jornada como MEI. Seja para falar sobre finanças ou resolver questões relacionadas ao CNPJ, você pode contar com atendimento e suporte de qualidade de nossa equipe.

Veja também como vender lingerie sendo MEI

Então caso tenha alguma dúvida, nos procure no Grupo MEI Fácil 😊

Aproveite e inscreva-se na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.