Você já deve ter ouvido falar em venda consignada. Afinal, é uma modalidade de vendas bastante comum entre os brasileiros. Mas você sabe o que é e como vender consignado?

A venda consignada possui alguns detalhes a mais se comparada à venda direta, ou seja, a tradicional. Mesmo assim, ela possui alguns diferenciais que podem ser interessantes tanto para quem fornece produtos e mercadorias quanto para os revendedores e lojistas.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para que você entenda quais as características da venda consignada para os fornecedores e revendedores.

Então vem com a gente e descubra como vender consignado!

Caso você queira ir direto às perguntas do seu interesse, é só clicar no tópico abaixo:

O que é venda consignada?

A consignação é um processo de vendas bastante simples. O vendedor ou fornecedor envia o produto a ser consignado para outra pessoa ou empresa, com o objetivo de que ela divulgue as mercadorias para mais pessoas, aumentando as chances de venda.

Quando a venda é concretiza, o vendedor final recebe uma comissão, de acordo com o que foi combinado entre as partes.

Também é comum a situação em que o vendedor final recebe os produtos do fornecedor e realiza o pagamento do que pegou somente após a realização da venda. E os produtos que não foram vendidos são devolvidos.

Toda venda consignada precisa ser acordada com clareza entre as partes, sendo essencial a elaboração de um contrato. Desta maneira, muitos problemas poderão ser evitados.

Quais as vantagens da venda consignada para o MEI?

Ao realizar um venda consignada, tanto o vendedor quanto o fornecedor saem ganhando. E esse tipo de negociação possui um série de vantagens, sobretudo aos Microempreendedores Individuais.

Baixo custo de estoque

A economia com o estoque é uma das grandes vantagens para o lojista. Dependendo do que for acordado com o o fornecedor, o vendedor final pode pagar pela mercadoria somente após a sua venda.

Isso diminui a injeção de capital por parte do MEI, além de melhorar o fluxo de caixa da empresa.

Aumenta a exposição da mercadoria

Quando o fornecedor da mercadoria, podendo inclusive ser um MEI, realiza um acordo de venda por consignação, na prática ele está divulgando seus produtos para mais clientes em potencial, visto que o vendedor mostrará as mercadorias à outras pessoas  que talvez não tivessem acesso aos produtos, caso não fosse por essa modalidade.

Logo, a venda consignada aumentas as chances de sucesso por parte do consignante.

Baixo custo de exposição do produto

Vender por consignação possui uma característica bastante importante, tanto para o fornecedor quanto para o vendedor: economia na exposição de suas mercadorias.

Se a empresa fornecedora dos produtos não trabalhar com consignação, provavelmente precisará atingir os clientes que seriam impactados por outros vendedores a partir de mídias, anúncios, propagandas e canais de divulgação, o que pode custar um dinheiro ao negócio.

Portanto, vender por consignação pode reduzir os custos de divulgação do produto, visto que o vendedor final fará esse papel, sem trazer grandes custos para quem forneceu a mercadoria.

Construção de um relacionamento entre consignante e consignatário

Muitos casos de sucesso empresariais se devem aos relacionamentos que empresas possuem entre si. Principalmente pelo fato de que, ao criar uma relação de confiança entre as partes, os dois lados podem sair ganhando.

O fornecedor divulga seu produto para mais pessoas e o vendedor final aumenta sua fonte de renda sem necessidade de grandes investimentos iniciais.

Desvantagens da venda consignada para o MEI

Mesmo que a venda por consignação possua diversas vantagens para os dois lados do negócio, existem algumas desvantagens que vale a pena considerar antes de iniciar essa modalidade de vendas.

Margem de lucro baixa para o lojista

Ao vender a mercadoria adquirida por consignação, o lojista irá lucrar apenas o valor que vender acima do preço a ser pago pelo fornecedor. Isso pode limitar o lucro por unidade de produto vendido.

Além disso, outro tipo de remuneração comum às vendas consignadas é a comissão por mercadoria vendida. Caso esse valor não seja interessante ao vendedor final, ele precisará vender um grande volume para obter o lucro que deseja.

A venda da mercadoria pode não ser exclusiva

Dependendo do acordo feito entre lojista e fornecedor, pode ser que haja um conflito de vendas, pois nada impede que o fornecedor venda o mesmo produto que ofereceu ao lojista, porém com preços menores.

Como o lojista lucra com a diferença entre o valor do produto vendido e o preço do produto comprado, a sua mercadoria precisa ser mais cara que a do fornecedor, caso contrário não haverá lucro.

Esse é um risco que o vendedor final corre. Portanto, é importante alinhar todos os detalhes com o fornecedor antes de fechar qualquer negócio.

Dependência entre fornecedor e lojista

Caso a parceria entre o fornecedor e o vendedor final tenha sucesso, é válido ficar atendo a um ponto importante: a dependência entre as duas partes para geração de receita.

Todo os fornecedores e lojistas visam o sucesso ao fechar uma parceria, contudo, existem mais riscos envolvidos na venda por consignação.

O lojista se torna dependente da boa gestão e fornecimento da empresa parceira, assim como o fornecedor precisa que o lojista tenha sucesso nas vendas para que receba o valor dos produtos consignados.

Como Vender Consignado?

Você deve ter percebido que a essa modalidade de vendas possui vantagens interessantes. Mas como vender consignado?

Por parte do lojista ou vendedor final, é necessário buscar e pesquisar no mercado fornecedores que trabalhem com vendas por consignação. Em seguida, basta alinhar os pontos da parcerias e bater um contrato de compromisso assinado entre as partes.

É importante que o lojista contate apenas fornecedores sérios e que ofereçam produtos de qualidade. Afinal, é ele quem estará na linha de frente vendendo a mercadoria.

Um dica aqui é testar os produtos antes de fechar negócio. Dependendo da mercadoria, toque e sinta o material, deguste o alimento, experimente e certifique-se de que estará vendendo um produto de qualidade e que faça sentido à seu público-alvo.

Agora, para quem é fornecedor e busca por lojistas que vendam seus produtos, não deixe de fazer perguntas sobre a saúde do negócio, quem é seu público-alvo, analise se o vendedor final atinge o mesmo segmento de mercado que o seu, se ele é um profissional de confiança e possui os registros profissionais necessários em dia.

É interessante que todos os meses o lojista seja visitado pelo fornecedor, tanto para a realização do acerto de contas, reabastecimento do estoque e manutenção de um relacionamento saudável entre as partes.

Como Vender Consignado – Principais produtos

Se interessou pelo negócio, mas não sabe qual produto fornecer ou revender?

Trouxemos os principais produtos vendidos por consignação:

  • Maquiagens e cosméticos: são produtos com bastante procura, principalmente por parte do público feminino;
  • Roupas: as roupas representam um mercado que sempre possuem demanda. Se você quer abrir uma loja de roupas, confira aqui tudo o que precisa saber;
  • Bolsas;
  • Calçados: rasteirinhas e sapatilhas estão entre os produtos mais oferecidos, mas existe espaço para os calçados de modo geral;
  • Bijuterias e semijoias: vender bijuterias consignadas, assim como semijoias possuem vantagens, como fácil armazenamento e locomoção;
  • Produtos eróticos: são produtos discretos, mas que possuem grande demanda. A dica aqui é focar em vendê-los pela internet.
  • Alimentos: podem ser chocolates e doces, alimentos congelados, fitness, bebidas. A venda de alimentos consignados possui um grande número de opções de produtos.

Como Vender Consignado – Notas Fiscais

O processo de venda por consignação pode envolver a emissão de notas fiscais.

Por isso, elaboramos um passo a passo para te explicar onde a emissão de notas fiscais entra na venda por consignação.

  1. Após a assinatura do contrato pelos dois lados, o fornecedor envia a mercadoria para o lojista/revendedor/vendedor final;
  2. Ao realizar a venda, o revendedor emite a Nota Fiscal eletrônica para o comprador, assim como a NF-e de devolução simbólica da mercadoria ao fornecedor.

Quanto à NF-e de devolução simbólica: significa que você está devolvendo “simbolicamente” os produtos vendidos para o fornecedor, pra que a mercadoria entre no estoque dele e o mesmo possa emitir uma NF-e de venda para você.

  1. Quando a venda não foi realizada e você precisa devolver a mercadoria para o fornecedor, é preciso emitir uma NF-e de devolução de mercadoria recebida em consignação.

Controle de notas fiscais: 5 dicas para o MEI

Contrato de consignação de mercadorias

Para entender todos os pontos de como vender consignado, é essencial, por ambas as partes, que seja elaborado um contrato devidamente aprovado e assinado pelo fornecedor e revendedor.

Nele, é importante que conste informações como:

  • Produtos que foram consignados;
  • Prazo para venda e devolução deles;
  • Repasse de valores;
  • Possíveis comissões envolvidas na venda;
  • Como agir quanto faltar mercadoria;
  • Condições gerais do contrato;

De todo modo, é aconselhável a ida à um advogado para que o contrato contenha todas as informações necessárias e específicas, de acordo com a negociação realizada entre as partes.

Agora que você já sabe como vender consignado, quais as vantagens e pontos de atenção, analise as oportunidades e veja se essa modalidade de vendas para sentido para a sua empresa. Vem com a gente e bora decolar o seu negócio!

Já conhece a conta MEI Fácil?

Se você ainda não tem sua conta MEI Fácil, que tal abrir uma e aproveitar todos os benefícios que ela tem a oferecer?

Com a nossa conta você tem acesso a todos os serviços dos bancos tradicionais, mas de forma digital e sem qualquer custo nas transações diárias.

Você pode pedir a sua Maquininha de cartão, o cartão de crédito MEI Fácil e gerar boletos de cobrança, essenciais para o sucesso de uma MEI.

E mais: com a conta MEI Fácil é possível pagar fornecedores, receber de clientes e realizar transferências, tudo em um só lugar.

Para facilitar ainda mais a organização financeira da sua empresa, com a conta MEI Fácil você também tem maior controle sobre os seus gastos por meio da emissão de extratos e do registro do dinheiro que sai diretamente no aplicativo, o que evita surpresas no fim do mês.

Não perca tempo, abra a sua conta MEI Fácil agora mesmo! É só clicar aqui.

Estamos aqui para ajudar você em sua jornada como MEI. Seja para falar sobre finanças ou resolver questões relacionadas ao CNPJ, você pode contar com atendimento e suporte de qualidade de nossa equipe.

Inscreva-se na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.