Com certeza, você já encomendou doces e bolos para alguma festa de aniversário. Comum em muitos bairros, os pequenos negócios de venda de doces por encomenda ainda tomam conta do mercado. Hoje, ainda é possível aproveitar esta grande oportunidade para iniciar um novo empreendimento como MEI. Saiba como vender doces e garanta uma fonte de renda extra para você e sua família.

Como vender doces: Use seu CNPJ MEI para ter renda extra 

Devido a falta de oportunidades de emprego para a população, é comum que chefes de família busquem maneiras de complementar a renda, buscando ter seu próprio negócio. Vender doces por encomenda é algo com retorno garantido na maioria das vezes. Além de não exigir um investimento tão alto, tem potencial para se tornar uma fonte de renda principal, por conta da grande aceitação dos clientes.

A melhor parte é que você pode usar o seu CNPJ MEI para formalizar este novo empreendimento e assim garantir seus direitos trabalhistas, incluindo os referentes ao INSS.

É possível conquistar um negócio de sucesso com a venda de doces, além de muito estudo e dedicação.

Saiba como vender doces e conheça as vantagens de trabalhar como MEI.

Como vender doces: Por onde começar o meu negócio MEI?

Se você tem talentos culinários, principalmente voltados para a confeitaria, vender doces por encomenda pode ser o negócio perfeito para o seu momento atual. De qualquer forma, antes de dar os próximos passos para vender doces, analise as oportunidades e riscos existentes nesta nova empreitada.

Após decidir vender doces, analise se você já possui, ao menos, uma estrutura mínima em sua cozinha para começar seu trabalho. Isso fará bastante diferença no valor de investimento inicial.

Essa estrutura é composta por fogão, geladeira, liquidificador e batedeira. Além disso, podem ser necessários utensílios como balança de precisão e balança para pesagens de maior volume, recipientes adequados para os ingredientes, embalagens para armazenamento e entrega dos produtos, além de mesa para confecção dos doces e lixeiras com pedal. 

Descubra para quem você irá vender, quem é o seu cliente e qual é o comportamento dele na hora de comprar. Além disso, é importante pensar como o seu produto será ofertado. Vender doces e bolos por encomenda não costuma ser difícil, visto que muitas pessoas buscam esses produtos para aniversários e confraternizações.

Você também pode aproveitar o constante crescimento das redes sociais para expandir sua cartela de clientes e vender muito mais!

Como vender doces: Conheça seus diferenciais e lucre muito

Saber quais são os seus diferenciais é o que irá fazer seu negócio bombar. Ao escolher investir em ingredientes de qualidade, de marcas de primeira linha, você já garante um produto acima da média. Escolher os fornecedores de forma criteriosa fará toda a diferença nessa etapa. Trabalhar com versões gourmet de doces tradicionais também é uma opção vantajosa para quem está nesse ramo.

Outros diferenciais podem incluir:

  • Grande oferta de produtos, sabores e pacotes de festa temáticos:
    Já pensou em realizar uma parceria com alguém que trabalha com personalizados, por exemplo?
  • Serviços de entrega para regiões próximas a baixo custo:
    Garanta mais comodidade para quem encomenda seus produtos e aumente as chance de fidelizar seus clientes
  • Formas de pagamento diversas:
    Para não perder nenhuma venda, considere investir em uma maquininha de cartão.

Ah! Vale lembrar que bom atendimento não é um diferencial e sim algo primordial para o sucesso de seu negócio. Abaixo, conheça todas as nossas dicas para atendimento e descubra o porquê dele ser a alma do seu negócio:

Como vender doces: Vale a pena formalizar meu negócio com CNPJ MEI? 

Agora que você sabe como vender doces por encomenda, vamos conhecer as vantagens de formalizar o seu negócio com CNPJ MEI.

Muitas pessoas vendem doces sem estar formalizadas. Ter o seu próprio negócio é uma maneira encontrada para trabalhar de forma autônoma e flexível. Mesmo assim, a formalização do negócio é recomendada para você ter acesso aos seus direitos trabalhistas, como auxílio doença, salário maternidade, aposentadoria, entre outros.

Para abrir seu MEI gratuitamente, basta baixar o App MEI Fácil na Play Store ou entrar no Portal do Empreendedor para realizar seu cadastro.

Atenção! O ramo alimentício pode exigir diferentes tipos de alvará 

No que diz direito ao ramo da alimentação, a formalização se torna necessária por conta das exigências de condições de higiene determinadas pela Vigilância Sanitária. Para saber tudo sobre alvará de funcionamento, clique aqui. Recomendamos também que entre em contato com a prefeitura de sua cidade. Assim, você poderá conhecer com detalhes os passos para regularizar seu empreendimento.

Já tenho CNPJ: Como vender doces sendo MEI

Quem já tem um CNPJ MEI ativo, também pode investir na venda de doces e bolos por encomenda. Isso porque cada CNPJ pode ter até 16 atividades diferentes registradas. Para iniciar este novo empreendimento, inclua a atividade de Doceiro no seu cadastro.

Para alterar os dados do seu cadastro MEI, você pode entrar no Portal do Empreendedor ou aproveitar para dar uma olhada nos nossos serviços de contabilidade, onde fazemos as alterações no CNPJ MEI para você.

Quais são as obrigações do MEI? 

Quando você se torna MEI, deve cumprir as seguintes obrigações: 

  • Pagar o imposto DAS mensalmente, com valor aproximado de R$55,00;
  • Fazer a sua Declaração Anual, que é simplesmente a soma dos seus ganhos com o serviço prestado.

ATENÇÃO! A Declaração Anual (DASN) e o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) são duas declarações diferentes. Porém, ambas são declaradas anualmente.

Você já está pronto para iniciar suas vendas de doces por encomenda. Para continuar acompanhando nossas dicas para MEI, inscreva-se na TV MEI Fácil e siga as redes sociais: Instagram e Facebook.