O CNAE 5620-1/04, um dos mais abertos de 2020, corresponde às atividades de doceiro, marmiteiro e salgadeiro. Ele permite ao MEI produzir refeições ou pratos cozidos, inclusive congelados, e entregá-los via delivery ou servidos em domicílio.

É uma atividade que representa milhares de brasileiros e pode ajudar ainda mais pessoas na hora de fazer uma renda extra. Se você quer saber mais sobre o assunto, confira o conteúdo.

Para começar, é importante explicar o que faz parte de cada atividade pertencente ao CNAE 5620-1/04.

O Doceiro(a) é um profissional que produz doces dos mais variados tipos, como bolos, tortas, bombons, balas, doces de festa em geral, pudins etc.

O Marmiteiro(a) trabalha com a preparação de refeições que podem ser cozidas, congeladas ou semiprontas. Dentre os principais pratos do marmiteiro(a) estão a marmita ou marmitex e refeições fitness ou saudáveis.

Por fim, temos o salgadeiro(a), profissional que produz salgadinhos e vende para festas, lanchonetes ou diretamente ao cliente final. O alimento pode ser frito ou assado, vendido para consumo imediato ou até congelado. Coxinha, pão de queijo, pastel, enroladinho, rissoles etc., são alguns exemplos.

Se você já é um MEI pertencente ao CNAE 5620-1/04 ou realiza trabalhos informais que contemplem as atividades de Doceiro, Marmiteiro e Salgadeiro, elaboramos este conteúdo com os principais pontos que você deve dominar para ter sucesso na abertura e planejamento da sua MEI. Vem com a gente!

Caso você queira ir direto ao assunto do seu interesse, é só clicar nos tópicos abaixo:

Pesquise a concorrência

Antes de sair colocando a mão na massa e investindo dinheiro no seu negócio, é importante que você investigue quem são seus principais concorrentes presentes no mercado.

Se você pretende vender bolos, comida congelada saudável ou salgados para festa, por exemplo, pesquise quais empresas já estão fazendo isso, com sucesso, e oferecem um serviço semelhante ao que você pretende realizar.

Após elaborar uma lista de concorrentes, compre alguns produtos deles e avalie tudo o que achar necessário, pois esse processo de investigação irá trazer ideias para sua MEI. Alguns aspectos para ficar de olho:

  • Experimente os alimentos;
  • Avalie a qualidade e características da embalagem;
  • O tempo de entrega ou o serviço prestado na loja física;
  • A qualidade dos ingredientes e o sabor;
  • O preço e o cardápio.

Veja como fazer uma análise de concorrência para sua MEI

Defina o seu público-alvo

De maneira resumida, o público-alvo corresponde ao segmento do mercado que a sua empresa quer atingir.

Ter um público-alvo bem definido é essencial para direcionar todas as suas forças na direção correta.

Por exemplo, se o seu objetivo é vender marmitas saudáveis congeladas, não faz sentido se comunicar e divulgar seus produtos para um público que busca por hambúrguer com refrigerante e batata frita. Você apenas estará desperdiçando recursos e tempo ao fazer isso.

Para analisar o mercado e entender qual o seu público-alvo, é preciso avaliar o comportamento dos consumidores, como é a comunicação e clientela da concorrência, analisar o cenário atual da economia.

Existe alguma tendência no mercado capaz de favorecer o seu produto? Quais necessidades os consumidores estão buscando atualmente? Quais os pontos positivos e negativos da concorrência perante aos aspectos observados?

Todos esses questionamentos irão facilitar a descoberta e definição do público-alvo da sua MEI.

Formulários Online

Para te ajudar nessa missão, você pode utilizar formulários online e realizar pesquisas de mercado com consumidores potenciais, amigos e conhecidos.

Basta elaborar algumas questões e enviar ao público que achar pertinente.

O Google Forms, Typerform e Survey Monkey são alguns exemplos de ferramentas que você pode utilizar na realização da pesquisa.

Como montar um cardápio?

Ao definir seu público-alvo e analisar as principais produtos da concorrência, chegou a hora de montar cardápio da sua empresa.

E por que é importante montar um cardápio?

Quando o cardápio de um restaurante, doceria, lanchonete ou marmitaria é bem feito, possui uma aparência bonita e traz as informações claras dos produtos, o cliente logo imagina que a comida também seja da mesma forma.

Por isso, capriche no seu cardápio, entenda que ele pode ser a porta de entrada e a primeira impressão das pessoas quanto ao seu serviço.

Segue abaixo algumas opções de site onde você pode fazer o seu cardápio online grátis:

Utilize ingredientes de qualidade

Mesmo que você encontre o público-alvo correto e tenha um cardápio bem feito, se o seu produto não for saboroso e atender às expectativas do cliente, de nada adianta.

Por isso, foque em trabalhar apenas com ingredientes de qualidade na sua cozinha. Por mais que eles possam ser um pouco mais caros, se você fizer uma boa pesquisa de fornecedores e comprá-los em atacado, a partir de promoções ou utilizando o CNPJ MEI, pode conseguir descontos e negociar melhores preços.

Pesquise por opções na internet, entre em contato com vendedores e negocie bastante. Assim, você vende alimentos de qualidade e ainda conquista clientes.

Trabalhe com preços competitivos

Definir o preço final de cada produto seu pode trazer diversas dúvidas.

Vou conseguir atrair clientes? Esse preço está muito caro ou muito barato? Como garantir meu lucro no final do mês e superar a concorrência?

De fato, para precificar seus alimentos você precisar dominar o seu negócio. E isso significa levar em considerações três aspectos principais: seus custos, o preço da concorrência e quanto o seu cliente está disposto a pagar.

Para te ajudar a entender tudo sobre a precificação de produtos, confira a artigo que elaboramos:

Como precificar um produto: aprenda a fazer o cálculo

Abrir uma loja física ou trabalhar com delivery?

Uma dúvida comum entre os empreendedores que trabalham com alimentação é decidir como irão vender os seus produtos.

Vale a pena abrir uma loja física, trabalhar apenas com delivery ou oferecer as duas opções?

Essa decisão depende de diversos fatores, desde perfil de clientes até a quantidade de capital da MEI. Por isso, antes de decidir como irá trabalhar sua marca, avalie alguns pontos, como os pontuados abaixo:

  • Você oferece alimentos de consumo imediato apenas produtos congelados?
  • Qual é o perfil do seu cliente? Ele possui o hábito de pedir por delivery ou gosta de comer fora de casa?
  • Qual o seu perfil de empreendedor? Está disposto a correr riscos ou é mais pé no chão?
  • Como é o movimento na sua região? Ela é mais comercial ou residencial?
  • Você possui capital para investir na abertura de uma loja física?

São apenas algumas das perguntas que você deve responder para decidir como irá trabalhar com seus produtos.

Caso ache válido, pesquise por empresas de consultoria que capazes de te auxiliar na melhor tomada de decisão. Como por exemplo a consultoria para Microempreendedores Individuais da Sebrae.

Em qual região vender os produtos?

Vender seus alimentos e refeições por delivery está mais fácil do que nunca. São diversas opções de aplicativos que podem te oferecer o serviço.

Além disso, caso não queira pagar as taxas que a empresas de entrega cobram, você pode realizar o serviço por conta própria. Utilizar o WhatsApp Business, por exemplo, é uma alternativa para atender os clientes e gerenciar os pedidos.

Mas antes de decidir em qual região vender seus produtos, é importante analisar a sua capacidade de produção, resistência e perecibilidade dos alimentos para suportar longas distâncias, custos envolvidos no oferecimento do serviço para outros bairros, por exemplo.

Caso opte por vender para outras regiões, busque por aquelas que possuem bastante movimento e clientes potenciais ao seu produto.

Por exemplo, caso venda marmitas, estruture-se para oferecê-las em regiões comerciais, coloque cartazes e divulgue seus serviços nesses pontos estratégicos.

Faça parcerias com empresas

Fechar parcerias com outras empresas e centros comerciais significa mais visibilidade aos seus serviços, pois são lugares que concentram muitas pessoas diariamente.

Prédios comerciais, hospitais, escolas e universidades e obras, por exemplo, são ótimas alternativas para marcar a presença da sua MEI.

Por isso, pesquise por esses lugares, vá até eles e converse com os responsáveis. Peça para deixar alguns cartões, cartazes e ofereça descontos.

São oportunidades de alavancar suas vendas e decolar o seu negócio!

Divulgue a sua empresa

A sua marca precisa ser reconhecida pelas pessoas e isso pode ser feito tanto por meios offline (cartazes, cartões, cardápios em forma de folheto, adesivos, na rádio etc.), quanto online (Facebook, Instagram, WhatsApp, aplicativos de entrega).

Dica de divulgação com opções de desconto – na embalagem do seu produto ou no cartão que o cliente recebe junto com o alimento, ofereça promoções para fidelizá-lo:

Ao juntar 10 cartões de compra que virão junto com o produto, o cliente ganha 15% de desconto na próxima compra, ou recebe um brinde da sua empresa.

Quando falamos de divulgação online, o Instagram ganha cada vez mais força. Já são mais de 1 bilhão de usuários do aplicativo.

E se a sua empresa ainda não possui uma conta no Instagram, não perca tempo e crie uma agora mesmo!

Veja como abrir sua loja no Instagram

Além de expor seus produtos para mais clientes, você fica de olho nas tendências do mercado, comportamento dos consumidores e ainda cria relacionamentos com outras empresas, o que pode ser vantajoso para possíveis parcerias.

Doceiro, Marmiteiro e Salgadeiro: ofereça um atendimento de qualidade

De acordo com uma pesquisa realiza pela revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, para 61% dos consumidores, ser bem atendido é mais importante do que o preço ou a qualidade dos produtos.

Além disso, 56% dos clientes deixariam de comprar de uma empresa caso tivessem uma experiência ruim no atendimento.

Os números acima mostram como é importante oferecer um atendimento de qualidade aos seus clientes.

Portanto, personalize o atendimento dos seus clientes, tenha o histórico de pedidos, faça sugestões de acordo com compras anteriores, ofereça descontos pela compra recorrente.

Pense no seu cliente como um potencial promotor dos seus produtos e foque para que ele de fato seja um.

Para se ter uma ideia, uma pesquisa da McKinsey mostra que um cliente infeliz conta a sua experiência negativa para 9 a 15 pessoas. Ao passo que apenas 13% dos clientes felizes contam para mais de 20 pessoas.

Ou seja, dedique-se para que você não tenha clientes infelizes, pois eles podem realizar um grande “boca a boca” negativo para o seu negócio.

Abaixo, conheça todas as nossas dicas para atendimento e descubra o porquê de ele ser a alma do seu negócio:

Faça cursos e aprimore o serviço

Ao fazer uma análise da concorrência, você deve ter percebido que existem algumas empresas que “mordem” uma grande fatia do mercado.

Mas como alcançá-las?

O primeiro passo é se capacitar!

Invista em cursos de acordo com as suas atividades. Pode ser um curso de confeitaria, curso de doces, curso de marmitas ou curso para fazer salgados.

Você aprenderá novas técnicas, conseguirá ter uma melhor visão do seu negócio, além de criar uma rede de relacionamentos com outras pessoas.

Fazer cursos de qualidade pode te ajudar à não apenas evitar futuros prejuízos como tomar melhores decisões de negócio.

Separemos algumas opções de cursos para as três atividades principais que envolvem o CNAE 5620-1/04. Confira abaixo:

Doceiro, Marmiteiro e Salgadeiro: fique de olho no Alvará de Funcionamento

No que diz direito ao ramo da alimentação, a formalização se torna necessária por conta das exigências de condições de higiene determinadas pela Vigilância Sanitária.

Elaboramos um artigo para te ajudar a entender tudo sobre alvará de funcionamento.

Recomendamos também que entre em contato com a prefeitura de sua cidade. Assim, você poderá conhecer com detalhes os passos para regularizar seu empreendimento.

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre as oportunidades do CNAE para Doceiro, Marmiteiro e Salgadeiro MEI, foque em estudar, aprimorar seus serviços e divulgar a sua microempresa. Decole de vez o seu negócio!

Já conhece a conta MEI Fácil?

Se você ainda não tem sua conta MEI Fácil, que tal abrir uma e aproveitar todos os benefícios que ela tem a oferecer?

Com a nossa conta você tem acesso a todos os serviços dos bancos tradicionais, mas de forma digital e sem qualquer custo nas transações diárias.

Você pode pedir a sua Maquininha de cartão, o cartão de crédito MEI Fácil e gerar boletos de cobrança, essenciais para o sucesso de uma MEI.

E mais: com a conta MEI Fácil é possível pagar fornecedores, receber de clientes e realizar transferências, tudo em um só lugar.

Para facilitar ainda mais a organização financeira da sua empresa, com a conta MEI Fácil você também tem maior controle sobre os seus gastos por meio da emissão de extratos e do registro do dinheiro que sai diretamente no aplicativo, o que evita surpresas no fim do mês.

Não perca tempo, abra a sua conta MEI Fácil agora mesmo! É só clicar aqui.

Estamos aqui para ajudar você em sua jornada como MEI. Seja para falar sobre finanças ou resolver questões relacionadas ao CNPJ, você pode contar com atendimento e suporte de qualidade de nossa equipe.

Inscreva-se na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.