A definição de preço é simples: o valor que uma empresa irá cobrar dos clientes por um produto ou serviço. Porém, muitos Microempreendedores tem dúvidas sobre como precificar um produto. Muitas perguntas surgem: Vou conseguir atrair clientes? Esse preço está muito caro ou muito barato? Como garantir meu lucro no final do mês e superar a concorrência?

Hoje trouxemos algumas dicas de como calcular o preço do seu produto ou serviço, levando em consideração 3 coisas importantes: o que o empreendedor tem que calcular seus custos, mapear a concorrência e entender quanto seu cliente está disposto a pagar pelo produto ou serviço.

Porque a precificação de produtos é importante?

É importante encontrar uma forma equilibrada de como precificar um produto ou serviço. Pensar apenas em atrair mais clientes ou vender muito não necessariamente significa que você conseguirá obter lucro no fim do mês.

O primeiro passo para entender quanto cobrar do seu cliente é entender que precisa valer a pena investir seu tempo e dinheiro no negócio. Ou seja, mesmo que no começo você gaste mais do que ganhe, precisa saber como fazer o cálculo para que você comece a ganhar mais do que investiu para começar o seu negócio MEI.

Como precificar um produto: a MEI Fácil te ensina!

Comece levando em consideração 3 coisas:

  • Seus custos: Para definir o preço, é necessário calcular os custos envolvidos desde a confecção do produto até a venda. Isso é feito somando-se custos, despesas e lucros.
  • O valor da concorrência: Você precisará descobrir os preços oferecidos pelas empresas que atuam no mesmo setor e região que você, para fazer a comparação.
  • Quanto o cliente está disposto a pagar: Envolve definir o preço com base no quanto seu cliente está disposto a pagar. Ou seja, no que ele enxerga de valor no seu produto ou serviço.

Preço do meu produto: fazendo as contas

Entenda como fazer uma conta básica sobre como precificar um produto ou serviço, com este exemplo abaixo de vendas de roupas!

PASSO 1: Compra de mercadorias: é o que sua empresa gasta para produzir um produto ou serviço. Aqui entram matéria-prima, produtos, valor de compra (no caso de comércio), etc. Por exemplo:

50 peças de roupa por mês x R$20 cada

50 x R$20 = R$1000 em gastos com mercadoria

PASSO 2: Outras despesas: é o dinheiro gasto para vender um produto ou serviço. Aqui temos o valor do seu aluguel, contas de água, luz, telefone e internet, e até mesmo os gastos com o transporte, como a gasolina ou o valor de envio dos correios. Por exemplo:

R$300 de Aluguel + R$100 de contas + R$200 de transporte

R$300 + R$100 + R$200 = R$600 em outras despesas

PASSO 3: Lucro desejado: quanto você pretende lucrar com a venda do produto?

Lucro desejado = R$900

Some tudo para saber os gastos finais (seu faturamento), mais o quanto você deseja lucrar, para saber por quanto você irá vender suas peças de roupa.

R$1000 + R$600 + R$900 = R$2500 de faturamento (Isso quer dizer que você precisa faturar PELO MENOS R$2500 no mês)

PASSO 4: Calculando o preço final do produto:

O MEI tem então 50 peças para vender, e calculou o faturamento em R$2500 reais. Para descobrir o preço que você deve colocar nas suas peças de roupa, basta dividir o valor:

R$2500 de faturamento ÷ 50 peças

R$2500÷ 50= R$50 a unidade

Ou seja, seu preço final por peça de roupa será de R$50 reais.

 

Entendeu como fazer esse cálculo?

É importante compreender que usamos o exemplo da área do vestuário, mas isso pode ser aplicado para outros tipos de negócio, seja no comércio ou serviço. Além disso, é importante estar sempre atento às vantagens que o MEI pode trazer para o seu negócio, como por exemplo a compra de mercadorias com desconto para CNPJ MEI.

 

Ficou alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários que a gente vai te responder! Siga a MEI Fácil no Facebook, Instagram, e não esqueça de se inscrever no canal da MEI Fácil no Youtube!