Coisas para vender fácil: 15 dicas de produtos com boa saída

4 minutos de leitura
Mulher no celular escrevendo em caderno com caixas ao redor
Navegue pelo conteúdo

Boa notícia para quem quer aumentar os lucros: existem inúmeras opções de coisas para vender fácil e garantir uma boa renda no fim do mês.

Escolher bem os produtos de sua loja é o primeiro passo para gerar resultados e fidelizar seus clientes!

A seguir, confira 20 dicas imperdíveis de como se tornar um microempreendedor de sucesso!

15 coisas para vender fácil como MEI

Muitas vezes, nos falta inspiração para definirmos o catálogo da nossa loja, não é mesmo?

Isso é totalmente compreensível, já que são infinitas as possibilidades comerciais

Nesse sentido, conhecer os tipos de produtos com boa saída permite que você economize tempo — e dinheiro.

Continue lendo e fique por dentro do que mais vende nas lojas de microempreendedores individuais (MEI).

1. Roupas 

Não tenha dúvidas: vender roupas é um clássico do empreendedorismo.

Afinal, a procura por vestuário é constante!

Veja alguns dos nichos que mais movimentam a indústria da moda:

  • Trajes de banho: maiôs, biquínis e saídas de praia
  • Roupas de frio (nos meses de outono/inverno): suéteres, moletons e cardigans
  • Roupas sociais: calças de alfaiataria, camisas de linho
  • Pijamas.

Leia também: Como abrir uma loja de roupas femininas.

2. Peças usadas

A venda de produtos de segunda mão é outra possibilidade prática para gerar uma renda extra.

Isso por conta da recente valorização de práticas sustentáveis, como a reutilização de materiais.

De livros velhos a roupas e acessórios, são inúmeras as possibilidades de lucro com a economia circular.

Saiba como montar um brechó.

3. Bijuterias

Assim como as roupas, os acessórios “da moda” estão em constante atualização. 

Com isso, surge a chance de sempre lançar novos estilos de adereços, como brincos, anéis e colares. 

E mais: se você gosta de trabalhos manuais, é possível fabricar seus próprios materiais!

Veja como fazer suas bijuterias e empreender com sucesso!

4. Maquiagens

Batom, base, rímel, blush e até sombras coloridas… o mercado de cosméticos é gigantesco, oferecendo espaço para quem quer começar a empreender do zero

Uma boa dica é se tornar revendedora de marcas conhecidas e garantir sua primeira clientela.

Separamos alguns conteúdos para você conferir:

5. Calçados

A venda de calçados também é uma ideia para quem deseja atuar como microempreendedor individual

Existem cidades no Brasil que são famosas por serem polos de fabricação de sapatos, como os municípios paulistas de Franca e Jaú. 

Quem mora perto dessas regiões, garante a facilidade de conseguir estoque a custo mais acessível.

6. Velas aromáticas

Com baixo custo inicial, fabricar velas aromáticas é uma opção interessante para quem é artesão.

Ao variar formatos, cores e aromas, é possível criar coleções criativas e muito acessíveis. 

Dicas de aromas: lavanda, camomila, canela, café, alecrim e até frutas cítricas.

7. Sabonetes artesanais

Sabonetes artesanais são produtos populares por conta de seus ingredientes naturais e sustentáveis.

Por exemplo, é frequente o uso de óleos essenciais, ervas e aditivos naturais que beneficiam a pele. 

Além da formulação caprichada, invista em forminhas para criar sabonetes com formato criativos, como ursinhos e frutas.

8. Decoração de festa temática

Não tem erro: o setor de festas movimenta o comércio o ano todo.

Isso porque, além dos feriados comemorativos, os aniversários também geram alta demanda por decoração temática.

Veja só alguns itens muito procurados: toppers de bolo ilustrados, centros de mesa, painel de desenho animado, lembrancinhas e sacolinhas-surpresa.

Saiba como fazer artesanato de resina para suas decorações de festa.

9. Kit festas

Ainda no ramo das festas, existe a opção de atuar como MEI vendendo conjuntos prontos de itens pré-selecionados para festas. 

Por exemplo, um kit de festa junina pode vir com alimentos típicos, decorações de bandeirinhas e prendas para os jogos.

10. Itens personalizados

A venda de itens personalizados é um ramo lucrativo e muito diverso.

Afinal, as estampas podem ser aplicadas em incontáveis materiais, como camisetas, chaveiros, canecas e capas de almofadas.

Para cada tipo de técnica de personalização, existem equipamentos específicos.

Assim, faça uma análise da viabilidade financeira para definir os investimentos mais adequados financeiramente.

Leia também: o que é controle financeiro empresarial?

11. Doces

Se você possui habilidades culinárias, já sabe: vender doces artesanais como MEI é uma ótima maneira de começar a empreender.

Confira algumas ideias de sucesso:

  • Bolo gelado
  • Bolo de pote
  • Brigadeiro
  • Brownie
  • Cookies
  • Trufas
  • Pão de mel
  • Cupcakes
  • Pé de moleque e pé de moça.

12. Salgados

Já que mencionamos os doces, não podemos deixar de citar os salgados!

Com o CNAE de venda ambulante de alimentos, o MEI pode comercializar produtos como tortas, empadas, quiche, coxinha e muito mais.

Outra opção é preparar lanches.

Como abrir uma lanchonete com o CNPJ MEI.

13. Itens de papelaria

Cadernos, bloquinhos de anotação, canetas coloridas e borrachas de formatos variados: os itens de papelaria fazem sucesso com clientes de todas as faixas etárias!

Você pode revender itens de outras marcas ou produzir artesanalmente seus produtos.

Saiba como montar uma papelaria de sucesso.

14. Livros 

Sejam novos, usados ou digitais, vender livros é uma tradicional atividade comercial.

Procure por plataformas específicas, como a Estante Virtual, e monte sua loja online.

15. Infoprodutos

Por fim, mas não menos importante: os produtos digitais

Se você tem conhecimento técnico aprofundado em alguma área, vale a pena montar cursos, e-books e outros infoprodutos para garantir um bom dinheiro. 

A seguir, explicamos mais sobre o que vender fácil nas plataformas digitais.

Coisas para vender fácil na internet

Com o fortalecimento dos aplicativos de e-commerce, todos os produtos que sugerimos podem ser vendidos facilmente pela internet. 

Atualmente, os próprios consumidores dão sinais de preferência pelas lojas digitais.

Pesquisas indicam que 51% dos brasileiros preferem fazer compras online do que em estabelecimentos físicos.

Veja 50 dicas do que vender na internet.

Por que abrir um MEI ajuda a vender mais?

Se você ainda não abriu sua empresa formalmente, saiba que o CNPJ MEI oferece muitas vantagens práticas para os empreendedores:

  • Reduzida carga burocrática, permitindo que o MEI foque seus esforços na divulgação e venda de produtos
  • Baixo valor tributário mensal, o que facilita o lucro da empresa
  • Permissão para emitir nota fiscal, fortalecendo a imagem de seriedade da empresa perante os clientes.

Sem contar os benefícios do INSS e a facilidade de adquirir crédito bancário.

Todo o procedimento de abertura do MEI leva apenas poucos minutos e é 100% gratuito.

Com o app MEI Fácil por Neon, você abre seu CNPJ pelo celular e ainda acessa inúmeras funcionalidades para seu dia a dia como microempreendedor.

Agora que você conhece a lista de coisas para vender fácil, não perca mais tempo: abra seu CNPJ com a MEI Fácil por Neon!

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Vale a pena ler