O ramo de alimentação é uma área que sempre oferece oportunidade aos brasileiros. Por isso, se você possui dotes culinários e quer saber como abrir uma lanchonete sendo MEI, este artigo é para você. Vem com a gente!

O CNAE 5611-2/03, um dos mais abertos de 2020, corresponde às atividades de Lanchonetes, Casas de Chá, de Sucos e similares. Ele permite ao MEI produzir refeições, sorvetes, bebidas, sucos etc.

É uma atividade realizada por milhares de brasileiros e pode ajudar na hora de fazer uma renda extra. Se você quer saber mais sobre o assunto, confira o conteúdo.

Antes de abrir uma MEI com o CNAE 5611-2/03, é importante saber que todos os microempreendedores individuais precisam cumprir algumas regras, sendo elas:

  • Faturamento anual máximo de R$ 81 mil;
  • No máximo 1 funcionário contratado;
  • Não pode ser sócio ou dono de outro negócio.

Para te ajudar a entender tudo sobre o assunto, elaboramos este conteúdo com os principais pontos que você deve dominar para ter sucesso na abertura e planejamento da sua MEI. Vem com a gente!

12 dicas de como abrir uma lanchonete com o CNPJ MEI

Defina o seu público

Ter um público bem definido é essencial para direcionar todas as suas forças na direção correta.

Por exemplo, se o seu objetivo é vender cachorro quente, não faz sentido se comunicar e divulgar seus produtos para um público que busca por marmitas saudáveis. Você apenas estará desperdiçando recursos e tempo ao fazer isso.

Para encontrar o seu público, é preciso entender o comportamento dos consumidores, a clientela da concorrência, o cenário atual da economia e o local onde você quer vender seus lanches.

Existe alguma oportunidade no mercado que você pode atacar? Que tipo e estilo de cachorro quente as pessoas estão procurando? Quais os pontos positivos e negativos encontrados na concorrência?

Uma boa análise de oportunidades pode ser o segredo para o sucesso. Busque oferecer serviços que não são encontrados na sua região. Assim, a concorrência direta já será bem menor.

Todos esses questionamentos irão facilitar a descoberta e definição do público da sua MEI.

Analise a concorrência

Analisar a concorrência e conhecê-la bem, é o primeiro passo para evitar desperdícios de tempo e dinheiro.

Antes de sair colocando a mão na massa e investindo dinheiro no seu negócio, investigue todos os pontos positivos e negativos dela.

Ela possui clientes por alguns motivos, mas também perde oportunidades por outros. Foque em dominar os principais pontos e atacar as deficiências que o mercado possui.

Para começar esse processo investigativo, pesquise quais lanchonetes fazem sucesso na região e contemplam o seu público.

Depois disso, compre alguns produtos deles e avalie tudo o que achar necessário. Isso irá trazer ideias para sua lanchonete. Por exemplo:

  • Experimente os alimentos;
  • Avalie a qualidade da comida;
  • O tempo de entrega pelo delivery e comendo no local;
  • Como foi o atendimento prestado?
  • O preço é justo?

Como abrir uma lanchonete: defina o que irá vender

Após chegar ao público que você deseja atingir, defina quais alimentos irá vender à eles.

É importante focar em algumas opções e se esforçar para prepará-las da melhor maneira possível.

Seja lembrado por vender lanches deliciosos e inesquecíveis, não por oferecer diversas opções, porém com uma experiência razoável.

Crie uma identidade para a lanchonete

Seja em seu espaço, no cardápio, pelo nome dos lanches e no atendimento, crie uma identidade para a sua lanchonete.

Mas o que significa essa identidade?

Significa que você deve contar uma história para os clientes, de modo que eles lembrem da sua lanchonete a partir disso.

Se você trabalha com diversos tipos de lanches, dê nome à eles de acordo com um tema específico, uma história que você deseja contar, assim como o visual do local e o estilo do cardápio.

Por exemplo, você gostaria de fazer um lanche para cada estado brasileiro, em homenagem à sua história, familiares ou orgulho do país. Dê nomes e coloque ingredientes que façam sentido ao tema, assim como o visual do cardápio e a forma como atende aos clientes.

Tudo isso ajudará você à ser lembrado pelas pessoas quando estiverem com vontade de comer um lanche.

Monte um cardápio para a lanchonete

Pense no cardápio como uma forma de fazer o cliente salivar ao ver seus produtos.

E esse é o ponto mais importante na hora de montar um cardápio. Pergunte à você mesmo e à outras pessoas: Ao ver o cardápio, deu vontade de pedir uma lanche?

Vá ajustando o cardápio até que todos respondam sim.

Afinal, quando o cardápio de uma lanchonete é bem feito, possui uma aparência bonita, apresenta fotos de qualidade e traz as informações claras dos produtos, o cliente logo imagina que a comida também seja da mesma forma.

Por isso, capriche no seu cardápio, e monte ele com o objetivo de que as pessoas salivem ao olhá-lo.

Abaixo você confere algumas opções de site pode fazer o seu cardápio online grátis:

Trabalhe com serviços delivery

Mesmo que as pessoas gostem de sair de casa para se alimentar, é importante oferecer alternativas de acesso às suas comidas, principalmente em situações como a de pandemia e restrição na circulação de pessoas.

O serviço de entrega veio como solução para as lanchonetes. É possível utilizar diversos aplicativos ou até mesmo entregar por conta própria os pedidos recebidos.

Além disso, você pode oferecer promoções, combos, frete grátis, entre outras facilidades capazes de aumentar suas vendas.

Faça um teste de entregas por delivery e veja se vale a pena para o seu negócio, respondendo algumas perguntas: como foi controlar essa demanda? O serviço trouxe aumento de seus lucros? A sua região é adepta de serviços de entrega?  Você conseguiu controlar os pedidos para entrega e para comer no local?

Faça promoções

Para o ramo de lanchonetes, algumas vezes comida boa e atendimento de primeira não são suficientes para que o estabelecimento lucre conforme esperado.

Visto isso, a realização de promoções ganha cada vez mais força para atrair clientes, sejam eles novos ou recorrentes.

Trouxemos então algumas ideias de promoções para te ajudar a vender mais:

  • Cupom de desconto para aniversariantes;
  • Descontos para quem indicar novos clientes;
  • Entrega grátis a partir de determinado valor;
  • Sobremesa grátis a partir de determinado valor;
  • Combos promocionais;
  • Combos para a família;
  • Descontos em dias da semana com menos movimento;
  • Entre outros.

Por mais que promoções sejam uma boa porta de entrada para clientes, não dê passos maiores que suas pernas apenas para realizar uma ação de desconto.

Por isso, antes de fazer uma promoção, analise o perfil de seus clientes, os dias com maior e menor demanda e as possibilidades de desconto que cabem para o seu negócio.

Crie um programa de relacionamento

Ao estabelecer um relacionamento saudável e recorrente com seus clientes, você garante que a mesma pessoa compre várias vezes o seu produto. E esse é um dos segredos para o sucesso nos negócios.

Você pode, por exemplo, usar um cartão fidelidade, oferecendo descontos ao cliente que comprar três vezes ao mês um produto seu. Ou então entregar à ele, no primeiro pedido, um cartão que seja carimbado em todas as compras e no décimo pedido o lanche fica por conta da casa.

São diversas ideias para se relacionar com clientes, seja criativo e ofereça programas de relacionamento que façam sentido com o comportamento de seus consumidores.

Ofereça um bom atendimento

De acordo com uma pesquisa realiza pela revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios, para 61% dos consumidores, ser bem atendido é mais importante do que o preço ou a qualidade dos produtos.

Além disso, 56% dos clientes deixariam de comprar de uma empresa caso tivessem uma experiência ruim no atendimento.

Esses dados mostram como é cada vez mais importante oferecer serviços de qualidade aos clientes.

Se for a primeira vez do cliente, o entendimento corresponde à grande parte da primeira impressão que ele terá do seu negócio. Por isso, tenha sempre o foco no cliente.

Treine para ouvi-lo com atenção, resolver seus problemas e dar sugestões, de acordo com o perfil de cada um.

Outro ponto de atenção é agilidade e personalização no atendimento. Se for um cliente recorrente, tenha registrado seu nome e histórico de pedidos, divulgue promoções a ele e passe confiança em todas as etapas do contato.

Abaixo, conheça todas as nossas dicas para atendimento e descubra o porquê de ele ser a alma do seu negócio:

Tenha um diferencial e foque nele

Assim como a identidade da lanchonete, ter um diferencial faz você ser lembrado por qualidades únicas, apenas encontradas em seus produtos.

Pode ser pelo atendimento personalizado e rápido, o sanduíche carro-chefe da casa, a maionese caseira ou o local aconchegante.

Entenda como você pode diferenciar seu produto e/ou serviço e dê atenção nisso. Afinal, ter um diferencial pode aumentar suas vendas e tornar o seu negócio conhecido no mercado.

Divulgue a sua empresa

A sua marca precisa ser reconhecida e lembrada pelas pessoas, isso é inevitável!

E você pode fazer isso tanto com cartazes, cardápios em forma de folheto, adesivos, na rádio, quanto por redes sociais, como o Facebook, Instagram, WhatsApp e aplicativos de entrega.

O mais importante é criar uma estratégia de divulgação do seu negócio. E a melhor delas é a que faça mais sentido com o seu público.

Investir em divulgações nas redes sociais é uma estratégia que já faz parte de muitas empresas.

Quando falamos de divulgação online, por exemplo, temos o Instagram, aplicativo que não para de ganhar força. Já são mais de 1 bilhão de usuários do aplicativo.

E se a sua empresa ainda não possui uma conta no Instagram, não perca tempo e crie uma agora mesmo!

Clique aqui e veja como abrir a sua loja por lá.

Foque em imagens bonitas, montagens bem elaboradas e interaja com seus seguidores.

Além de expor seus produtos para mais clientes, você fica de olho nas tendências do mercado, comportamento dos consumidores e ainda cria relacionamentos com outras empresas, o que pode ser vantajoso para possíveis parcerias.

Licenças de funcionamento – Fique de olho

No que diz direito ao ramo da alimentação, a formalização se torna necessária por conta das exigências de condições de higiene determinadas pela Vigilância Sanitária.

Elaboramos um artigo para te ajudar a entender tudo sobre alvará de funcionamento. Basta clicar aqui.

Caso você prepare alimentos em carrinhos, barracas ou food trucks, por exemplo, é preciso tirar uma licença de ambulante.

Recomendamos também que entre em contato com a prefeitura de sua cidade. Assim, você poderá conhecer com detalhes os passos para regularizar seu empreendimento.

Como abrir uma lanchonete com o CNPJ MEI

Que tal abrir a sua lanchonete com o CNPJ MEI e aproveitar todos os benefícios que ele tem a oferecer?

Ao abrir o seu negócio como microempreendedor individual, você tem benefícios do INSS, como como salário maternidade, auxílio doença e aposentadoria. Além disso, encontrará mais facilidades para obter crédito, poderá ter descontos na compra de veículos e muito mais!

Abrindo a sua MEI com a conta MEI Fácil, você tem acesso a todos os serviços dos bancos tradicionais, mas de forma digital e sem qualquer custo nas transações diárias.

Você pode pedir a sua Maquininha de cartão, o cartão de crédito MEI Fácil e gerar boletos de cobrança, essenciais para o sucesso de uma MEI.

E mais: com a conta MEI Fácil é possível pagar fornecedores, receber de clientes e realizar transferências, tudo em um só lugar.

Para facilitar ainda mais a organização financeira da sua empresa, com a conta MEI Fácil você também tem maior controle sobre os seus gastos por meio da emissão de extratos e do registro do dinheiro que sai diretamente no aplicativo, o que evita surpresas no fim do mês.

Não perca tempo, abra a sua conta MEI Fácil agora mesmo! É só clicar aqui.

Estamos aqui para ajudar você em sua jornada como MEI. Seja para falar sobre finanças ou resolver questões relacionadas ao CNPJ, você pode contar com atendimento e suporte de qualidade de nossa equipe.

Inscreva-se na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.