Como abrir uma adega de pequeno porte? Confira 7 dicas

5 minutos de leitura
Homem sorrindo em frente a prateleira de bebidas
Navegue pelo conteúdo

Quer saber como abrir uma adega de pequeno porte e não sabe por onde começar? Se você decidiu trabalhar com o comércio de bebidas alcoólicas, é bom ficar por dentro desse mercado antes de dar seus primeiros passos como empreendedor.

As notícias são boas: o Brasil é o terceiro maior consumidor de cerveja do mundo e ocupa a 13ª posição no consumo de vinhos, segundo dados da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Além disso, o consumo de bebidas alcoólicas aumentou 42% somente durante a pandemia. Esses números mostram o potencial lucrativo que uma pequena adega tem para o empreendedor.

E o melhor: você pode entrar nesse negócio sendo MEI!

Quer saber mais? Continue lendo!

Como abrir uma adega de pequeno porte em 7 dicas

Chegou a hora de abrir sua adega de pequeno porte e começar a lucrar.

Vamos às dicas:

1. Monte seu planejamento para abrir uma adega

O primeiro passo para abrir uma pequena adega é pensar no seu plano de negócios.

Com esse documento, você terá uma visão geral de todos os recursos e etapas necessárias para colocar seu negócio em funcionamento.

Basicamente, um plano de negócios deve ter:

Ou seja: todos os detalhes para abrir sua empresa e iniciar as atividades.

2. Escolha bem a localização

Para escolher onde abrir uma pequena adega, primeiro você precisa conhecer quem é o seu público-alvo.

Afinal, é preciso estar localizado onde seu público tenha fácil acesso — inclusive, vale ter uma área de estacionamento no local ou nas proximidades.

Lembre-se de considerar o movimento no local e a área de delivery, caso queira trabalhar com entregas.

3. Tenha uma boa estrutura

Uma área específica deverá ser reservada para comportar o seu pequeno negócio, já que se trata de uma loja física. Para uma adega de pequeno porte, você pode contar com uma área de 50 a 100 metros quadrados.

É importante ter espaço para armazenar corretamente as bebidas, distribuir prateleiras e gôndolas e, se for o caso, receber clientes para consumo no local.

Algumas adegas também otimizam sua área para o uso de narguilé artesanal e registram um aumento do índice de vendas do seu estabelecimento oferecendo este produto.

Veja também um guia completo para o MEI vender mais.

A área de vendas deve ter um balcão para atendimento ao cliente, serviço de entrega de produtos e um caixa para fazer os pagamentos.

A Um Brinde de Vinhos, em São Paulo, por exemplo, tem estacionamento na entrada do local e um espaço para conversar enquanto se toma uma garrafa de vinho.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Enoteca & Presentes (@umbrindevinhos)

Se quiser, você também pode pensar em um modelo de negócio focado no delivery ou mesmo uma adega online.

Nesse caso, os custos são bem menores, pois você economiza no espaço e na mobília.

Leia também: Veja como abrir uma loja virtual em 10 passos e vender mais!

4. Adquira os equipamentos necessários

Se você vai abrir uma loja física, alguns dos itens essenciais que devem estar na sua lista são:

  • Estantes para exposição na área de vendas;
  • Balcão de atendimento;
  • Freezer;
  • Caixa registradora;
  • Máquinas de cartão;
  • Computador;
  • Impressora fiscal;
  • Mobiliário (mesas, cadeiras, estantes, etc.);
  • Utensílios (abridor de garrafas, taças de diversos tipos, etc.).

5. Contrate bons fornecedores

Quando você definir o local e a estrutura da sua nova adega, o próximo passo é mapear seus fornecedores de cerveja, destilados, vinhos e afins.

Encontrar bons parceiros é determinante para o seu sucesso, pois os produtos devem oferecer qualidade aos clientes e serem entregues dentro do prazo.

Além disso, os fornecedores devem proporcionar uma boa margem de negociação, principalmente para pedidos maiores.

Confira alguns pontos que você deve saber a respeito do fornecedor antes de fechar negócio:

  • Tempo de mercado;
  • Referências e indicações de outros empreendedores;
  • Quantidade mínima do pedido;
  • Formas de pagamento;
  • Descontos oferecidos de acordo com o volume;
  • Prazo de entrega.

Aproveite e confira 10 estratégias de negociação com fornecedores.

6. Escolha uma boa decoração

Se você quer aprender como abrir uma adega de pequeno porte de sucesso, saiba que a decoração é essencial. Por isso, invista em quadros temáticos de bebidas, use as cores da sua marca no ambiente e aposte em uma iluminação criativa.

O importante é valorizar seus produtos, de modo que o cliente encha os olhos e queira experimentar diversos rótulos.

Não se esqueça também de montar uma área de degustação acolhedora e atrativa, onde os clientes possam provar bebidas antes de levar para casa.

A Adega Original apostou em iluminação e uma parede de plantas para deixar o ambiente mais arrojado:

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Adega Original (@adegaoriginal)

Já a Caves À Vin criou uma estufa iluminada para demonstração dos seus vinhos.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

Uma publicação compartilhada por Caves À Vin Adegas Climatizadas (@cavesavin_adegas)

Se tiver optado por uma loja online, capriche nas fotos e conquiste os clientes pelo visual.

7. Divulgue o seu trabalho

São muitas as estratégias que você pode usar para divulgar sua adega de pequeno porte.

Veja algumas dicas:

  • Marque presença em redes sociais como Facebook, Instagram e Twitter, publicando conteúdos relevantes para seu público;
  • Aposte em vídeos e formatos diferenciados, aproveitando tendências do TikTok;
  • Faça parcerias com empresas para divulgar seu negócio. Já pensou em buscar restaurantes locais e oferecer cupons de desconto para os clientes deles? Ou quem sabe organizar uma feira gastronômica com os estabelecimentos locais?
  • Coloque sua adega no Google Meu Negócio (atual Perfil de Empresa). Sabe quando as pessoas procuram por “adegas perto de mim” no Google e as pesquisas mostram lugares perto e suas avaliações? As informações que aparecem são justamente do Google Meu Negócio.

Veja aqui como começar a divulgar sua marca do zero.

MEI pode vender cerveja e outras bebidas? Veja como regularizar sua adega

Para regularizar o seu sonho você deve abrir uma MEI, assim poderá vender cerveja e outras bebidas. Ao abrir sua microempresa, você só precisa informar a sua atividade principal, que neste caso é CNAE 4723-7/00 — Comércio Varejista de Bebidas.

Veja aqui quais são as atividades permitidas para o MEI.

Lembre-se de que, como MEI, você pode faturar até R$ 81 mil por ano (2023). Porém, está sendo discutido o aumento do limite e a possibilidade de contratar até dois funcionários.

Com um CNPJ próprio, você poderá negociar valores melhores com os fornecedores, emitir nota fiscal para vender para outras empresas e para o governo.

Além disso, sendo MEI, você terá mais vantagens:

E muito mais!

É válido mencionar que como MEI você tem impostos a pagar: é preciso quitar o DAS MEI até o dia 20 de cada mês. Além disso, terá que fazer a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN SIMEI).

Esperamos que você tenha gostado das dicas sobre como abrir uma adega de pequeno porte.

Aproveite e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook, e também inscreva-se na TV MEI Fácil!

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 47

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Vale a pena ler