Coisas para vender na escola: veja sugestões e algumas dicas

4 minutos de leitura
Mochila escolar amarela em frente a fundo azul
Navegue pelo conteúdo

Atenção, jovens empreendedores: é possível juntar um bom dinheiro extra com coisas para vender na escola

Essa pode ser uma oportunidade para pagar aquela viagem dos sonhos ou mesmo a tão esperada formatura.

Além disso, as vendas servirão também para treinar suas habilidades comerciais e conhecimentos sobre gestão financeira desde cedo, um aprendizado muito valioso para sua futura vida profissional.

A seguir, elaboramos um guia completo para começar sua própria lojinha.

Explicamos o que vender, como cuidar do dinheiro e como transformar seu projeto em uma empresa oficial

Pague seu caderno e anote nossas dicas!

5 sugestões de coisas para vender na escola

Ainda que existam muitas opções de materiais para vender, nem todas vão fazer sucesso entre seus colegas de escola.

Por isso, é muito importante escolher estrategicamente seu catálogo.

Selecionar bem os produtos é um dos desafios mais difíceis para quem está começando a empreender, seja adulto ou jovem.

Para ajudar nesse início de jornada tão importante, listamos algumas sugestões imperdíveis como inspiração.

Continue lendo e confira 5 coisas para vender na escola.

1. Adesivos

Decorar os cadernos com adesivos é uma clássica diversão escolar, não é mesmo?

Afinal, os enfeites deixam seus materiais mais personalizados e descontraídos. 

Para produzir seus próprios stickers, você pode fazer as ilustrações no computador e depois enviá-las para a gráfica.

Lembre-se de salvar os arquivos com resolução máxima, para que a impressão não perca a qualidade.

Pesquise quais desenhos, séries e filmes os seus colegas mais gostam, assim ficará fácil escolher os melhores temas de adesivos.

Outra opção é fazer caricaturas e desenhos sob encomenda.

2. Canetinhas

Além dos adesivos, um item de papelaria que faz muito sucesso entre os estudantes são as canetas coloridas personalizadas.

Existem duas opções: revender itens ou enfeitar suas próprias canetas.

Dentre essas opções, a técnica de “faça você mesmo” (DIY) é uma alternativa mais criativa e econômica do que a revenda.

Para personalizar, é possível fazer customizações com biscuit, glitter, fitas coloridas e tinta acrílica. 

Como exemplo, confira o passo a passo para criar uma caneta de pompom super descolada:

3. Chaveiros fofos

Vamos ser sinceros: chaveiros fazem muito sucesso!

E o melhor é que as técnicas que explicamos para enfeitar canetinhas também podem ser usadas na montagem dos chaveiros.

Quer saber mais?

Então veja só como fazer um chaveiro de pompom usando um retalho de pelúcia.

4. Pulseiras e acessórios

Criar acessórios personalizados é outra possibilidade para quem quer empreender com dons manuais.

Pulseirinhas, colares e até brincos podem ser fabricados com poucas peças, de forma artesanal.

Confira o vídeo a seguir para saber como criar colar de miçangas regulável!

5. Lanches saudáveis

Lanchinhos naturais, saladas de fruta e até doces sem açúcar: existem inúmeras opções saborosas que podem fazer sucesso na sua escola.

Para saber qual alimento levar, faça uma pesquisa entre seus amigos e colegas.

Você pode levar pequenas amostras gratuitas ao longo da semana, para testar as melhores receitas.

Atenção: lembre-se sempre de tomar todos os cuidados com a higiene na hora de cozinhar, OK?

Por exemplo, sempre confira a validade dos ingredientes e evite vender comidas que estragam fácil.

A seguir, veja uma receita de brigadeiro que não vai ao fogo!

É super segura para as crianças colocarem em prática seus dons culinários.

Dicas para vender seus produtos na escola

A seguir, listamos dicas preciosas para fazer sua lojinha lucrar cada vez mais

Confira!

Faça orçamentos de materiais

Como mencionamos, vender coisas na escola é uma boa simulação empresarial.

Em toda boa loja, é importante estudar com cuidado os custos dos produtos do catálogo. 

Por exemplo, se a sua intenção é criar colares para vender, faça cotações em diferentes lojas até achar as miçangas de melhor custo-benefício.

Coloque preços corretos

A segunda dica também vale para empreendedores de todas as idades: sempre calcule corretamente o preço dos produtos.

Isso porque colocar valores reduzidos demais pode levar sua loja ao prejuízo e acabar com sua reserva de dinheiro.

Os preços corretos levam em conta: os gastos com materiais, o tempo que você leva para produzir os itens e até mesmo os custos de embalagem.

Leia também: Como precificar um produto corretamente?

Respeite os horários de aula

Ter a sua própria lojinha é muito empolgante, mas lembre-se de atentar às regras da escola.

Por isso, respeite os horários permitidos, deixando as negociações para o momento do lanche.

Além disso, confira se a sua escola proíbe a venda de materiais específicos, como doces caseiros.

Geralmente, essas informações podem ser consultadas na própria secretaria ou com os professores.

Cuide bem do dinheiro recebido

Por fim, mas não menos importante: cuide do dinheiro que você recebeu com as vendas.

Seja por meio de uma poupança ou até de um cofrinho, o que vale é deixar a quantia bem guardada.

Outra opção é contar com a ajuda dos seus pais para criar um cartão de crédito adicional específico para crianças e adolescentes.

Com o cartão, será possível controlar melhor seus gastos pessoais, para que o dinheiro da loja não seja gasto sem querer.

Vale dizer que menores de idade podem ter sua própria conta bancária, desde que tenham autorização do adulto responsável.

E mais: jovens emancipados de 16 e 17 anos também podem criar um CNPJ MEI e formalizar a abertura da empresa.

Veja como fazer a seguir.

Empreenda além da escola: vantagens de abrir um MEI

A categoria dos microempreendedores individuais (MEI) é conhecida por ser o menor tipo de empresa no país.

Com faturamento anual máximo de R$ 81 mil e possibilidade de contratar um funcionário, estamos falando da classe de empreendimentos que mais cresce atualmente. 

Optar pela formalização como MEI traz inúmeras vantagens a longo prazo para seus planos comerciais após se formar na escola.

Veja alguns dos pontos positivos:

Agora que você já está por dentro de nossas dicas de coisas para vender na escola, avalie a possibilidade de se tornar um MEI.

Abra seu CNPJ com a MEI Fácil por Neon!

Seja para falar sobre finanças ou resolver questões relacionadas aos benefícios MEI, você pode contar com atendimento e suporte de qualidade de nossa equipe.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 5

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Vale a pena ler