Se você não sabe o que são infoprodutos, pode estar perdendo a oportunidade de ganhar dinheiro com o que você faz de melhor.

Hoje, milhares de empreendedores lucram vendendo cursos, ebooks, podcasts e outros produtos digitais que oferecem um conteúdo exclusivo ao consumidor e ampliam seu conhecimento.

Ao mesmo tempo, cada vez mais pessoas estão dispostas a pagar por esses conteúdos online e aprender sem sair de casa.

Agora você vai entender o que são infoprodutos e como você pode começar a lucrar com eles sendo MEI:

Continue a leitura e siga nossas dicas especiais para MEI.

O que são infoprodutos?

É fácil entender o que são infoprodutos: produtos ou serviços 100% digitais que são comercializados e consumidos exclusivamente pela internet.

Eles podem ser ebooks, cursos online, webinars, vídeos, aplicativos, podcasts, jogos, templates, músicas, filmes e mais uma infinidade de formatos.

Para ser considerado um infoproduto, basta que o item seja digital e ofereça algum tipo de conteúdo ao consumidor online.

Ele pode ser um arquivo para download, uma mídia 100% online ou mesmo uma assinatura ou acesso a um ambiente virtual exclusivo.

As pessoas que criam infoprodutos são chamadas de infoprodutores. Mas também existe outra figura importante nesse mercado: o afiliado, que é uma pessoa responsável por divulgar o link do seu produto digital em troca de comissões por vendas, cliques e visualizações.

Geralmente, esses produtos são vendidos e monetizados por meio de plataformas como Hotmart, Monetizze e Eduzz, que movimentam o chamado marketing de afiliados.

Dessa forma, qualquer pessoa pode criar um infoproduto do zero e lucrar compartilhando seu conhecimento com consumidores digitais.

Vale a pena ser um infoprodutor?

Dominar o que são infoprodutos e começar a vender online pode valer muito a pena para o empreendedor.

Para você ter uma ideia, um infoprodutor bem-sucedido chega a faturar R$ 100 mil mensais apenas com a venda de seu conteúdo online.

Mas é claro que é preciso se dedicar muito ao negócio para atingir esse patamar – e criar um produto que atinja em cheio as expectativas do público-alvo.

De qualquer forma, as oportunidades nesse mercado não param de crescer e dispararam durante a pandemia, graças ao aumento da procura por produtos e serviços online.

Nesse período, o volume de compras na plataforma Hotmart cresceu 161%, enquanto a plataforma de cursos online HeroSpark teve um salto de 1002%.

Além disso, segundo uma pesquisa (em inglês) realizada pela Forrester Consulting, os produtos e serviços digitais representam 74% das vendas globais do e-commerce.

Tudo indica que ser infoprodutor é uma ideia promissora, principalmente se você tem alguma ideia de conteúdo exclusivo para se destacar na internet.

MEI pode vender infoprodutos?

Sim! A atividade de criação de produtos digitais é permitida para o Microempreendedor Individual.

Como sempre reforçamos aqui no blog, você deve se atentar à lista de atividades MEI que reúne todos os códigos de classificação (CNAE) permitidos para essa categoria de empresa.

No caso do infoprodutor, é possível se registrar com vários CNAEs, como por exemplo:

  • Promotor de vendas (73190/02): para infoprodutores e afiliados envolvidos com a divulgação de infoprodutos no marketing digital
  • Instrutor de cursos gerenciais (85996/04): para quem vende cursos online ligados a gestão e negócios
  • Instrutor de idiomas (85937/00): para quem vende cursos de idiomas
  • Instrutor de música (85929/03): para quem vende cursos e materiais de educação musical
  • Edição de livros (58115/00): para quem cria e comercializa ebooks (livros digitais).

Lembrando que você pode escolher uma atividade principal e ainda registrar até 15 ocupações para suas atividades secundárias.

Logo, são muitas possibilidades para a formalização.

Como ganhar dinheiro com infoprodutos

Agora que você sabe o que são infoprodutos e quais são as oportunidades do mercado, vamos ajudar você a começar.

Confira nossas dicas para ganhar dinheiro nesse mercado promissor:

Comece com uma boa ideia

Assim como as empresas, os infoprodutores também começam com uma boa ideia que tenha relevância para o mercado no qual você está mirando.

É muito importante que você tenha familiaridade com o segmento no qual pretende atuar e conhecimento suficiente para oferecer um conteúdo diferenciado no tema proposto.

Afinal, todo o valor do seu produto ou serviço estará no conhecimento transmitido ao consumidor, e a concorrência entre infoprodutores é muito forte.

Para você ter uma ideia, algumas categorias que vendem muito nesse mercado são infoprodutos ligados à gastronomia, gestão, desenvolvimento pessoal, moda e medicina alternativa (como, por exemplo, terapia holística).

Então, para entrar no universo dos produtos digitais, você deve se perguntar “que tipo de conteúdo único eu posso oferecer para superar os concorrentes e atender às demandas de um público específico na internet?”.

Estude muito bem o mercado

O mercado de infoprodutos cresceu muito nos últimos anos e hoje é extremamente complexo, com várias plataformas e players.

Por isso, você precisa estudar a fundo a realidade do setor e do seu segmento-alvo antes de lançar seu primeiro produto digital.

A dica é buscar conteúdos e pesquisas nas próprias plataformas para entender que tipo de conteúdo tem sido mais buscado e como as pessoas têm consumido esses produtos.

Além disso, são vários os “gurus” dos infoprodutos que vendem cursos especificamente para infoprodutores – cuidado para não cair naquela cilada de comprar um curso que ensina a vender curso à toa, ok?

Procure por profissionais renomados e bem avaliados em sites como o Reclame Aqui, onde os próprios consumidores dizem se vale a pena adquirir o curso ou se o conteúdo é muito superficial.

Dimensione seu público-alvo

Não adianta saber o que são infoprodutos se você não entender o conceito de audiência.

Para que um produto digital tenha sucesso, ele precisa ter um público-alvo interessado de proporção suficiente para justificar sua criação e venda.

Antes de partir para a criação, você precisa estimar o tamanho dessa audiência e entender quais são as oportunidades de venda reais no seu segmento.

Uma dica é usar o Google Trends para pesquisar termos relacionados ao seu infoproduto e entender se as buscas por esse assunto têm aumentado ou diminuído.

Escolha um tipo de lançamento

A forma como um infoproduto é lançado varia muito conforme sua estratégia de venda.

Veja quais são os principais tipos de lançamentos e suas aplicações:

  • Lançamento interno: é quando o produto é lançado somente para uma base própria de contatos, sem abertura ao público em geral
  • Lançamento relâmpago: é o lançamento estilo “oferta por tempo limitado” que deixa o infoproduto disponível por poucos dias
  • Lançamento semente: é um lançamento parcial do seu produto que serve como demonstração do que está por vir para gerar expectativa no seu público antes da venda oficial
  • Lançamento perpétuo: é quando você lança o produto e mantém disponível para compra permanentemente, sem fechar o carrinho (bloquear as vendas temporariamente).

Determine o canal de venda

Existem dois principais canais de venda para infoprodutos:

  • Plataformas de produtos digitais: sites que oferecem toda a estrutura para hospedagem e venda do seu infoproduto em troca de taxas e comissões
  • Landing page (página de vendas): página de vendas própria que serve como uma “fachada oficial” do seu infoproduto e direciona os clientes para a compra.

Para quem está começando, é mais fácil entrar em uma plataforma, pois a landing page exige a contratação de profissionais para desenvolvimento.

Invista na criação do infoproduto

Na hora de criar seu infoproduto, é importante investir na contratação de profissionais para deixá-lo o mais profissional possível e garantir sua qualidade.

Se você vai criar um ebook, por exemplo, precisará de alguém para diagramar e ilustrar.

No caso dos cursos, é fundamental ter vídeos com imagem em alta definição e uma captação/edição de qualidade.

Use técnicas de copywriting e marketing digital

Quem sabe o que são infoprodutos conhece de perto o copywriting: uma técnica de redação persuasiva que tem como objetivo induzir o leitor a executar uma ação (compra, clique, inscrição, etc.).

Tradicionalmente, os produtos digitais são impulsionados por meio de cartas de vendas, emails-marketing, publicações em redes sociais e outras mídias digitais que exploram os gatilhos mentais para gerar conversões.

Os mais famosos são o gatilho da escassez (“compre antes que acabe”, “vagas limitadas”) e da urgência (“só até sexta-feira”, “oferta relâmpago”).

Por isso, você deve investir em marketing digital para garantir o sucesso do seu infoproduto.

Faça parcerias

As parcerias são o centro do mercado de infoprodutos e podem levar você muito mais longe.

Para começar, é importante se unir aos afiliados, que serão responsáveis por divulgar o link do seu infoproduto para seu público-alvo.

As plataformas facilitam muito essa conexão, se você não tem uma rede de contatos tão extensa.

Além disso, é interessante contar com um gestor de tráfego, que será responsável por monitorar e gerenciar o fluxo de visitantes no seu infoproduto para gerar mais oportunidades de venda.

Formatos de infoprodutos para o MEI vender

Como vimos, são vários os formatos possíveis para criar e vender seu infoproduto.

Veja algumas ideias:

  • O clássico ebook, que pode ser diagramado de forma exclusiva e trazer muitos links para se tornar mais interativo
  • Você também pode apostar em um audiobook, que é basicamente um livro narrado e compactado em formato MP3
  • Os cursos online em videoaulas seguem fazendo sucesso, e você pode incluir complementos como transcrições, apresentações e áudios
  • Cada vez mais pessoas ganham dinheiro vendendo acesso a webinars, que são seminários online gravados
  • Se você é um profissional criativo, pode lucrar com a venda de músicas, vídeos e até templates autorais.

Ficou claro o que são infoprodutos e como você pode entrar nesse mercado?

Então, aproveite e veja também como vender em um marketplace sendo MEI.

Já conhece o Grupo MEI Fácil? Por lá, diversos MEIs trocam experiências. Aproveite e nos acompanhe no Facebook e no Instagram. Conheça também o canal do Youtube TV MEI Fácil!