Atuar no ramo de terapia holística como MEI é um caminho promissor no mercado atual.

Se você já trabalha na área, esse é o momento para investir e se tornar um empreendedor de sucesso.

Mais do que nunca, as pessoas estão buscando terapias alternativas para ter mais qualidade de vida, e quem oferecer esse serviço tem tudo para prosperar.

Vamos ajudar você ensinando como abrir um espaço para terapia holística sendo MEI.

Continue lendo e veja como é simples começar seu negócio.

MEI pode abrir terapia holística?

Abrir uma MEI de terapia holística parece uma ótima solução para empreender nessa área com o mínimo de burocracia.

Afinal, o microempreendedor individual tem o privilégio de pagar impostos unificados todo mês (que não ultrapassaram R$ 61,00 até junho de 2021) e tem pouquíssimas obrigações fiscais.

No entanto, precisamos deixar claro desde já que não existe um código CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) específico para o terapeuta holístico.

Esses códigos são usados para indicar a categoria em que a empresa se enquadra, e só pode ser microempreendedor individual quem exerce uma das ocupações permitidas por lei.

Hoje, o mais próximo de terapeuta holístico que consta nas Atividades MEI é a profissão de astrólogo.

A explicação é que a categoria de microempreendedor individual foi criada para ajudar profissionais que trabalhavam na informalidade a regularizar sua situação.

Logo, as atividades previstas são, em sua maioria, de caráter operacional.

Na prática, a MEI não pode exercer nenhum tipo de atividade intelectual ou científica.

Mesmo assim, alguns empreendedores conseguem atuar nessa área como MEI — vamos entender como nos próximos tópicos.

Por que empreender na terapia holística?

A terapia holística é um segmento que vem crescendo muito e tem grande potencial de lucratividade.

De acordo com dados do Conselho de Auto Regulamentação da Terapia Holística (CRT) de junho de 2021, já existem mais de 150 mil profissionais atuando na área no Brasil.

As técnicas mais famosas são acupuntura, cromoterapia, terapia floral e aromaterapia, terapia com cristais, terapia corporal, ayurvédica, reiki, hipnose e ioga.

Com a grande incidência de doenças como ansiedade, estresse, insônia e depressão, essas terapias têm ganhado espaço como tratamento alternativo e complementar.

A vantagem é que a terapia holística parte de uma visão do ser humano como um todo — o nome vem do grego holos, que significa “todo” e “conjunto” — e cuida dos aspectos físicos, energéticos, psicológicos e espirituais ao mesmo tempo.

O objetivo é promover o bem-estar, qualidade de vida e autoconhecimento dos clientes a partir da combinação de técnicas milenares e contemporâneas.

A prova de que esse mercado está crescendo é que a busca por terapias alternativas na rede pública cresceu 670% em cerca de 10 anos (de 2008 a 2018), de acordo com dados do Ministério da Saúde publicados na Folha.

Cada vez mais, as pessoas buscam outros caminhos para alcançar o equilíbrio físico e emocional, já que a medicina tradicional e os tratamentos alopáticos não têm sido suficientes para lidar com os problemas complexos atuais.

Para o terapeuta holístico, é uma grande oportunidade de suprir as novas necessidades da sociedade e conquistar sua independência financeira.

Para abrir um espaço na área, não é preciso ter qualquer tipo de registro, pois o credenciamento no CRT é voluntário.

Basta ter formação e competência para exercer a profissão e formalizar o negócio.

Como abrir um espaço para terapia holística como MEI

Abrir um espaço para terapia holística como MEI é mais simples do que parece.

Confira o passo a passo.

1. Comece planejando seu negócio

Antes de formalizar seu espaço para terapia holística como MEI, é importante ter um plano de negócio pronto.

Basicamente, esse documento determina como a empresa vai funcionar e o que é preciso para iniciar as atividades.

Estes são os pontos que não podem faltar:

  • Nome do espaço e área de atuação
  • Terapias oferecidas e seus diferenciais
  • Público-alvo do espaço
  • Localização e estrutura (incluindo decoração do espaço)
  • Equipamentos necessários (difusores, macas, cristais, tapetes de ioga, lanterna de cromoterapia, etc.)
  • Pessoal necessário (caso vá contratar)
  • Capital social
  • Modelo de negócio (serviços avulsos, em domicílio ou no local, assinatura, etc.)
  • Planejamento financeiro e de marketing.

2. Estude o mercado

Além de planejar como vai funcionar seu espaço para terapia holística MEI, você também precisa estudar o mercado antes de fazer esse investimento.

Veja se realmente há demanda para esse tipo de serviço na região em que você pretende atuar e como os concorrentes estão se posicionando.

Uma dica é fazer uma pesquisa de mercado para entender se os clientes estão dispostos a pagar pelas terapias e quais elementos podem diferenciar seus serviços da concorrência.

3. Reúna os dados necessários

Para abrir um espaço de terapia holística como MEI, você precisa informar alguns dados no processo de formalização.

São eles:

  • Dados pessoais como RG, CPF e endereço
  • Título de Eleitor
  • Nº da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRPF), se declarou nos últimos dois anos
  • Dados da empresa como nome, endereço e área de atuação
  • Consulta prévia de localização aprovada (se o município exigir).

Atualmente, é indicado ter uma conta Gov.br para facilitar o processo.

4. Use o app MEI Fácil

Em vez de cadastrar seu MEI pelo Portal do Empreendedor, você pode agilizar o processo baixando o app MEI Fácil.

Basta seguir os passos no aplicativo para concluir sua formalização na hora e obter seu CNPJ.

Mas, como explicamos no início do artigo, não existe um CNAE específico para a atividade de terapia holística entre as atividades permitidas do MEI.

Logo, você deverá conversar com seu contador para verificar em qual código é possível enquadrar sua empresa.

Como ter sucesso como MEI na terapia holística

Agora que você sabe como abrir um espaço de terapia holística sendo MEI, o próximo passo é aprender sobre gestão.

Confira algumas dicas para ter sucesso no seu empreendimento.

Aprenda o básico sobre finanças e contabilidade

Todo MEI precisa saber o básico de controle financeiro para garantir seus lucros.

Não é tão difícil: é só saber fazer seu fluxo de caixa, controlar seus custos e ficar de olho no resultado do negócio mês a mês.

Assim, você conseguirá identificar o momento em que as receitas vão superar as despesas e o lucro vai começar a entrar.

Tenha um diferencial

Com o crescimento da terapia holística, o mercado tem ficado cada vez mais competitivo.

Por isso, não basta abrir seu espaço: é preciso ter um diferencial para se destacar dos seus concorrentes.

Você pode oferecer uma terapia exclusiva, criar um pacote personalizado ou oferecer atendimento em domicílio, por exemplo.

Crie um programa de fidelidade

Os espaços de terapia holística têm muito a ganhar com um programa de fidelidade, pois os serviços costumam ter grande adesão dos clientes.

É aquele tipo de serviço que produz resultados cada vez melhores com o aumento da frequência das terapias.

Então, use isso ao seu favor e crie um programa para fidelizar seus clientes, que pode ser um pacote de várias sessões com desconto, um sistema de pontuação ou um simples cartão fidelidade.

Divulgue seu negócio na internet

A divulgação de empresa MEI precisa ser feita pela internet, onde o alcance é maior e há mais chances de atrair clientes.

Para começar, você pode cadastrar seu espaço no Google Meu Negócio, fazer uma página no Facebook e uma conta no Instagram Empresas.

O TikTok é uma ótima rede social para você se destacar, afinal a geração Z (nascidos a partir de 1996) está presente lá e com bastante interesse na terapia holística e astrologia, segundo a pesquisa feita pela Peoplestroly.

Esses meios são ótimos para promover seu negócio gratuitamente, e costumam dar muito resultado.

Futuramente, você pode separar uma verba apenas para investir em links patrocinados e anúncios nas redes sociais, aumentando ainda mais suas oportunidades de negócio.

Viu como é simples abrir um espaço para terapia holística como MEI?

Aproveite e veja também como divulgar sua marca do zero para começar bem.