O CNAE de loja de roupas é um código que você deve usar para se formalizar como vendedor no mercado de moda.

Com ele, você consegue abrir um MEI e vender roupas e acessórios de forma profissional, emitindo nota fiscal e tudo.

Essa é a oportunidade que você estava procurando para abrir um negócio de forma simples e atuar em um mercado lucrativo, que cresce ano após ano.

Neste artigo, vamos explicar para que serve o CNAE de loja de roupas e como você pode formalizar, com direito a dicas para ter sucesso no seu negócio.

Continue lendo os tópicos a seguir e dê os primeiros passos para empreender em um ramo promissor:

Qual o CNAE de loja de roupas?

O CNAE de loja de roupas é o 4781-4/00, referente ao Comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios.

Para você entender melhor: a sigla CNAE significa “Classificação Nacional de Atividades Econômicas”, um sistema que permite enquadrar as empresas em diferentes códigos conforme suas atividades, padronizando os critérios dos órgãos da administração tributária.

Esses códigos são definidos pela Comissão Nacional de Classificação (CONCLA) do IBGE, que disponibiliza a tabela de CNAEs completa no site, onde você pode pesquisar por palavra-chave ou código.

Dito isso, lojas de roupas enquadradas no código 4781-4/00 podem exercer as seguintes atividades:

  • Comércio varejista de artigos do vestuário novos de qualquer material, tais como: vestidos, blusas, calças, roupas íntimas, uniformes escolares e similares
  • Comércio varejista de acessórios e complementos do vestuário de qualquer material, incluindo gravatas, cintos, lenços, meias, sombrinhas e guarda-chuvas, chapéus, luvas e similares.

Por outro lado, esse código não permite as seguintes atividades:

  • Comércio atacadista de roupas para segurança pessoal (4642-7/02)
  • Comércio varejista de roupas e artigos de vestuário usados (4785-7/99)
  • Comércio varejista de calçados (4782-2/01)
  • Comércio varejista de artigos de viagem como malas, bolsas e valises (4782-2/02)
  • Comércio varejista de perucas (4789-0/99)
  • Comércio varejista de artigos esportivos (4763-6/02).

Então, se você exerce alguma das atividades acima, precisa selecionar outros códigos CNAE para formalizar sua empresa.

É possível usar um código principal e incluir outros secundários.

Por que abrir uma loja de roupas

Abrir uma loja de roupas é uma oportunidade de empreender em um dos setores que mais crescem no mercado.

Segundo dados da Fundação Ellen McArthur, publicados na NSC Total, a produção de roupas dobrou nos últimos 15 anos e a indústria da moda cresce 11,4% ao ano em todo o mundo.

A expectativa é de que o setor alcance o faturamento de US$ 1 trilhão até 2025.

Além disso, moda é a categoria que mais cresce no e-commerce brasileiro, com mais de 1,8 milhão de itens vendidos em 2021, segundo dados do Grupo Locaweb publicados no E-commerce Brasil.

Para o pequeno empreendedor, é uma forma de começar um negócio com investimento relativamente baixo e muitas possibilidades de vendas.

Vendedor de roupa pode ser MEI?

Sim, vendedor de roupa pode ser MEI (microempreendedor individual) e é muito fácil se formalizar.

Para abrir um MEI, basta cumprir os seguintes requisitos:

  • Faturar até R$ 81 mil ao ano
  • Ter no máximo um funcionário registrado
  • Exercer uma das ocupações previstas na lista de atividades MEI
  • Não ser dono ou sócio de outra empresa.

No momento do cadastro, são exigidos os seguintes documentos e informações:

  • Dados pessoais: RG, dados de contato e endereço residencial
  • Dados do seu negócio: tipo de ocupação, forma de atuação e local onde o negócio é realizado
  • Título de eleitor ou recibo da última declaração do Imposto de Renda para confirmação.

Para facilitar sua formalização, você pode usar o aplicativo MEI Fácil por Neon.

Veja como abrir uma loja de roupas e vender muito.

Como começar a vender roupas como MEI

Para começar a vender roupas como MEI, você deve seguir os passos abaixo:

1. Escolha um nicho de mercado

Existem vários nichos de mercado nos quais você pode atuar com um CNAE de loja de roupas.

Alguns exemplos são moda feminina ou masculina, moda evangélica, moda infantil, moda alternativa, moda plus size, etc.

Então, escolha o segmento com o qual você se identifica mais e verifique o potencial de vendas de acordo com o público-alvo.

Lembrando que, se você optar por vender peças usadas, deve usar o CNAE de loja de roupas 4785-7/99.

Aprenda como montar um brechó sendo MEI.

2. Encontre fornecedores

O próximo passo é encontrar fornecedores de confiança com preços competitivos para adquirir os produtos para revenda.

Lembre-se de priorizar a qualidade e uma boa margem de negociação com fornecedores.

3. Compre seu estoque inicial

Em seguida, compre seu estoque inicial de roupas de acordo com o perfil do seu público-alvo.

Pode ser uma quantidade menor no começo, mas é importante ter peças variadas com as principais numerações procuradas pelos seus clientes.

Em alguns casos, também é possível vender no esquema consignado.

Aprenda como fazer o controle de estoque

4. Precifique seus produtos

Com o estoque em mãos, é hora de precificar os produtos, de modo que o preço de venda cubra seus custos e seja suficiente para gerar lucro.

Para isso, considere seus gastos, o preço praticado pelos concorrentes e também o poder de compra do seu consumidor.

5. Defina o canal de venda

Você tem várias opções de canais de venda para colocar em prática seu CNAE de loja de roupas.

Os principais são:

Desses canais, a loja física é a que requer maior investimento, pois você terá que alugar um espaço e preparar toda a estrutura para receber clientes, providenciando araras, vitrine, mesas, cadeiras, computador, provador, etc.

Veja como decorar uma loja de roupa pequena.

Já a loja online pode ser uma opção mais econômica, pois você pode gerenciá-la da sua casa e só terá custos com a plataforma de e-commerce e o estoque.

Veja dicas para destacar seu e-commerce MEI.

Como ser um bom vendedor de roupas

Agora que você sabe como registrar seu CNAE de loja de roupas e se tornar MEI, confira nossas dicas para ser um bom vendedor nessa área.

Tenha uma marca própria

Além de registrar um CNAE de loja de roupas e abrir sua empresa, você precisa criar uma marca própria para se destacar no mercado e atrair a atenção de seus clientes.

Para isso, você pode contratar um designer freelancer para fazer um logotipo e uma identidade visual para sua empresa, ou mesmo criá-la por conta própria usando um site como o Canva.

Veja como registrar uma marca MEI.

Fale a língua do seu público

Para ter sucesso no mercado de moda, é muito importante que você conheça o perfil dos seus clientes e fale a língua deles.

Isso significa se comunicar com a mesma linguagem e estar próximo da realidade desse consumidor, independentemente se você escolheu vender para homens, mulheres, jovens, pais, evangélicos, pessoas plus size, entre outros.

Ofereça brindes

Quem não gosta de ganhar brindes nas suas compras?

Então, aproveite esse recurso e ofereça um mimo aos seus clientes, como um acessório de cabelo, uma bijuteria, uma meia personalizada, entre outras ideias.

Para tornar a promoção sustentável, você pode condicionar a entrega do brinde a um valor mínimo de compras.

Veja ideias de brindes para clientes.

Indique peças

O vendedor de roupas também deve agir como um consultor de moda em alguns momentos e ajudar seus clientes a escolherem as peças.

Por isso, indique itens que combinam com cada consumidor e oriente a escolha dos tamanhos para aumentar a satisfação de seus clientes.

Divulgue sua loja

O sucesso da sua loja de roupas também depende de uma divulgação eficiente.

Para começar, é importante criar contas comerciais da sua marca nas principais redes sociais, como Facebook, Instagram, Tik Tok e Twitter.

Outra dica é cadastrar sua loja no Google Meu Negócio para que ela seja encontrada por pessoas que estão próximas ao seu endereço.

Na loja física, você pode usar materiais de divulgação como banners, flyers e catálogos para promover seu negócio.

Veja como divulgar sua marca do zero e vender mais.

Fidelize seus clientes

Por fim, é importante fidelizar clientes na sua loja de roupas para que você mantenha um ritmo de vendas contínuo e cresça cada vez mais.

Algumas estratégias para isso são:

  • Criar um cartão fidelidade que dá direito a um desconto vantajoso após um determinado número de compras
  • Oferecer um cupom de desconto, cashback ou descontos progressivos para os clientes que voltarem a comprar
  • Cadastrar o e-mail dos clientes e enviar as promoções e lançamentos para sua lista com frequência.

Entendeu como registrar seu CNAE de loja de roupas e lucrar no mercado da moda?

Então, abra seu MEI o quanto antes e comece a vender.

Inscreva-se na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.