O mercado hoje em dia está cada vez mais flexível, na questão de prestação de serviços e formas de trabalho. Um segmento que está em alta é o de entregas através de aplicativos, como o Rappi Delivery. Você pode aproveitar esta oportunidade de mercado e usar o seu CNPJ MEI para ser entregador de aplicativo. Conheça neste artigo mais detalhes sobre Rappi MEI e descubra mais uma maneira de garantir uma renda extra no fim do mês.

Rappi Delivery: Como funciona?

O Rappi funciona basicamente como um serviço de entrega de diversos produtos de diferentes comércios. Ao contrário de seus concorrentes, as entregas do Rappi vão além de restaurantes. Através do aplicativo, é possível pedir produtos de supermercados, farmácias, lojas e muito mais.

Vamos explicar para você como funciona a prestação de serviços para o Rappi MEI, qual o salário, entre outros detalhes que envolvem a relação com o CNPJ MEI.

Passo a passo para tornar-se entregador no Rappi:

Para prestar serviços como Rappi MEI, siga os passos abaixo: 

  • Baixe o app Rappi Entregador na Play Store. O aplicativo está disponível apenas para celulares Android;
  • Cadastre-se e aguarde a aprovação dos documentos;
  • Após isso, você deve assistir a uma palestra sobre o serviço em alguma sede da Rappi. Também existe a opção de realizar um treinamento online;
  • Feito isso, você já pode começar a trabalhar na região onde escolheu atuar.

É importante dizer que o entregador Rappi MEI deve ter idade mínima de 18 anos e o seu próprio veículo para fazer as entregas. Portanto, o mesmo deve possuir a CNH (Carteira Nacional de Habilitação) validada no aplicativo.

Qual é o salário do entregador Rappi MEI?

O sistema de remuneração do aplicativo Rappi funciona de acordo com o desempenho e as entregas concluídas do entregador.

Como assim? Quanto mais entregas você fizer, mais você recebe pelo serviço. O entregador escolhe o melhor horário para trabalhar.

Algumas corridas, por conta da dificuldade do trajeto, podem sair mais caras, gerando mais lucro para o entregador. Em dias chuvosos, o valor do frete geralmente é aumentado também. O entregador visualiza seus ganhos dentro do aplicativo, podendo assim monitorar seu desempenho.

Quero ser Rappi MEI: Abertura do CNPJ MEI

O Rappi pede para o usuário que irá começar a prestar serviços como entregador, que realize o cadastro como MEI e abra um CNPJ e assim receber o ganho mensal. 

O CNPJ MEI serve para as pessoas que geralmente trabalham por meio autônomo e que buscam formalizar a prestação de serviços. Com a abertura do MEI, você garante seus direitos trabalhistas no regime de microempreendedor individual.

Já tenho CNPJ MEI: Posso ser entregador?

Sim! Se você já possui um CNPJ MEI, não precisa se preocupar. Você pode incluir até 16 atividades diferentes no seu cadastro MEI. Para ser um entregador Rappi MEI, você deve se cadastrar na atividade correspondente.

Para alterar seus dados cadastrados no CNPJ MEI sem custo, você pode acessar o Portal do Empreendedor.
Você também pode contratar o serviço de contabilidade da MEI Fácil. Além de alterar os dados para você, oferecemos suporte e orientação para diversos temas, como Nota Fiscal e Declaração Anual, através de atendimento exclusivo.

Obrigações do MEI

Agora que você já sabe como tornar-se entregador de aplicativo, preste atenção nas suas obrigações enquanto microempreendedor individual. Sendo um Rappi MEI, você terá que pagar o imposto DAS mensalmente para manter o CNPJ ativo. O boleto DAS nada mais é que a sua contribuição enquanto MEI para o INSS, junto com o valor do imposto pela atividade exercida (ISS e/ou INSS). O DAS tem valor aproximado de R$50,00.

Conheça abaixo mais informações sobre as obrigações do MEI para ficar em dia com o seu negócio:

Como MEI, você tem as seguintes obrigações:

  • Ficar atento para a data de pagamento mensal do DAS, todo dia 20 do mês. O pagamento garante benefícios do INSS como Salário Maternidade, Auxílio Doença, Aposentadoria, entre outros;
  • Fazer a Declaração Anual do MEI. Como? Basta somar todos os seus ganhos do ano e declarar para a Receita Federal. O limite máximo que um CNPJ MEI pode faturar é até de R$81.000. 

ATENÇÃO! A Declaração Anual (DASN) e o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) são duas declarações diferentes, mesmo que ambas sejam declaradas todo ano.

  • Para garantir a sua aposentadoria como MEI, deve ter o tempo de contribuição de 180 meses e idade mínima de 60 anos, se for mulher e 65 anos, se for homem. Entenda melhor clicando aqui.

Siga a MEI Fácil no Instagram e inscreva-se na TV MEI Fácil para acompanhar dicas incríveis para o MEI 🙂