Você sabe o que vender no frio para aumentar suas vendas como MEI (Microempreendedor Individual)?

Assim que as temperaturas caem, os consumidores procuram uma série de produtos e serviços que contribuem com seu conforto nessa época.

É o caso de casacos, sopas, chocolates, cosméticos para a pele, roupinhas para pets, entre outros itens indispensáveis na estação mais fria do ano.

Por isso, se você é MEI, precisa saber o que vender no inverno para aproveitar as tendências desse período e aumentar seu faturamento.

Continue lendo para conferir nossas dicas e lucre muito no frio.

Confira 25 ideias do que vender para ganhar dinheiro

Acompanhe os tópicos:

Saiba o que vender no frio para faturar alto

Saber o que vender no frio é muito importante para garantir um bom faturamento da sua MEI durante o inverno.

Afinal, existem vários produtos e serviços que vendem muito mais nessa época e representam uma grande oportunidade para os empreendedores.

Além da oferta de itens específicos, também há um aumento considerável no preço dos produtos voltados ao frio.

De acordo com um levantamento publicado no UOL, os produtos de inverno ficaram cerca de 10% mais caros devido ao início do tempo frio no comércio.

Assim que a previsão do tempo anuncia a chegada da primeira frente fria, que costuma vir no final do outono (entre maio e junho), os consumidores já correm para as lojas para garantir suas blusas, cobertores, aquecedores, entre outros itens essenciais.

Logo, esse é o momento para o MEI planejar o que vender no inverno e alavancar seus resultados em uma das épocas mais lucrativas do ano.

O que mais vende no frio?

São vários os produtos e serviços que vendem mais durante o inverno.

No ramo de alimentação, por exemplo, é o momento de apostar em caldos, sopas, chocolates, queijos e pratos quentes como fondue, gratinados, massas com molhos densos, escondidinhos, etc.

No caso das bebidas, é a melhor época para comercializar cafés, vinhos, cervejas escuras e destilados como uísque e conhaque.

Na moda, os lojistas vendem muitos casacos, tricôs, calças térmicas, luvas, gorros e outras peças de inverno.

Além disso, os seguintes produtos e serviços fazem sucesso:

  • Aquecedores
  • Chuveiros
  • Hidratantes faciais e corporais
  • Serviços de lavanderia
  • Roupinhas para pets
  • Serviços de estética e depilação.

MEI: o que vender no inverno para ganhar dinheiro?

Se você quer saber o que vender no inverno para faturar alto, temos muitas ideias voltadas especialmente para o MEI.

Confira a seguir:

Roupas de inverno femininas

As roupas de inverno femininas estão no topo do ranking dos produtos mais vendidos no frio.

Você pode vender casacos, jaquetas, blusas de tricô e lã, meias, luvas, toucas, cachecóis, entre outros itens quentinhos feitos para a estação.

Há ainda a possibilidade de focar em nichos de mercado específicos, como roupas térmicas para a prática de esportes e roupas para gestantes.

Veja também 9 dicas de como abrir uma loja de roupas e como decorar uma loja de roupa pequena.

Roupas de inverno para bebês

Durante o inverno, os pais procuram roupas específicas para manter seus bebês aquecidos, uma vez que o frio deixa os pequenos vulneráveis a gripes, resfriados e outras doenças respiratórias.

Por isso, vale a pena vender peças como conjuntos de manga comprida, macacões, mantas e outras peças de inverno para bebês e crianças.

Como montar uma loja de artigos para bebês (Guia para o MEI).

Roupas de inverno para pets

Os animais também usam roupas específicas que podem mantê-los aquecidos durante o inverno.

É claro que os pais e mães de pet não economizam na hora de comprar as roupinhas e acessórios para seus cães e gatos.

Por isso, se você quer aproveitar a alta lucratividade do mercado pet, invista em peças de inverno para animais.

Petshop pode ser MEI? Confira 8 dicas para ter sucesso no ramo

Doces para vender no inverno

Alguns doces têm seu consumo multiplicado no inverno, pois aquecem por dentro e trazem uma sensação de conforto.

É o caso de chocolates, fondues doces, chocolate quente, petit gateau, torta de maçã com canela, canjica doce, doces com licor, etc.

Se você trabalha com confeitaria, a dica é criar receitas especiais para os dias mais frios.

Como vender doces: faça uma renda extra.

Comidas quentes para vender no inverno

No ramo da alimentação, saber o que vender no frio faz toda a diferença no faturamento da sua MEI.

A dica é adaptar seu cardápio para aquecer o estômago dos clientes, oferecendo receitas mais quentes e de maior densidade calórica.

Se você tem um restaurante, por exemplo, crie um menu de inverno com sopas, gratinados, queijos, vinhos e pratos tradicionais de inverno, como polenta, escondidinho e massas.

Caldos para vender no frio

Não é novidade que os caldos e sopas são os campeões de vendas no inverno.

Para quem trabalha com alimentação, vale muito a pena criar um cardápio com as variações preferidas dos brasileiros.

Algumas sugestões que não podem faltar são caldo verde, minestrone, sopa de legumes, creme de mandioquinha, caldo de abóbora, caldo de feijão e canja.

Bebidas para vender no inverno

Como vimos, também existem bebidas que são mais procuradas no inverno e podem alavancar suas vendas.

Se você tem uma pequena adega, por exemplo, pode investir em vinhos mais encorpados, licores, cervejas escuras e destilados em geral.

No setor de bebidas não alcoólicas, as que mais vendem no inverno são cafés, chás e bebidas à base de chocolate.

Logo, você pode faturar alto investindo nessas bebidas que trazem calor e conforto para os consumidores.

Artesanato para vender no inverno

Para quem trabalha com artesanato, o inverno traz inúmeras oportunidades de vendas, especialmente para peças em tricô e crochê.

Você pode fazer blusas, cachecóis, toucas e gorros, luvas, meias, ponchos, etc.

Além disso, é possível fazer mantas e cobertores artesanais, que são bastante valorizados no mercado.

7 dicas de como vender artesanato na internet.

Cosméticos para vender no frio

O inverno também aumenta a procura por cosméticos específicos para os efeitos do frio na pele.

Nessa época, é comum que as pessoas sofram com o ressecamento da pele, devido à baixa umidade e à ação das baixas temperaturas.

Então, você pode aproveitar essa tendência para vender cosméticos com seu MEI.

Uma dica é abrir uma loja virtual para comercializar cremes faciais e corporais, séruns, manteigas corporais, esfoliantes, protetores labiais, entre outros produtos vendidos nessa época.

E-commerce MEI: 7 dicas para se destacar na sua loja online

Serviços para vender no inverno

Os prestadores de serviços também podem aproveitar o inverno para aumentar suas vendas e conquistar mais clientes.

Um dos ramos que mais se destaca nessa época é o de lavanderias, pois as pessoas tiram seus cobertores dos armários e têm menos disposição para lavá-los em casa.

Como ninguém quer lidar com a água gelada nessa época, aumenta a demanda por serviços de lavagem de roupas, tapetes e itens de cama, mesa e banho.

Na mesma linha, o inverno é ótimo para investir em serviços de banho e tosa para animais.

Afinal, fica muito mais difícil manter os pets limpos nessa época com banhos caseiros.

Outro setor que se beneficia do frio são as clínicas de estética, pois muitos tratamentos exigem que os clientes evitem a exposição ao sol.

Logo, o frio aumenta a procura por procedimentos desse tipo, uma vez que é mais fácil seguir os cuidados necessários para garantir o melhor resultado.

Vantagens do MEI para vender no inverno

Agora que você sabe o que vender no frio, o próximo passo é se formalizar como MEI para profissionalizar seu negócio.

Isso porque é muito mais vantajoso ser microempreendedor individual do que trabalhar informalmente como autônomo.

Com um MEI, você terá seu próprio CNPJ e contará com os seguintes benefícios:

  • Acesso a benefícios do INSS como aposentadoria, auxílio-doença e auxílio-maternidade
  • Possibilidade de emitir nota fiscal e atender empresas no seu negócio
  • Oportunidade de pagar os menores impostos entre todas as categorias empresariais
  • Possibilidade de contratar um funcionário para ajudar no seu negócio
  • Acesso a crédito empresarial para investir no crescimento da sua MEI
  • Possibilidade de participar de licitações
  • Ampliação das oportunidades de negócio no seu mercado com a profissionalização.

Entendeu o que vender no inverno e por que vale a pena se formalizar como MEI para isso?

Se você ainda não se formalizou, abra sua MEI com a MEI Fácil por Neon em um processo simples, gratuito e 100% online.

Inscreva-se também na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.