As vendas de fim de ano estão chegando e, com elas, um mar de oportunidades para faturar alto.

Mesmo em tempos de pandemia, as confraternizações de dezembro e a Black Friday representam um alívio para o caixa dos empreendedores.

Este ano, os clientes prometem voltar com tudo e impulsionar a recuperação do comércio e serviços no país.

Sua MEI está preparada para aproveitar o fenômeno das vendas de fim de ano?

Confira nos tópicos a seguir como fazer isso:

Vendas de fim de ano: uma ótima oportunidade para o MEI

As vendas de fim de ano são sempre uma oportunidade de faturar alto para quem é MEI.

Nesse período, as pessoas estão mais dispostas a comprar, principalmente com o intuito de presentear e planejar as festas de Natal e Ano-Novo.

Além disso, ainda temos a Black Friday e a Cyber Monday, que se consolidaram como datas comerciais clássicas de fim de ano.

No último Natal, o varejo online saiu na frente com um crescimento de 45% no faturamento e mais de R$ 3,7 bilhões em vendas, segundo dados do Ebit | Nielsen publicados no InfoMoney.

Ao todo, foram mais de 8 milhões de pedidos online e um ticket médio de R$ 462 (uma alta de 13,4%).

Já na Black Friday, que acontece sempre na última sexta-feira de novembro e antecede as festas de fim de ano, as vendas aumentaram 25% e atingiram o montante de R$ 4 bilhões.

Na Cyber Monday, que é a segunda-feira pós-Black Friday focada na venda de produtos eletrônicos, a alta nas vendas foi de 41,8%.

Os números mostram o crescimento do e-commerce motivado pelo isolamento social durante a pandemia do coronavírus.

Para este ano, a expectativa é que o comércio das lojas físicas retome o fôlego, graças ao avanço da vacinação e da reabertura econômica.

Em São Paulo, por exemplo, a projeção é de um aumento de 20% nas vendas de fim de ano, conforme divulgado no UOL.

No Brasil todo, as empresas de comércio e serviços devem abrir 105 mil vagas para funcionários temporários nos três últimos meses do ano.

Então, esse pode ser o seu momento de sair na frente da concorrência e aproveitar o boom de vendas de fim ano.

Como planejar as vendas de fim de ano

Para aproveitar ao máximo as vendas de fim de ano, você precisa estar preparado para atender a demanda e satisfazer as expectativas dos seus clientes.

O ideal é começar a se planejar o quanto antes, definindo quais ações você pretende realizar e o que será necessário para executá-las.

Veja o que não pode faltar no seu plano de vendas:

  • Definir os produtos ou serviços que serão seus carros-chefe no fim do ano
  • Planejar com antecedência as promoções que serão realizadas
  • Fazer o planejamento financeiro para conceder descontos e fazer liquidações de acordo com seu estoque previsto
  • Fazer projeções de estoque para garantir a disponibilidade de produtos e serviços e prevenir a falta de itens
  • Verificar se será necessário contratar um funcionário temporário para ajudar a absorver o aumento da demanda
  • Preparar a estrutura da empresa para o aumento das vendas (por exemplo, reorganizar o espaço da sua loja ou investir em uma hospedagem mais robusta para seu site)
  • Treinar seu colaborador para oferecer o melhor atendimento aos clientes no fim do ano.

8 estratégias de vendas de fim de ano para o MEI

Para ajudar você, separamos 8 dicas de vendas que costumam dar muito resultado no fim de ano.

Confira:

1. Descontos especiais

Os descontos são bem-vindos em qualquer época, mas fazem ainda mais sucesso no fim do ano.

É bom guardar suas ofertas mais agressivas para a Black Friday e pensar em descontos para quem levar maiores quantidades durante o período de Natal e Ano-Novo, quando as pessoas precisam comprar muitos presentes e itens para festas.

Isso porque os consumidores estão habituados a lidar com preços um pouco mais altos no fim de ano, devido à explosão da demanda.

Você pode criar uma promoção de descontos progressivos, por exemplo, dando 10% para quem levar dois produtos, 20% para quem levar três e assim por diante.

Outra dica é oferecer descontos maiores nos itens de maior saída, para compensar as reduções naqueles que têm menor giro e garantir seu lucro.

Lembre-se de colocar tudo na ponta do lápis para assegurar que você ainda tenha um bom lucro, mesmo oferecendo descontos.

2. Promoções temáticas

As promoções de Natal e Ano-Novo são muito esperadas pelos consumidores – e quem for mais criativo leva a melhor.

Os clichês como Papai Noel, fogos de artifício e champagne continuam valendo, pois fazem parte do imaginário do consumidor e incentivam o clima de consumo.

Como estamos em uma fase de recuperação da pandemia, pode ser interessante explorar o desejo de se reunir com amigos e familiares para comemorar uma possível volta à normalidade.

Quanto à mecânica, vale oferecer cupons de desconto, frete grátis, brindes e o que mais sua imaginação permitir.

Veja como essa loja de cosméticos online usou o fim do ano para oferecer frete grátis e um cupom especial de Natal:

Veja dicas para fazer uma promoção irresistível.

3. Promoções de indicação

Que tal aproveitar as confraternizações de fim de ano para criar uma promoção do tipo “indique e ganhe”?

Nessa época, os consumidores estão mais conectados do que nunca aos seus círculos sociais e vão gostar da ideia de ganhar uma recompensa por indicar amigos e familiares.

Veja como a empresa de rastreamento veicular Declaratrack Rastreamento usou a indicação em uma promoção de Natal:

4. Brindes personalizados

Os brindes podem fazer a diferença na hora de disputar clientes, principalmente no fim do ano, quando todos estão em busca das ofertas mais vantajosas.

Essa estratégia é muito boa para a MEI porque exige baixo investimento e tem um excelente retorno, pois o brinde ajuda a fixar a marca na mente do seu consumidor.

Durante as festas de fim de ano, vale presentear clientes com um adereço para usar no Réveillon, um mini panetone personalizado, um enfeite para a árvore de Natal e qualquer outro brinde que você imaginar.

Veja muitas ideias para dar brindes para clientes.

5. Decoração e layout especial

As confraternizações de fim de ano têm uma aura de magia e fantasia que deixa os consumidores encantados.

Então, é importante que você traga esse clima para dentro da sua loja física e também para o seu site e redes sociais.

Aposte em uma decoração lúdica de Natal e Ano-Novo e abuse dos layouts temáticos para atrair a atenção dos clientes.

6. Recomendações de presentes

Muitas pessoas têm dificuldade para escolher presentes para seus amigos e familiares no final do ano.

Então, nada melhor do que ajudar seus clientes recomendando produtos que você vende para diferentes perfis.

Você pode, por exemplo, criar conteúdos nas redes sociais mostrando quais presentes combinam mais com as datas, ou mesmo montar kits de produtos como sugestão.

Veja como a loja de artigos para festas Curifest apostou na famosa cesta de Natal:

7. Sorteios nas redes sociais

Os famosos sorteios nas redes sociais vão alavancar suas vendas de fim de ano.

Vale sortear produtos, cupons de desconto, prêmios e vantagens exclusivas para seus clientes.

O estúdio de tatuagem Fênix Tattooaria, por exemplo, aproveitou o Ano-Novo para sortear tattoos para seus clientes:

8. Foco na divulgação

Por fim, é importante que você foque esforços na divulgação para esquentar as vendas de fim de ano.

Afinal, é nessa época que os consumidores são bombardeados de publicidade e disputados de forma acirrada pelos lojistas.

A dica é investir em marketing digital e publicar muito nas redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter, Tik Tok, Pinterest e LinkedIn.

Você também pode fortalecer sua campanha com anúncios pagos no Google Ads e posts patrocinados nas mídias sociais.

Veja como divulgar sua marca do zero.

O que vende mais no fim de ano?

Para impulsionar suas vendas de fim de ano, é importante apostar nos produtos que são tradicionais da época.

Veja alguns exemplos:

  • Black Friday: roupas e calçados, smartphones, eletrodomésticos e eletrônicos
  • Natal: alimentos para a ceia (panetone, peru, chester, nozes, uva passa, etc.), decoração, bebidas (cerveja, vinhos, etc.), brinquedos, cosméticos, roupas e calçados, eletrodomésticos e utensílios de cozinha
  • Ano-Novo: tradicionais roupas brancas, alimentos típicos, bebidas (champagne), pacotes de viagens, artigos para viagens (malas, necessaires, organizadores, etc.).

Mas também é importante ir além do óbvio, pois muitas pessoas tendem a gastar seu 13º nessa época – e nem sempre as compras estão relacionadas às festas.

No Natal, por exemplo, estes foram os setores com maior alta de vendas, de acordo com o ICVA mencionado anteriormente:

  • Supermercados e hipermercados: 18,8%
  • Móveis e eletrodomésticos: 18,5%
  • Materiais para construção: 18,4%
  • Livrarias, papelarias e afins: 1,2%.

E então, está pronto para lucrar muito nas vendas de fim de ano?

Aproveite e confira mais um monte de dicas para aumentar suas vendas.

Já conhece o Grupo MEI Fácil? Por lá, diversos MEIs trocam experiências <3

Além disso, nos acompanhe no Facebook e no Instagram. Conheça também o canal do Youtube TV MEI Fácil!