Como reduzir custos na empresa: gastos invisíveis do MEI

5 minutos de leitura
Veja como reduzir custos na empresa
Navegue pelo conteúdo

Você sabe como reduzir custos na empresa? Sente que sua MEI está precisando eliminar alguns gastos invisíveis para se manter mais saudável financeiramente?

O controle financeiro do negócio é fundamental para ter mais autonomia financeira. Além de separar as finanças pessoais dos gastos do seu negócio, o MEI deve estar atento para gastos invisíveis, que podem afetar muito seu orçamento.

Continue lendo.

Por que é importante reduzir gastos na empresa?

Seus gastos influenciam diretamente no orçamento da sua empresa.

Na prática, quanto maior for seus custos, mais ele representará o seu faturamento, e consequentemente menor será o seu lucro no final do mês.

Por isso, reduzir gastos na empresa é importante desde situações de crise até o fechamento em azul.

Outro benefício é a possibilidade de investir em melhorias para sua marca. Você pode comprar novos produtos, apostar em publicidade nas redes sociais, poupar um dinheiro para emergências, etc.

Diminuir seus custos é um ato contra o desperdício de dinheiro e te possibilidade a usá-lo de forma mais estratégica e inteligente.

O que são gastos invisíveis?

Antes de partirmos para as dicas de como reduzir custos na empresa é importante que você entenda o que são gastos invisíveis. E claro, se livre deles!

Os gastos invisíveis são eles aqueles gastos que costumam passar despercebidos durante o mês. Quando o MEI se dá conta, muito dinheiro pode ter sido gasto, sem ele se lembrar exatamente com o quê.

Os principais gastos invisíveis incluem:

  • Tarifas bancárias
  • Anuidade de cartão de crédito
  • Corridas em aplicativos de transporte
  • Multas por atraso no pagamento
  • Compras por impulso, principalmente de valores pequenos.

De pouquinho em pouquinho, a soma desses gastos invisíveis compromete o seu orçamento e podem deixar a sua empresa no vermelho.

No próximo tópico, vamos te mostrar como eliminar os gastos invisíveis da sua empresa MEI.

6 dicas de como reduzir custos na empresa

Seja cenário de pandemia, crise ou apenas um cuidado com a saúde financeira da empresa, eliminar gastos desnecessários ou reduzi-los é necessário!

Se você está se perguntando o que fazer para reduzir custos na empresa, confira as 6 dicas que separamos para você!

Saiba o que é educação financeira e confira dicas para MEI

Descubra seus gastos invisíveis

Agora que você já sabe o que são gastos invisíveis, vamos eliminá-los da sua vida?

Aqui já vai a primeira dica de como reduzir custos na empresa: passe um dia conferindo o seu extrato bancário.

Quais compras foram feitas sem uma real necessidade? Por exemplo, será que aquela viagem em aplicativo de transporte poderia ter sido feita de ônibus ou metrô?

Aproveite e veja as taxas do seu banco. Você está pagando anuidade? Aquele único saque que você fez no mês foi cobrado? E aquelas tarifas que aparecem em letras pequenas?

Veja 4 taxas MEI que você pode estar pagando sem necessidade!

Tenha uma planilha de custos da empresa

planilha de gastos mei

A primeira dica para identificar os gastos invisíveis e assim reduzir custos na empresa é começar a usar a planilha financeira. Ela será de grande importância para encontrar a origem dos gastos invisíveis, que tanto comprometem o orçamento.

De acordo com o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), cerca de 46% dos consumidores não fazem qualquer tipo de controle financeiro. Por isso, a margem para os gastos invisíveis crescerem ao longo dos meses pode acarretar um perigoso cenário para o microempreendedor.

Manter uma planilha de custos da empresa te ajudará a ter visão do seu dinheiro: o quanto está entrando, o quanto está saindo, e o quanto você deve poupar. Sim, empreendedor também precisa ter uma reserva de emergência.

Esse tipo de controle é o ponto de partida para cuidar melhor do seu dinheiro.

A MEI Fácil desenvolveu uma planilha de controle financeiro gratuita para você cuidar melhor do dinheiro do seu negócio. Assista ao vídeo abaixo para aprender como usá-la:

Aprenda a negociar suas despesas

Uma empresa possui despesas fixas e variadas. Entre as despesas fixas, você tem valor do aluguel, conta de internet e telefone, entre outras.

Você já testou negociar algumas dessas despesas?

Você pode ligar para sua operadora de internet e telefone e trocar por um plano mais em conta, ou até mesmo conseguir redução do valor do seu plano atual.

Também é possível tentar renegociar o seu aluguel, no Blog Foca No Dinheiro você encontra dicas de como fazer isso!

E não para por aí! Despesas variadas também podem ser reduzidas. Já tentou negociar com seus fornecedores, por exemplo?

Renegocie dívidas também

Precisa renegociar dívidas para sair do vermelho?

Antes de partir para a negociação de empréstimos MEI, é essencial que você olhe para dentro de casa e busque alternativas capazes de reduzir gastos e aumentar sua receita.

Veja no vídeo abaixo como você pode renegociar suas dívidas:

Mude sua empresa para MEI

Se você não MEI, veja se mudar para esse regime não lhe trará benefícios.

Em uma matéria do Pequenas Empresas e Grandes Negócios, conhecemos a história do Miguel Maria Barcena, instalador de alarmes e cercas elétricas.

Antes, sendo ME, ele poderia faturar até R$ 360 mil, mas estava longe de bater esse valor. Além disso, ele tinha um valor muito mais alto em impostos.

Ao mudar para MEI, ele deixou de gastar R$ 1 mil por mês e passou a pagar apenas R$ 60, o valor da DAS MEI. Uma economia enorme, não é mesmo?

Lembrando que essa alternativa funciona para quem tem faturamento de até R$ 81 mil por ano. Mas vale ficar atento aqui no Blog MEI Fácil, pois o governo já está estudando a possibilidade de aumento de limite, e vamos compartilhar aqui assim que for oficial!

Tenha uma conta digital PJ

Você já sabe como reduzir custos na empresa com uma conta digital?

Como comentamos acima, alguns dos gastos invisíveis mais comuns estão relacionados às taxas praticadas nas contas bancárias, junto com a anuidade do cartão de crédito.

Muitos MEIs podem não se atentar a esses valores, que poderiam ser investidos em melhorias para o negócio, entre outras prioridades.

É possível reduzir custos na empresa através de uma conta digital gratuita, como a da MEI Fácil.

Enquanto a taxa média de abertura e manutenção da conta PJ é R$ 50,90, na MEI Fácil é de graça.

Assim como a emissão de boletos de cobrança que costumam sair na média de R$ 9,90, aqui você consegue emitir sem custo algum!

Transferência via TED costuma custar R$ 18,73, e adivinha? Sim, na MEI Fácil é de graça também. E a mensalidade que fica em torno dos R$ 8,70, com a conta digital MEI Fácil você tem mensalidade gratuita!

Ah, e você sabia que o Pix PJ é cobrado por algumas empresas? Na MEI Fácil continua gratuito!

E o cartão de crédito MEI Fácil? Também não tem anuidade, ou seja, chega de gastos invisíveis que envolvem a sua conta bancária.

Resumindo, a conta MEI Fácil oferece os mesmos serviços dos bancos tradicionais, mas de forma digital e sem qualquer custo nas transações diárias. Com ela, é possível pagar fornecedores, receber de clientes, realizar transferências e comprar o que você quiser com o cartão, que também não tem anuidade.

Além de mais economia no fim do mês, a Conta MEI Fácil traz mais autonomia financeira a longo prazo. Afinal, é mais poder sobre o dinheiro nas suas mãos.

Veja os beneficios de conta digital pj mei fácil
Veja os benefícios de conta digital PJ MEI Fácil

Conte com a parceira do microempreendedor

Estamos aqui para ajudar você em sua jornada como MEI. Seja para falar sobre finanças ou resolver questões relacionadas ao CNPJ, você pode contar com atendimento e suporte de qualidade de nossa equipe.

Inscreva-se na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 1.3 / 5. Número de votos: 18

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Vale a pena ler