Investir em franquias para cidades pequenas é uma aposta certeira para quem quer empreender com uma marca já estabelecida no mercado.

Afinal, criar uma empresa do zero exige muito tempo, dedicação e capital, enquanto uma franquia já vem estruturada e pronta para o início das operações.

O segredo é escolher um segmento com alto potencial, fazer os treinamentos oferecidos pela franqueadora e cuidar da gestão do negócio.

Já falamos aqui no blog sobre negócios que dão lucro em cidades pequenas e listamos 20 opções.

E agora, quer ideias de franquias para empreender em cidades pequenas?

Então, continue a leitura e aproveite nossas sugestões!

10 ideias de franquias para cidades pequenas

Não faltam opções de franquias para cidades pequenas, dos mais variados portes e segmentos.

Confira nossa lista de ideias:

1. Toca do Açaí

Se tem uma franquia que faz sucesso em qualquer cidade do interior ou litorânea é a loja de açaí.

Com a Toca do Açaí, você pode abrir sua loja com um investimento a partir de R$ 35 mil (um dos menores do segmento).

Tudo o que você precisa é um espaço a partir de 20 m² e vontade de tocar seu próprio negócio.

  • Segmento: alimentação;
  • Investimento: R$ 35 mil a R$ 95 mil;
  • Prazo de retorno: 18 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 20 mil;
  • Taxa de publicidade: não cobra;
  • Royalties: 4% do faturamento;
  • Faturamento médio: R$ 35 mil.

O que vender na praia? Veja dicas para faturar na beira do mar.

2. Studio Meus Cílios

Não faltam clientes para estúdios especializados em cílios em cidades de todos os tamanhos. Então, que tal abrir uma franquia Studio Meus Cílios?

O negócio tem alta rentabilidade e exige um baixo investimento inicial.

  • Segmento: beleza;
  • Investimento: R$ 15 mil a R$ 85 mil;
  • Prazo de retorno: 12 a 16 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 10 mil a R$ 35 mil;
  • Taxa de publicidade: 2,5% sobre o faturamento;
  • Royalties: 9% sobre o faturamento;
  • Faturamento médio: R$ 45 mil.

Serviços de estética: dicas para os profissionais da área.

3. Da Vovó Natural Baby

Cidade pequena combina com qualidade de vida, o que torna os negócios ligados à saúde e à sustentabilidade muito promissores.

Por isso, uma ideia é abrir uma franquia Da Vovó Natural Baby, que oferece produtos saudáveis para bebês.

A loja vende papinhas naturais, itens de higiene hipoalergênicos, cosméticos não testados em animais, produtos de algodão orgânico e muito mais.

É possível atuar em loja física ou no sistema home based com delivery.

  • Segmento: produtos para bebês;
  • Investimento: R$ 20 mil a R$ 60 mil;
  • Prazo de retorno: 8 a 17 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 5 mil;
  • Taxa de publicidade: fixa (não informada);
  • Royalties: fixo (não informado);
  • Faturamento médio: R$ 40 mil.

Leia também: Como montar uma loja de artigos para bebês sendo MEI?

4. Contel Telecom

As operadoras de telefonia locais fazem sucesso em cidades pequenas porque trazem soluções sob medida para os consumidores.

Uma opção de franquia nesse ramo é a Contel Telecom, que comercializa soluções de telefonia móvel, chips, planos, assinaturas de serviços e muito mais.

  • Segmento: comunicação e telefonia móvel;
  • Investimento: R$ 36 mil a R$ 70 mil;
  • Prazo de retorno: 12 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 36 mil;
  • Taxa de publicidade: não cobra;
  • Royalties: de zero a R$ 500 (depende do modelo);
  • Faturamento médio: R$ 4,5 mil.

5. Minds Idiomas

Já pensou em abrir uma pequena escola de inglês na sua cidade como alternativa às grandes redes? A Minds Idiomas é uma franquia em rápida expansão, que já tem mais de 90 lojas no país.

Como franqueado, você pode abrir unidades de vários portes e conta com o suporte pedagógico completo, material exclusivo e treinamento de vendas.

  • Segmento: educação;
  • Investimento: de R$ 69 mil a 189 mil;
  • Prazo de retorno: 18 a 25 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 30 mil;
  • Taxa de publicidade: 3% sobre o faturamento;
  • Royalties: não cobra;
  • Faturamento médio: R$ 70 mil.

Professor pode ser MEI? Conheça as atividades permitidas.

6. Safer Portaria

Cidades pequenas costumam ter muitos condomínios residenciais, o que torna uma franquia de portaria remota muito interessante para o cenário.

A Safer Portaria oferece uma tecnologia exclusiva para aumentar a segurança do controle de acesso em condomínios com economia de até 50% em comparação com a portaria comum.

  • Segmento: segurança;
  • Investimento: R$ 40 mil;
  • Prazo de retorno: 12 a 18 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 25 mil;
  • Taxa de publicidade: 2% sobre o faturamento;
  • Royalties: 5% sobre o faturamento;
  • Faturamento médio: R$ 105 mil.

7. Solar On

Energia solar é outro ramo lucrativo para cidades menores, onde é comum a instalação desses sistemas.

Com a Solar On, você pode abrir uma franquia home based e vender sistemas geradores de energia para os mais diversos públicos.

A empresa oferece treinamento de vendas e um curso completo para aprender sobre o funcionamento dos equipamentos.

  • Segmento: serviços sustentáveis;
  • Investimento: R$ 20 mil a R$ 200 mil;
  • Prazo de retorno: 12 a 24 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 20 mil a R$ 90 mil;
  • Taxa de publicidade: não cobra;
  • Royalties: não cobra;
  • Faturamento médio: R$ 15 mil.

8. Biocentro

Os cartões de saúde têm sido uma solução para tornar serviços médicos mais acessíveis à população e são muito usados em cidades menores.

Com a franquia Biocentro, você comercializa um app de descontos em uma ampla rede de serviços de saúde, incluindo consultas, exames e terapias.

Os descontos chegam a 70% e há grande potencial de lucratividade, além de baixo investimento inicial.

  • Segmento: saúde;
  • Investimento: R$ 21 mil;
  • Prazo de retorno: 5 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 21 mil;
  • Taxa de publicidade: 1% sobre o faturamento;
  • Royalties: 1% sobre o faturamento;
  • Faturamento médio: R$ 8 mil.

9. Criativando Decor

Já imaginou ter sua própria franquia de decoração? A Criativando Decor nasceu como uma empresa de papéis de parede colaborativos e se tornou uma franquia nacional.

Ao se tornar franqueado, você poderá atuar em um showroom e vender artes e itens de decoração exclusivos na sua cidade.

  • Segmento: decoração;
  • Investimento: R$ 90 mil a R$ 200 mil;
  • Prazo de retorno: 12 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 40 mil;
  • Taxa de publicidade: 1,5% sobre o faturamento;
  • Royalties: 10% sobre o faturamento;
  • Faturamento médio: R$ 83 mil.

10. Go Juice

Por fim, se você quer investir em um negócio certo, uma franquia de suco natural é uma aposta de baixo risco.

A Go Juice foi eleita uma das melhores franquias do país em 2019/2020 e já tem mais de 30 unidades pelo país.

  • Segmento: alimentação e bebidas;
  • Investimento: R$ 80 mil a R$ 149 mil;
  • Prazo de retorno: 18 a 24 meses;
  • Taxa de franquia: R$ 35 mil;
  • Taxa de publicidade: 2% sobre o faturamento;
  • Royalties: 5% sobre o faturamento;
  • Faturamento médio: R$ 48 mil.

Desafios de abrir uma franquia em cidade pequena

Franquias para cidades pequenas são excelentes opções para começar um negócio, mas também têm seus desafios.

O principal é ter recursos para manter o funcionamento do negócio até que o retorno do investimento chegue, o chamado capital de giro.

Isso porque, como vimos, as franquias demoram entre cinco meses e um ano e meio para retornar o dinheiro investido inicialmente.

Além disso, é comum que qualquer tipo de empresa leve algum tempo para começar a dar lucro, e você precisa ter verba para continuar pagando as contas nesse período.

Outro desafio, naturalmente, é conseguir clientes. Nas cidades pequenas, os consumidores costumam ser mais conservadores e fiéis, ou seja, procuram comprar sempre nos mesmos estabelecimentos.

Logo, você precisa mostrar o valor da franquia, investir em divulgação e fazer promoções para atrair clientes.

Leia também: Como fazer uma promoção: exemplos reais você se inspirar

Outro desafio em cidades menores é a logística, principalmente se os fornecedores estão longe do seu negócio.

Nesse caso, a franqueadora deve oferecer todo o suporte para garantir que você esteja com o estoque sempre em dia e busque alternativas na sua região.

Controle de estoque: aprenda como fazer na sua MEI.

Vantagens de abrir uma franquia em cidade pequena

Agora que já conhecemos os desafios das franquias para cidades pequenas, vamos às vantagens de abrir um negócio nessas condições:

  • O investimento inicial é mais baixo, uma vez que você pode optar pelos modelos menores de franquia, que são instalados em espaços pequenos ou na sua própria casa;
  • É muito mais fácil fazer a divulgação de uma franquia em uma cidade pequena, utilizando mídias locais ou uma simples panfletagem, por exemplo;
  • Também é mais fácil conseguir parcerias entre empresas para promover sua franquia, já que o relacionamento com a comunidade é mais próximo;
  • A concorrência em uma cidade pequena é muito menor do que em grandes capitais, abrindo espaço para novos segmentos e modelos de negócio;
  • A área reduzida da cidade torna as entregas mais ágeis e baratas, favorecendo negócios com delivery e retirada.

Quanto custa abrir uma franquia em cidade pequena?

Como vimos nos exemplos de franquia, com R$ 10 mil você já consegue abrir um pequeno negócio.

Existem microfranquias home based que são ainda mais baratas, com investimentos que começam em apenas R$ 1 mil.

Se você pensa em algo maior, o valor chega facilmente a R$ 200 mil para lojas mais estruturadas e de marcas mais conhecidas.

Não se esqueça também que muitas redes cobram uma taxa de franquia (taxa inicial fixa para usar a marca) e a maioria cobra taxa de publicidade e royalties.

Posso abrir franquia sendo MEI?

Sim, você pode abrir franquia sendo MEI desde que o faturamento anual do negócio não ultrapasse os R$ 81 mil (limite vigente em 2023).

Além disso, para ser MEI, você tem que atender aos seguintes requisitos:

  • Não ser sócio de outra empresa;
  • Exercer uma das atividades permitidas para o MEI;
  • Contratar no máximo um funcionário.

Se a franquia se encaixar nessas exigências, você pode ser MEI sem problema algum.

Nos exemplos que demos anteriormente, quase todas as atividades são permitidas ao MEI, como venda de artigos para bebês, venda de alimentos, ensino de idiomas, etc.

Atividades MEI 2023: quais atividades podem ter CNPJ MEI? Descubra aqui.

Além disso, mesmo que o faturamento médio informado pela franqueadora seja mais alto do que o limite, nada impede que você comece como MEI e migre para ME quando a receita da empresa aumentar.

É possível ir de MEI para ME? E o contrário?

Passo a passo para abrir MEI

Abrir MEI para investir em franquias para cidades pequenas é muito simples e não custa nada.

Veja o passo a passo tradicional:

  • Acesse o Portal do Empreendedor;
  • Selecione “Quero ser MEI” e depois “Formalize-se”;
  • Faça login com a sua conta gov.br (se você não tiver, terá que criar uma com seu CPF);
  • Preencha o formulário com dados pessoais e da empresa (nome, endereço, atividades, etc.);
  • Informe o recibo do IR ou Título de Eleitor para confirmar a abertura;
  • Aceite as condições e obtenha seu CNPJ na hora;
  • Emita o CCMEI (Certificado de Condição de Microempreendedor Individual).

Para abrir MEI de uma forma ainda mais simples, você pode usar as soluções da MEI Fácil por Neon.

Veja como é fácil:

  • Baixe e instale o aplicativo MEI Fácil por Neon;
  • Insira seus dados pessoais;
  • Insira os dados do negócio;
  • Informe o endereço da empresa;
  • Faça a verificação final com o número do recibo da sua declaração do Imposto de Renda ou o número do seu título de eleitor.

Como abrir MEI e ser um microempreendedor de sucesso?

 

E então, gostou de conhecer as melhores franquias para cidades pequenas? Aproveite e abra seu MEI agora mesmo para começar a empreender e conquistar sua independência financeira.

Banner com CTA para abrir a conta MEI Fácil por Neon

Não se esqueça de se inscrever TV MEI Fácil e seguir as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.