O comunicado de reajuste de preço aos clientes é um aviso necessário para o MEI que precisa aumentar seus valores para se manter competitivo.

Em um cenário econômico de inflação e recessão como o que vivemos, é inevitável ter que aumentar os preços para continuar operando e garantir sua margem de lucro.

Então, já que não tem como fugir da alta, você precisa aprender como escrever e enviar comunicados de reajuste de preço aos seus clientes.

É o que vamos ver ao longo do artigo, com direito a exemplos para facilitar sua vida.

Confira os tópicos abordados:

Boa leitura!

Comunicado de reajuste de preço aos clientes: por que fazer?

Fazer um comunicado de reajuste de preço aos clientes é necessário para manter a transparência no seu negócio.

Afinal, ninguém gosta de ser surpreendido por um valor mais alto na hora de comprar produtos e serviços, sem aviso ou justificativa da empresa.

Por outro lado, é natural que os empreendedores tenham que reajustar seus preços de tempos em tempos, uma vez que a economia sofre a ação da inflação e esse aumento precisa ser repassado aos consumidores.

Do contrário, se a empresa tentar segurar o mesmo valor por muito tempo, pode perder muita margem de lucro e prejudicar sua saúde financeira e suas perspectivas de crescimento.

Por isso, é essencial fazer o reajuste de preços e também enviar uma mensagem para os clientes informando sobre a mudança de valores.

Essa prática, além de reforçar a transparência com os consumidores, ainda previne que seus clientes acabem migrando para a concorrência por causa da mudança de preço não informada.

Para ajudar você a escrever um bom comunicado de aumento de preço, reunimos algumas dicas importantes nos próximos tópicos.

Como escrever um comunicado de reajuste de preço aos clientes

Para escrever uma mensagem de reajuste de valores eficiente, você pode seguir as dicas abaixo:

  • Analise a concorrência, especialmente os preços, antes de bater o martelo sobre seu reajuste
  • Tenha argumentos sólidos para aumentar o preço do seu produto ou serviço, como o aumento de despesas fixas e variáveis na sua empresa
  • Escreva uma mensagem direta com a linguagem adequada para o seu público-alvo (ex: mais informal para jovens, mais formal para idosos, etc.)
  • Informe a data de início do reajuste
  • Informe os novos valores ou percentuais de aumento, caso sejam poucos produtos/serviços, ou apenas mencione que será um reajuste geral de preços, caso sejam vários itens diferentes com aumentos específicos
  • Envie o comunicado com antecedência de no mínimo um mês, de preferência
  • Deixe claro que os clientes podem entrar em contato para obter informações mais detalhadas e tirar dúvidas sobre o aumento de preços
  • Se for vantajoso, aproveite o reajuste de preços para fazer uma promoção e queimar seu estoque antes da mudança de valores.

Como informar reajuste de preço para o cliente

Outro ponto essencial é escolher o canal de comunicação certo para enviar seu comunicado de reajuste de preço aos clientes, de acordo com a situação.

Por exemplo, se você presta um serviço recorrente, como em uma academia que possui diversos planos, é necessário utilizar diversos meios para reforçar a mudança de valores.

Afinal, neste caso, os clientes precisam ficar cientes antes que a assinatura mude de valor em sua fatura mensal.

Então, se você está no ramo da recorrência, deve utilizar canais diversos para enviar o comunicado diretamente a todos os clientes e assinantes, como e-mail, WhatsApp e SMS.

Além disso, deve publicar o aviso em canais digitais como o site da empresa e as redes sociais.

Para completar, se você tem um estabelecimento físico, convém utilizar materiais impressos como um banner, cartaz ou display de mesa para informar sobre o reajuste para os clientes que frequentam o local.

Agora, se você tem um comércio que vende diversos produtos ou serviços, pode informar os clientes somente pelos canais digitais e impressos que citamos anteriormente.

Se achar conveniente, você pode enviar um comunicado de reajuste de preço por meio do canal mais usado para conversar com os consumidores, como o WhatsApp, e-mail ou mesmo mensagens do Instagram, dependendo da empresa.

Outro exemplo é quando você tem uma loja virtual.

Nesse caso, o comunicado de reajuste de preço aos clientes deve ser enviado por e-mail e ficar exposto na página inicial do seu e-commerce, no formato de banner.

Você também pode incluir pop-ups de diversos formatos para que o cliente veja o aviso de reajuste assim que acessar seu site.

Justificativa para reajuste de preços

A justificativa para o reajuste de preços é importante para dar mais credibilidade ao comunicado e evitar que seus clientes achem o aumento abusivo ou desnecessário.

No geral, você pode justificar com um argumento como a própria inflação geral ou o aumento de custos que sua empresa teve com as mudanças no mercado.

No entanto, se for um produto ou serviço mais exclusivo ou de valor alto, como nas vendas B2B (Business to Business), é melhor dar uma explicação mais detalhada, falando sobre custos específicos que tiveram aumento como combustível, energia, insumos para produção, etc.

Dessa forma, você deixa claro que não está subindo os preços porque quer ter um lucro maior, e sim para evitar prejuízos para a empresa devido ao aumento dos custos.

Outra justificativa que costuma ter um efeito positivo é argumentar que você está aumentando os valores para manter o nível de qualidade do seu produto ou serviço.

Assim, o cliente entende que o reajuste é essencial para garantir os benefícios da solução, com os quais ele já está acostumado.

Exemplo de comunicado de aumento de preço

Vamos a alguns exemplos de comunicados de reajuste de preço aos clientes para ajudar na elaboração da sua mensagem.

Exemplos de comunicados para materiais impressos

Veja alguns exemplos simples e diretos para pequenos comerciantes e prestadores de serviços publicarem em materiais impressos na loja:

“Caros clientes, comunicamos que haverá um reajuste de preço de 10% em nossos produtos/serviços a partir do dia 01/08/2022 para acompanhar a inflação do país. Contamos com a compreensão de todos e, caso tenham dúvidas, estamos à disposição”.

“Prezados clientes, comunicamos a todos que o valor do produto/serviço x passará de R$ 30 para R$ 35 devido ao aumento dos combustíveis e da energia elétrica. Contamos com a compreensão de todos e, caso tenham dúvidas, estamos à disposição para mais detalhes”.

Exemplos de comunicados para redes sociais

Agora veja como podem ficar os mesmos comunicados em uma versão para as redes sociais:

“Atenção, pessoal! Teremos um reajuste de preço de 10% em nossos produtos/serviços a partir do dia 01/08/2022. Essa medida é necessária para acompanhar a inflação do país e manter a qualidade que vocês já conhecem. Se tiverem dúvidas, é só mandar mensagem que estaremos disponíveis inbox e no WhatsApp!”

“Atenção, clientes, amigos e seguidores! O valor do produto/serviço x passará de R$ 30 para R$ 35 devido ao aumento dos combustíveis e da energia elétrica. Não tivemos outra alternativa nesse momento e esperamos que compreendam. Em caso de dúvidas, mandem inbox ou mensagem no WhatsApp!”

Veja como responder dúvidas e críticas nas redes sociais

Exemplo de comunicado por e-mail

Se você tem um produto ou serviço com venda mais complexa ou por assinatura, é importante enviar e-mails para seus clientes informando sobre o aumento.

Veja um exemplo:

“Olá, <nome do cliente ou empresa>!

Comunicamos que a partir do dia 01/09/2022, teremos um reajuste de 8% em nossos produtos/serviços.

Essa medida foi necessária para cobrir o aumento de preços dos combustíveis, insumos de produção e da energia elétrica.

Dessa maneira, conseguiremos manter a qualidade de nossos produtos/serviços e continuar garantindo sua satisfação.

Segue em anexo a tabela com os novos preços para consulta.

Em caso de dúvidas, estamos à disposição para mais informações.

Agradecemos a compreensão.

<assinatura da empresa>”

Como precificar um produto ou serviço para reajuste?

Agora que você sabe como enviar um comunicado de reajuste de preço aos clientes, vamos fechar com dicas para ajudar na formação do novo valor de venda.

Veja como precificar produtos e serviços

Calcule seus custos atuais

O primeiro passo para precificar novamente um produto é calcular os custos que você tem com ele atualmente.

Para isso, considere o quanto você gasta na compra do item para revenda ou matéria-prima, por exemplo.

Depois, some as despesas variáveis, como energia elétrica, combustível, comissões, etc.

Lembre-se também de considerar os custos fixos do negócio (aluguel, serviços mensais, folha de pagamento, etc.) e fazer um rateio entre os produtos.

Dessa forma, você terá uma noção clara dos custos envolvidos para aumentar o preço e garantir seu lucro na venda.

Analise os preços da concorrência

A concorrência deve servir como referência para seus preços, pois os clientes podem facilmente trocar sua empresa por outra se acharem caro demais.

Por isso, avalie os valores dos seus competidores diretos antes de mudar os preços e mantenha um nível coerente.

Entenda se seu cliente pode pagar

Também é importante avaliar se o cliente está disposto a pagar o novo preço do seu produto ou serviço, dependendo do valor que ele enxerga na solução.

Para isso, considere o perfil do seu público e entenda se o poder de compra dele é compatível com o novo valor.

Amplie as formas de pagamento

Por fim, uma forma de facilitar o reajuste de preços na sua empresa é oferecer mais formas de pagamento para seus clientes.

Se você ainda não aceita cartão, por exemplo, a maquininha MEI Fácil é um passo essencial para ter mais flexibilidade nos preços.

Além disso, você pode emitir boletos de cobrança ou mesmo utilizar o Pix Cobrança para cobrar seus clientes.

Então, está pronto para enviar o comunicado de reajuste de preço aos clientes?

Aproveite e conheça todos os meios de pagamento que a MEI Fácil Por Neon oferece para facilitar sua vida.

Não se esqueça de se inscrever na TV MEI Fácil e acompanhar as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.