O marketing de conteúdo para MEI é uma estratégia acessível e eficiente para conquistar mais clientes e promover sua marca na internet.

Hoje, os consumidores estão cansados de ver anúncios, mas podem se interessar por conteúdos informativos e de qualidade produzidos por empresas.

Estamos falando de artigos de site e blog, publicações em redes sociais, infográficos, ebooks, vídeos e vários outros formatos que podem ser divulgados online.

Quer ver como o marketing de conteúdo para MEI pode atrair clientes e alavancar suas vendas?

Então, continue lendo os tópicos a seguir e siga nossas dicas:

O que é marketing de conteúdo para MEI?

Marketing de conteúdo para MEI é uma estratégia de divulgação que consiste em produzir conteúdo exclusivo, relevante e de qualidade para atrair clientes e vender mais.

Ela faz parte das táticas de marketing digital (marketing feito pela internet) e também do inbound marketing (marketing de atração).

No caso, essa estratégia se diferencia do tradicional outbound marketing (marketing de interrupção), que é a publicidade tradicional com anúncios patrocinados.

Enquanto a mídia paga “interrompe” a navegação do usuário e pode ser mais invasiva, o inbound marketing e o marketing de conteúdo fazem o caminho inverso: despertam a atenção do cliente com conteúdos interessantes e os trazem para perto da empresa.

Para o microempreendedor individual, é um ótimo caminho para atrair mais pessoas e gerar mais vendas sem precisar investir em mídia paga.

Basta entregar informações que realmente são úteis para o público-alvo e ajudam a criar um relacionamento com os potenciais clientes.

Veja 13 estratégias de marketing para aplicar na sua MEI

Por que a MEI deve investir em marketing de conteúdo?

Investir em marketing de conteúdo para MEI é uma forma barata e eficiente de divulgar seus produtos e serviços na internet e conquistar novos clientes.

Hoje, as pequenas empresas conseguem engajar pessoas e construir uma audiência online produzindo conteúdo para as mais diversas plataformas.

Você pode escrever um blog, fazer publicações nas redes sociais, gravar vídeos, lançar um curso online e várias outras estratégias que entregam informação de qualidade ao seu público-alvo e geram novas oportunidades de venda.

Vantagens do marketing de conteúdo para o MEI

São muitas as vantagens do marketing de conteúdo para a MEI.

Acompanhe a lista:

  • Atrai consumidores interessados nos seus produtos e serviços
  • Aumenta o tráfego no seu site ou e-commerce, fazendo com que mais pessoas entrem em contato com a sua marca e queiram comprar de você
  • Gera engajamento junto ao seu público-alvo, que interage por meio de curtidas, comentários e compartilhamentos
  • Cria relacionamentos com os consumidores que buscam informação de qualidade
  • Cria autoridade para a sua marca nos temas relacionados ao seu mercado (um diferencial importante)
  • Melhora o posicionamento do seu site ou blog nos mecanismos de busca, proporcionando maior visibilidade na internet
  • Educa seus leads (potenciais clientes) sobre o produto ou serviço que você vende, facilitando o fechamento das vendas
  • Tem baixo custo, já que os conteúdos podem ser produzidos por você mesmo ou por um freelancer e não é preciso pagar pela mídia
  • Reduz o Custo de Aquisição de Clientes (CAC), considerando o baixo investimento para atrair pessoas com conteúdos relevantes
  • Atrai clientes em longo prazo, uma vez que os conteúdos permanecem no ar por muito tempo.

Marketing de conteúdo custa caro?

O marketing de conteúdo para MEI é uma das estratégias mais baratas para promover o negócio.

Por exemplo, você pode abrir conta nas principais redes sociais ou criar um blog gratuito e começar a criar conteúdo sem gastar nada.

No caso, a questão é se o microempreendedor individual tem tempo e habilidade para se dedicar à produção de textos, imagens, infográficos, vídeos e outros formatos possíveis de conteúdo online.

Caso a rotina seja corrida e falte conhecimento técnico, será preciso contratar profissionais para criar os materiais necessários.

Mesmo assim, a estratégia fica muito barata em comparação com ações de mídia paga no geral, pois é possível buscar freelancers para executar o trabalho por valores acessíveis.

Como o MEI pode fazer marketing de conteúdo?

Se você se interessou em usar o marketing de conteúdo para MEI, temos um guia rápido para ajudar nos primeiros passos.

Confira:

1. Defina seu objetivo

Se você vai fazer marketing de conteúdo para MEI, precisa saber quais são seus objetivos com essa estratégia.

Você quer aumentar as vendas? Melhorar o reconhecimento de marca? Gerar mais contatos? Engajar seu público?

As possibilidades são inúmeras e você precisa ter esse propósito em mente antes de começar a produzir conteúdo.

2. Conheça seu público-alvo

Um dos pontos mais importantes do marketing de conteúdo é o conhecimento sobre o público-alvo.

Afinal, seu conteúdo só será relevante se atender às necessidades dos seus potenciais compradores.

Então, você precisa saber quem são essas pessoas, qual seu gênero, a que classe social pertencem, qual sua ocupação, entre outras informações que compõem o perfil do cliente.

Com esse perfil claro, será muito mais fácil direcionar seu conteúdo às pessoas certas e atingir seus objetivos.

3. Escolha os canais

É importante escolher os canais certos para implementar sua estratégia de marketing de conteúdo para MEI.

Você pode publicar seus conteúdos:

  • No seu site ou blog
  • Em redes sociais como Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, Tik Tok e Pinterest
  • Em plataformas de vídeo e streaming como YouTube e Vimeo
  • No e-mail marketing
  • Em uma landing page (página de captura onde o lead fornece seus dados em troca do download de um material rico como um ebook).

A escolha depende do número de canais que você consegue gerenciar ao mesmo tempo e da preferência do seu público-alvo em relação a essas plataformas.

4. Escolha os formatos

O marketing de conteúdo para MEI abrange uma grande variedade de formatos.

Temos as clássicas publicações em blog, posts em redes sociais e vídeos para o YouTube, por exemplo.

Nessa estratégia, também é muito comum usar os chamados materiais ricos, que são conteúdos mais aprofundados que podem ser oferecidos em troca do cadastro dos clientes e outras interações.

Alguns exemplos são ebooks, whitepapers, infográficos e webinars.

5. Adapte os conteúdos ao funil de vendas

O funil de vendas é um diagrama em formato de funil que representa a jornada de compra do seu cliente, desde o primeiro contato como visitante até o fechamento da venda.

Para entregar a informação certa ao consumidor – aquela que aumentará as chances de conversão –, você precisa direcionar os conteúdos produzidos de acordo com a etapa do funil que o lead se encontra.

Confira as três etapas e como se comunicar em cada uma delas:

  • Topo de funil: é a fase de descoberta da necessidade, na qual o cliente ainda não sabe que tem um problema e que seu produto pode resolvê-lo. Aqui, você deve priorizar conteúdos introdutórios e altamente informativos
  • Meio do funil: é a fase de reconhecimento do problema e consideração da solução, na qual o cliente entende que precisa do produto ou serviço que você vende. Nessa etapa, vale oferecer conteúdos mais práticos e aprofundados
  • Fundo de funil: é a fase de decisão final de compra, na qual seu lead estará comparando sua empresa com os concorrentes para decidir se fecha o negócio. É o momento de abordar o cliente com uma oferta e oferecer materiais detalhados sobre seu produto ou serviço.

6. Otimize seus conteúdos para SEO

É impossível falar em marketing de conteúdo para MEI sem mencionar o SEO (Search Engine Optimization), que significa Otimização para Mecanismos de Busca.

Essa estratégia consiste em otimizar seus conteúdos para que eles apareçam no topo dos resultados de busca do Google quando os usuários pesquisarem por palavras-chaves relacionadas ao seu negócio.

Por exemplo, se você tem uma loja de roupas femininas focada em moda praia, pode usar palavras-chaves como “comprar biquíni online”, “loja online de maiôs” ou “saída de praia comprar” nos seus conteúdos.

Isso fará com que seu site ou blog apareça para o consumidor quando ele digitar esses termos na busca do Google – isso, é claro, se o seu conteúdo estiver otimizado corretamente e com alto nível de qualidade.

Logo, o SEO é uma maneira barata e eficiente de gerar mais visibilidade para a sua MEI na internet e promover seus conteúdos de forma orgânica (sem patrocínios envolvidos).

7. Crie um cronograma

Para que o marketing de conteúdo dê resultado, você precisa publicar conteúdos com frequência e mantê-los atualizados.

Para isso, vale criar um cronograma de publicações e seguir à risca os prazos propostos.

8. Acompanhe as métricas

Por fim, para saber se sua estratégia de marketing digital para MEI está dando certo, você precisa acompanhar as métricas de desempenho das suas ações.

Por exemplo, se o seu objetivo é alcançar as primeiras posições do Google com um post no blog, você precisa acompanhar a evolução da página no ranking de resultados – o que pode ser feito na própria busca do Google ou por meio do Google Search Console.

Se a intenção é gerar mais vendas em uma loja online com o post, vale usar o Google Analytics para entender se os usuários estão comprando após a leitura do texto.

Entendeu como funciona o marketing de conteúdo para MEI e por que é uma boa ideia?

Então, aproveite e veja mais dicas no artigo “Como divulgar minha marca do zero e vender mais”