Se você está buscando como estornar um Pix, saiba que, caso você erre os dados ou se arrependa de uma transação, a instituição financeira não pode fazer nada.

Afinal, as transferências desse sistema de pagamento acontecem em menos de 10 segundos, com crédito direto na conta do recebedor.

No entanto, é possível conseguir o cancelamento do Pix em algumas situações específicas, como golpes e erros de sistema.

Continue a leitura para saber se é possível e como estornar um Pix em diversos casos.

Tem como estornar um Pix?

Não, o Pix é um sistema de pagamentos instantâneos que não permite a realização de estornos. Isso porque as transferências e pagamentos são feitas instantaneamente (em menos de 10 segundos).

Uma vez que o dinheiro tenha caído na conta do recebedor, não há mais possibilidade de cancelar a operação ou pedir uma devolução.

Essa característica é própria do Pix porque reforça sua confiabilidade como meio de pagamento, já que as transações não podem ser interrompidas ou desfeitas.

Por outro lado, isso pode ser um problema caso você faça um Pix errado.

Por exemplo, se um MEI resolve pagar o pedido de um fornecedor via Pix e acaba digitando a chave errada, o dinheiro vai parar na conta de outro recebedor em questão de segundos.

Nesse caso, é impossível fazer um estorno — daí a importância de prestar muita atenção na hora de digitar uma chave Pix ou os dados de uma conta no sistema.

Leia também: Pix para empresas: como funciona e quais as vantagens para o MEI?

Como fazer um Pix?

Para fazer um Pix, você pode utilizar uma chave Pix do recebedor (telefone celular, e-mail, CPF/CNPJ ou chave aleatória) ou digitar os dados da conta na área de transferências.

Além disso, é possível pagar com Pix utilizando um QR Code ou um código alfanumérico na função “Pix Copia e Cola”.

Em todas as opções, a transferência de dinheiro é instantânea e sem possibilidade de estorno.

Tem como cancelar um Pix?

Se você quer saber como estornar um Pix, saiba que existem apenas duas possibilidades em que a transação pode ser cancelada após a transferência de recursos:

  1. Suspeita de golpe;
  2. Falha operacional da instituição financeira.

Nessas situações, você pode utilizar um recurso chamado Mecanismo Especial de Devolução (MED), que permite a solicitação de devolução do valor do Pix em até 80 dias após a operação.

No entanto, para isso, é feita uma análise para confirmar se houve fraude ou erro no sistema do agente financeiro.

Já em situações de arrependimento do pagamento, erro dos dados e discordâncias comerciais, não há nada a ser feito.

Fiz um Pix errado, e agora?

Se você fez um Pix errado, a primeira medida deve ser entrar em contato com o recebedor para tentar uma devolução voluntária.

Caso a pessoa não queira devolver de forma amigável, o próximo passo é salvar todas as evidências da situação, como prints de conversas no WhatsApp ou ligações gravadas, e registrar um boletim de ocorrência.

Então, você deve entrar em contato com um advogado de confiança para entrar na Justiça pelo direito à devolução.

Lembrando que o Código Penal define que “apropriação de coisa obtida por erro” é uma conduta criminosa.

Agora, se você foi vítima de um golpe, deve fazer um boletim de ocorrência imediatamente e contatar sua instituição financeira para solicitar a devolução pelo sistema MED que vimos anteriormente.

O banco vai analisar a situação e, se for comprovada a fraude, o valor será devolvido à sua conta em até 24 horas.

O mesmo vale para situações de erro de sistema da instituição, como Pix duplicados.

Como evitar pagamentos errados com o Pix

Para evitar pagamentos errados com o Pix, siga as dicas abaixo:

  • Sempre confira com muita atenção os dados do recebedor após digitar a chave Pix e antes de confirmar a operação;
  • Desconfie quando for fazer um pagamento para uma empresa e aparecer um nome desconhecido após a digitação da chave;
  • Salve seus contatos recorrentes na sua área Pix para facilitar suas transferências e não ter que ficar digitando as chaves toda vez.

Leia também: Pix, boleto ou Pix Cobrança: qual escolher?

Pague e receba com Pix

Se você quiser pagar e receber com Pix, pode usar as soluções da MEI Fácil por Neon para digitalizar seus pagamentos.

No app MEI Fácil por Neon, você consegue gerar um QR Code pelo Pix Cobrança em poucos passos.

Basta informar o valor da venda, a data de vencimento e incluir dados opcionais como juros e multas por atraso ou descontos.

Inclusive, é possível agendar o pagamento para uma data futura, se isso for acordado com o cliente. Então, é só compartilhar o código com o cliente por e-mail ou WhatsApp.

Assim, ele poderá pagar escaneando o QR Code ou usando a função “Pix Copia e Cola”.

E você ainda consegue vender parcelado no Pix emitindo diversos QR Codes de parcelas com datas de vencimento diferentes.

Para ter acesso a todas essas facilidades, é só abrir sua conta digital MEI Fácil e criar suas chaves Pix (ou fazer a portabilidade de chaves).

 

Entendeu como estornar um Pix é inviável? Então, tome muito cuidado na hora de utilizar o sistema para aproveitar somente suas vantagens.

Aproveite para se inscrever na TV MEI Fácil e acompanhar as redes sociais e não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.