Saber como vender parcelado é essencial para diversificar suas formas de pagamento e conseguir mais clientes para o seu negócio.

Afinal, 82% dos clientes têm o hábito de parcelar suas compras e 41% parcelam sempre que podem.

Os dados são de uma pesquisa da Opinion Box divulgada no E-commerce Brasil.

Logo, se você oferecer essa opção de pagamento na sua MEI, poderá aumentar suas vendas e impulsionar seu crescimento.

Veja a seguir como vender parcelado em diversos meios de pagamento e cobrar os clientes da forma correta.

Confira os tópicos:

Como vender parcelado em diferentes meios

Se você quer aprender como vender parcelado, saiba que existem diversos meios para aplicar esse tipo de cobrança.

Confira as opções que você tem como MEI:

Como vender no boleto parcelado

Uma das formas mais simples de vender parcelado é por meio do carnê, que consiste em uma série de boletos de cobrança emitidos para parcelar o pagamento de uma compra.

Por meio do app MEI Fácil por Neon, por exemplo, você consegue gerar boletos de cobrança à vista e parcelados para seus clientes em poucos passos.

É possível fazer a cobrança pelo carnê em até 12 vezes e você decide o valor de juros que deve ser cobrado do cliente — e também a multa por atraso, se for o caso.

Nesse caso, os boletos são emitidos com o valor de cada parcela acrescida dos juros e devem ser pagos mês a mês pelo consumidor até a data de vencimento estabelecida.

A vantagem é que os consumidores já estão acostumados com essa forma de pagamento, que é muito comum em crediários de lojas varejistas.

Como o MEI pode vender parcelado no boleto?

Como vender parcelado no Pix

O Pix também possibilita a venda parcelada para clientes por meio do Pix Cobrança.

Esse serviço do Banco Central permite que você emita QR Codes para fazer cobranças instantâneas, com data de vencimento e inclusão de multa, juros ou descontos.

A única questão é que, nesse modelo, você precisa emitir cada QR Code referente às parcelas acordadas com o cliente antes da data de vencimento.

Afinal, não é possível emitir todos os códigos de forma automática e antecipada, como ocorre com os boletos.

A vantagem do Pix Cobrança é que o tempo de compensação do pagamento é instantâneo, enquanto o boleto leva em torno de 2 dias úteis para ser liquidado.

Logo, se você optar pelo parcelamento com Pix, pode receber o dinheiro das parcelas mais rapidamente.

Além disso, o Pix Cobrança não tem taxas na MEI Fácil por Neon, enquanto outros meios de pagamento têm tarifas que encarecem a transação.

Por outro lado, você precisa ter uma organização melhor, já que os QR Codes devem ser emitidos e enviados ao cliente mensalmente até que a dívida seja quitada.

Venda parcelada no cartão

A venda parcelada no cartão de crédito é a mais utilizada no mercado.

Nesse caso, é muito simples: basta optar pelo pagamento parcelado na maquininha de cartão, que permite que as compras sejam divididas em até 12 vezes.

O mesmo vale para gateways de pagamento utilizados em lojas virtuais, que disponibilizam a opção do parcelamento no cartão de crédito no momento do checkout do cliente.

Apesar de prática, essa é a modalidade com maior custo para o MEI, pois as taxas cobradas pelo crédito parcelado são as mais altas.

Isso acontece porque a operadora da maquininha tem um custo para repassar o valor parcelado — e ainda é preciso considerar a correção monetária que ocorre mês a mês.

Como vender online parcelado

Para vender online parcelado, você pode utilizar qualquer uma das opções que vimos até aqui, com exceção da maquininha, que exige um cartão físico.

A mais comum é o parcelamento por meio de um gateway de pagamento integrado à sua loja virtual, que funciona como uma maquininha virtual.

Neste caso, as condições de parcelamento são exibidas para o cliente no momento do checkout e são definidas pela adquirente responsável.

No entanto, você também pode oferecer o pagamento parcelado por boleto ou Pix na internet.

Se você vende pelas redes sociais, por exemplo, pode combinar a venda dessa forma com seus clientes e enviar o link de pagamento por mensagem.

Tem como vender parcelado e receber à vista?

Sim, tem como vender parcelado e receber à vista, se você precisa do dinheiro o mais rápido possível para manter um fluxo de caixa saudável.

A forma mais simples de fazer isso é por meio da sua maquininha de cartão, optando pelo recebimento antecipado das vendas parceladas no cartão de crédito.

No entanto, é óbvio que essa modalidade tem um custo maior, pois a operadora está antecipando o valor enquanto você recebe o dinheiro em parcelas.

Na maquininha MEI Fácil por Neon, por exemplo, você pode optar pelo crédito parcelado recebido em até 1 dia útil no Plano Antecipado.

Ou seja: nessa opção, o valor total das compras parceladas no crédito em até 12 vezes cai em até 1 dia útil na sua conta digital MEI Fácil.

Para isso, são cobradas taxas que começam em 7,4% e chegam a 23,4%, dependendo do número de parcelas escolhido pelo cliente.

Por que vender parcelado?

Vender parcelado traz inúmeras vantagens para o MEI, tais como:

  • Aumento nas vendas, pois muitos clientes preferem esse meio de pagamento
  • Conquista de novos clientes, pois aumenta o alcance de públicos de diferentes realidades socioeconômicas
  • Aumento do ticket médio, já que os clientes tendem a gastar mais quando podem parcelar
  • Previsibilidade de receita, uma vez que você sabe quanto vai receber mês a mês e pode se organizar melhor financeiramente.

Quando vender parcelado?

Vale a pena vender parcelado nas seguintes situações:

  • Quando você vende produtos e serviços com valor mais alto, que são tipicamente parcelados pelos clientes
  • Quando você vende bens duráveis (ex: eletrodomésticos) e serviços de médio e longo prazo (ex: viagens)
  • Quando você precisa aumentar suas vendas e atrair mais clientes
  • Quando você percebe que seus clientes preferem a concorrência porque podem parcelar suas compras.

me6 dicas para vender parcelado

Agora que você sabe como vender parcelado e quais são as vantagens, confira algumas dicas para usar corretamente essa forma de cobrança.

1. Planeje seu fluxo de caixa

Se você optar pelas formas de pagamento com recebimento mês a mês, é importante planejar muito bem seu fluxo de caixa.

Para isso, você deve inserir o valor das parcelas na projeção de faturamento dos meses seguintes, de modo que consiga manter o controle do dinheiro que entrará no caixa.

Se quiser se organizar melhor, use nossa planilha de controle financeiro gratuita para o MEI.

2. Escolha o melhor meio de pagamento

Vimos vários meios de pagamento que você pode usar para vender parcelado.

Logo, você deve escolher o que se adapta melhor ao seu negócio, de acordo com as formas de pagamento preferidas dos seus clientes.

Assim, você garante a conveniência para os consumidores e consegue aumentar suas vendas com essa opção.

3. Tome cuidado com a inadimplência

Alguns meios de pagamento são mais vulneráveis à inadimplência, como o boleto bancário parcelado e o Pix.

Afinal, não há garantia que o cliente vai pagar as parcelas em dia, uma vez que o pagamento depende exclusivamente dele.

Então, se você tem problemas com inadimplência no seu negócio e não costuma fazer uma boa análise de crédito dos seus clientes, é melhor vender parcelado somente pelo cartão de crédito, que tem o recebimento garantido, apesar dos custos maiores.

Como se prevenir para evitar calotes de clientes? Confira 6 dicas!

4. Ofereça parcelamento sem juros

O parcelamento sem juros é a forma de pagamento mais procurada pelos consumidores.

Por isso, se você quer atrair mais clientes com facilidades de pagamento, essa é a opção certa.

Nesse caso, você pode ajustar o preço de venda e a margem de lucro dos produtos e serviços pensando nessa opção, já considerando os custos que terá com a cobrança parcelada.

5. Se preciso, repasse as taxas ao cliente

É possível repassar as taxas da maquininha de cartão ao cliente nas compras parceladas, de modo a reduzir o impacto dos custos nas finanças do MEI.

No entanto, você deve ter cuidado ao implementar essa prática, uma vez que alguns clientes podem ficar insatisfeitos.

De modo geral, vale a pena cobrar a taxa da maquininha quando é uma prática comum no seu segmento e pode trazer benefícios para o seu negócio.

Lembre-se também de anunciar essa prática como descontos nos pagamentos à vista.

6. Divulgue o parcelamento na sua MEI

Se você decidiu aprender como vender parcelado, vale a pena divulgar essa opção de pagamento para seus clientes.

Isso porque a modalidade faz sucesso entre os consumidores e deve ser ressaltada nas suas estratégias de marketing.

Desta forma, você alcança as vantagens que o parcelamento proporciona, como mais clientes, ticket médio maior e aumento nas vendas.

E então, já sabe como vender parcelado na sua MEI?

Se você ainda não se formalizou, abra seu MEI agora mesmo e conquiste sua independência.

Inscreva-se também na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.