CNPJ inapto: entenda o que significa e saiba como resolver

3 minutos de leitura
Homem em frente a computador com semblante de preocupação
Navegue pelo conteúdo

Ficar com o CNPJ inapto não é indicado para nenhuma empresa, pois significa que você está devendo explicações ao Fisco. No caso do MEI, isso pode acontecer se você deixar de entregar a declaração anual por um determinado período.

Com o CNPJ inapto, você não consegue emitir notas fiscais, não pode usar seu CNPJ em nenhuma inscrição e pode até ter sua conta bancária bloqueada.

Para evitar essas consequências, saiba tudo sobre a inaptidão e veja como regularizar sua situação.

O que é CNPJ inapto?

CNPJ inapto é uma situação irregular que acontece quando uma empresa não entrega declarações fiscais obrigatórias por dois anos consecutivos.

Nesse caso, a Receita Federal entende que o negócio está omitindo informações e deixando de cumprir suas obrigações perante a legislação.

Assim, quando a empresa se encontra nessa situação, o Fisco emite uma declaração de inaptidão da inscrição no CNPJ como forma de penalizar a pessoa jurídica.

O processo é realizado por meio de um Ato Declaratório Executivo (ADE) que é emitido eletronicamente pela Receita e publicado no Diário Oficial da União.

Dessa maneira, o empreendedor é comunicado sobre o CNPJ inapto por meio do Portal e-CAC (Centro de Atendimento Virtual da Receita Federal).

Quando isso acontece, é preciso entregar as declarações e demonstrativos pendentes o quanto antes para regularizar a situação do negócio e evitar prejuízos.

Causas do CNPJ inapto

Como vimos, a causa do CNPJ inapto é a omissão de declarações e demonstrativos obrigatórios por mais de dois anos consecutivos.

Veja quais obrigações acessórias podem levar a essa situação quando não observadas:

  • DASN SIMEI — Declaração Anual Simplificada do Microempreendedor Individual;
  • DEFIS — Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais;
  • DCTF — Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais;
  • RAIS — Relação Anual de Informações e Salários;
  • GFIP — Guia de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social;
  • SPED EFD — Contribuições (escrituração digital).

Como você pode ver, no caso do Microempreendedor Individual (MEI), ficar sem entregar a declaração anual por dois exercícios consecutivos é suficiente para gerar um CNPJ inapto.

Como regularizar CNPJ inapto?

Para regularizar o CNPJ inapto, basta seguir os passos abaixo:

  • Acesse o portal e-CAC da Receita Federal com a sua conta gov.br;
  • Clique em “Certidões e Situação Fiscal”;
  • Clique em “Consulta Pendências – Situação Fiscal”;
  • Todas as pendências que levaram ao CNPJ inapto serão listadas nesse instante;
  • Então, basta entregar as declarações e demonstrativos apontados pela Receita para regularizar a situação do CNPJ.

Lembrando que você terá que pagar multas pela entrega de declarações fora do prazo, dependendo da obrigação que foi emitida.

Como retificar a declaração MEI (DASN) passo a passo.

Quais as consequências do CNPJ inapto?

Um CNPJ inapto tem uma série de consequências negativas para a empresa, tais como:

  • Risco de ter uma baixa de inscrição;
  • Pagamento de multa devido à situação de inaptidão;
  • Suspensão das notas fiscais emitidas durante o período de inaptidão;
  • Impossibilidade de se inscrever em qualquer sistema com o CNPJ inapto;
  • Possibilidade de cobrança de débitos diretamente dos sócios;
  • Impedimento de usufruir de benefícios fiscais;
  • Impedimento de abrir nova empresa ou participar de licitações;
  • Inscrição do nome em dívida ativa no Cadastro Informativo de Créditos Não Quitados do Setor Público Federal (Cadin).

Como negociar dívida MEI? 6 soluções para sair do vermelho.

CNPJ inapto bloqueia conta corrente?

Por lei, a Receita Federal pode bloquear a conta corrente de uma empresa como punição pelo não cumprimento de obrigações fiscais.

No caso do CNPJ inapto, a RFB pode tomar essa medida para impedir a movimentação na conta jurídica do negócio, caso a empresa não regularize a situação dentro do prazo estabelecido.

O bloqueio é feito por meio de um juiz após uma consulta ao BACENJUD, um sistema do Banco Central que atende a esse tipo de ocorrência.

Dessa forma, todas as contas bancárias vinculadas ao CNPJ da empresa podem ser bloqueadas até o valor limite da dívida.

Existe prazo para regularizar CNPJ inapto?

Sim, o prazo máximo para regularizar um CNPJ inapto é de cinco exercícios (cinco anos).

Se a empresa não tomar as providências necessárias para entregar suas declarações nesse período, será efetivada a baixa de inscrição (extinção do CNPJ).

Antes do cancelamento oficial, a Receita Federal emite uma intimação via edital e a empresa tem o prazo adicional de 60 dias para regularizar sua situação — uma última chance antes do encerramento do CNPJ.

Esse é o pior que pode acontecer, mas antes disso, são enviadas diversas intimações e multas para pressionar a empresa a solucionar a inaptidão, além do próprio bloqueio de contas bancárias.

Entendeu o que é CNPJ inapto e como regularizar as pendências?

Para não correr o risco de cair nessa situação, fique de olho nas obrigações do MEI.

Inscreva-se também na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.

Este artigo foi útil?
Nota Média: 4.5 | Votos: 6
Tags:
Vale a pena ler