Fiz um Pix errado, e agora? Descubra como recuperar o dinheiro

3 minutos de leitura
Mulher com a mão no rosto olhando para celular em frente a fundo amarelo
Navegue pelo conteúdo

“Fiz um pix errado, e agora?”. Se você está se perguntando isso, veio ao lugar certo para resolver seu problema, pois vamos explicar tudo sobre o assunto neste artigo.

Afinal, com a popularização do Pix, as transações vêm se multiplicando e, consequentemente, os erros também aumentam.

De repente, você descobre que enviou o dinheiro para a conta errada e não sabe o que fazer para recuperar o valor.

Mas não se desespere. Confira neste artigo tudo o que você pode fazer em caso de Pix errado.

Fiz um Pix errado, e agora?

“Fiz um Pix errado, e agora?” é uma situação que muitos de nós já vivemos ou ainda corremos o risco de experimentar.

Afinal, temos a possibilidade de fazer transferências para qualquer conta em segundos, utilizando apenas um número de celular, um CPF ou um e-mail — as famosas chaves Pix.

Só que toda essa praticidade também aumenta o risco de erros. Basta um dígito fora de lugar ou um momento de distração para enviar o dinheiro para a pessoa errada.

Por isso, cada vez mais pessoas se perguntam o que fazer quando um Pix vai parar na conta de um desconhecido.

Se você está nessa situação, o primeiro passo é entrar em contato com o recebedor imediatamente e solicitar a devolução de forma amigável.

Caso você não possa contar com a colaboração do destinatário, existem algumas outras medidas que podem ser tomadas, como veremos agora.

Veja também: Como estornar um Pix: é possível cancelar a transferência?

Tem como cancelar um Pix errado?

A única situação em que um Pix errado pode ser cancelado é quando ele foi agendado. Nesse caso, basta cancelar o agendamento no aplicativo do seu banco antes que a transação seja efetivada.

Agora, se o dinheiro já caiu na conta do recebedor, não existe a possibilidade de cancelamento. A exceção é no caso de golpes e transações feitas sob coação de um criminoso, por exemplo.

Nesse caso, o banco pode acionar um recurso chamado Mecanismo Especial de Devolução (MED), criado pelo Banco Central, que permite o bloqueio do valor do Pix por até 72 horas.

Se for comprovado o golpe, o dinheiro pode ser estornado para a sua conta antes que o pior aconteça.

Se foi simplesmente um erro cometido por você, não existe essa possibilidade de bloqueio do valor enviado.

Veja ainda: Quais os principais golpes do Pix que afetam MEIs?

Como recuperar Pix errado?

A solução para recuperar um Pix errado é entrar em contato com o recebedor e solicitar a devolução do valor. Se a chave Pix for um e-mail ou celular, você poderá contatar a pessoa facilmente.

Caso seja um CPF, ainda será possível encontrar o recebedor buscando pelo nome em redes sociais, por exemplo.

Então, a pessoa que recebeu o Pix errado deverá conferir seus dados na conta e fazer um outro Pix devolvendo o dinheiro.

É claro que nem sempre será possível contar com a honestidade alheia.

E se o destinatário não quiser devolver?

Se o destinatário se recusar a devolver o Pix, é importante que você saiba que ele está cometendo crime de apropriação indébita.

No artigo 169 do Código Penal, fica claro que é proibido “apropriar-se de coisa alheia vinda ao seu poder por erro, caso fortuito ou força da natureza”.

Ou seja, se o dinheiro foi transferido por erro, o recebedor não pode se apropriar de um valor que não é seu. A pena prevista para o crime é de detenção de um mês a um ano ou multa.

Além disso, a Resolução BCB nº 1 de agosto de 2020, que regulamenta o Pix, prevê a devolução de valores em caso de desacordo entre as partes.

Então, se a pessoa se recusar a devolver ou simplesmente não responder às suas tentativas de contato, você deve entrar em contato com seu banco e relatar a situação.

Em alguns casos, a instituição financeira pode fazer essa mediação com o outro banco e tentar um acordo.

Se isso não resolver, o próximo passo é abrir um Boletim de Ocorrência (BO) e entrar com uma ação civil para exigir reparação cível e indenização.

Na Justiça, a pessoa pode ser obrigada a devolver o valor e ainda pagar indenização, além de ficar sujeita à pena de multa ou detenção.

Se eu recebi um Pix errado, tenho que devolver?

Sim, se você recebeu um Pix errado, deve devolver o valor imediatamente. Do contrário, estará cometendo o crime de apropriação indébita e poderá ser responsabilizado civil e criminalmente.

Além disso, é uma questão de civilidade e empatia, pois é um erro que pode acontecer com qualquer um de nós.

Como devolver um Pix errado?

Para devolver um Pix errado, entre em contato com a pessoa que realizou a transação. Hoje em dia, é fácil localizar pessoas na internet pelo nome, buscando por redes sociais.

Se você não encontrar o emissor e a própria pessoa não entrar em contato, é preciso avisar seu banco sobre o erro para que seja feita a devolução.

A instituição financeira poderá fazer o processo sem ferir as determinações da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Entendeu o que fazer no caso de um Pix errado?

Inscreva-se também na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3.7 / 5. Número de votos: 18

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Vale a pena ler