Está em seus planos abrir um MEI para serviços administrativos? Nesse caso, vale prestar atenção porque, na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), existem categorias não permitidas para MEI.

Lembrando sempre que é possível cadastrar até 15 atividades secundárias, desde que elas tenham relação com a atividade principal.

Ou seja, opções não faltam para quem quer prestar serviços administrativos como empreendedor e ganhar dinheiro com isso.

Confira neste texto o que você pode e o que não pode fazer como MEI.

Posso abrir MEI para serviços administrativos?

Pode, desde que ela se enquadre nas atividades previstas no CNAE 8219-9/99 — Preparação de documentos e serviços especializados de apoio administrativo.

O MEI pode trabalhar na preparação de documentos, redação de cartas e textos administrativos, transcrição de documentos e apoio à secretaria.

Existe ainda a CNAE 8211-3/00 — Serviços combinados de escritório e apoio administrativo, mas essa, infelizmente, não é permitida para MEI.

O que não chega a ser um problema, já que boa parte das atividades previstas nela está na CNAE 8219-9/99.

Alternativas do MEI para serviços administrativos

Uma vez que você se enquadre nessa CNAE, poderá exercer as atividades previstas para essa classificação e nada mais.

A vantagem é que o leque de opções é relativamente amplo, englobando quase todas as atividades administrativas que um MEI pode exercer.

Cabe destacar ainda outras atividades parecidas proibidas para MEIs:

  • Atividades de registro e de cadastramento de usuários para fins de certificação digital (6319-4/00);
  • Serviços de taquigrafia (8299-7/99);
  • Impressão de material para uso industrial e comercial (1813-0/99);
  • Arquivista de Documentos (excluída em 2021).

Como abrir MEI para serviços administrativos?

A quantidade de MEIs aumenta a cada dia porque, além de permitir a qualquer trabalhador independente se formalizar, o processo é muito simples e rápido.

Na MEI Fácil por Neon, você abre seu MEI em minutos, sem pagar nada. Tudo online, prático e sem burocracia.

Banner com CTA para abrir conta MEI Fácil

Ah, e não se esqueça que, para ser MEI, você precisa:

  • Ter documentos pessoais (RG, CPF e Título de Eleitor);
  • Ter endereço e um número de telefone;
  • Ser maior de 18 anos (ou ter entre 16 e 18 anos e ser emancipado);
  • Escolher uma das atividades permitidas pelo MEI.

Como abrir empresa para atividade não permitida no MEI?

O governo prevê hoje um total de 466 atividades permitidas para MEI.

É bastante provável que você consiga se enquadrar em uma delas, concorda?

Caso você não encontre a atividade que pretende exercer entre as permitidas para MEI, então a melhor escolha é abrir uma Microempresa, uma Empresa de Pequeno Porte (EPP) ou uma Sociedade Limitada Unipessoal (SLU), que entrou no lugar da extinta Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI).

Dúvidas frequentes sobre MEI

Mais de 13 milhões de brasileiros são hoje Microempreendedores Individuais, categoria que representa 70% das empresas ativas no país.

A procura cada vez maior de pessoas interessadas em abrir seu próprio negócio faz surgir em nossos canais digitais uma série de dúvidas frequentes.

Destacamos a seguir algumas delas para você ficar por dentro. Confira!

Como funciona o processo de abertura de MEI?

Você pode se formalizar como MEI pelo app MEI Fácil por Neon.

Com esta solução, você consegue obter no mesmo dia os principais documentos (CNPJ, inscrição na Junta Comercial, no INSS e o Alvará Provisório de Funcionamento), gerando um documento único chamado Certificado da Condição de Microempreendedor Individual — CCMEI.

Não precisa assinar nada nem enviar documentos ou cópias. Tudo é feito online e podemos te ajudar.

É obrigado a emitir nota fiscal?

Uma das vantagens do MEI é não ser obrigado a emitir nota fiscal, exceto em vendas para empresas.

Se for o seu caso, faça o pedido da liberação para emitir NF-e no site da Prefeitura ou da Secretaria da Fazenda e depois vá até um posto para protocolar a documentação.

Depois disso, você poderá emitir NF pela internet.

Também vamos te orientar no passo a passo desse processo.

Como funciona o limite de faturamento?

Por lei, Microempreendedores Individuais podem faturar até R$ 81 mil por ano em 2022.

Quem ultrapassar esse teto deverá pedir desenquadramento, passando a ser uma Microempresa (ME) ou uma das categorias previstas conforme o novo faturamento.

Lembrando que, ao desenquadrar-se, você passa para o regime tributário Simples Nacional, com regras e impostos diferentes das do MEI.

 

Vimos neste artigo como funciona a abertura de MEI para serviços administrativos. A MEI Fácil por Neon facilita a sua vida desde a criação do CNPJ, com um aplicativo feito para você empreender com mais agilidade.

Inscreva-se também na TV MEI Fácil e acompanhe as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.