Os casos de COVID-19 fora da China aumentaram 13 vezes desde o início do mês de Março, chegando a 118 mil casos na última semana. Com cerca de 200 casos confirmados no Brasil até hoje, tornou-se um dever de todos, empreendedores e clientes, tomar medidas para evitar mais contágios. Em um momento como esse, surgem muitas dúvidas em relação ao coronavírus e as medidas de proteção necessárias. No texto a seguir, saiba mais sobre a doença e quais ações tomar em sua vida profissional durante esse período.  

Coronavírus: Proteja-se, empreendedor!

Nas últimas semanas, a população mundial se alarmou por conta do rápido avanço no número de casos de COVID-19, a doença contagiosa causada pelo novo coronavírus. Os primeiros casos surgiram em uma província chinesa, em Dezembro/2019. A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que a rápida expansão do vírus se configura como pandemia em 11/03/2020. A partir disso, os cuidados terão que ser redobrados, em uma tentativa de conter a quantidade de novos casos no Brasil.

Conheça as medidas de proteção e previna-se contra o coronavírus: 

Por ser um vírus respiratório, a transmissão acontece facilmente pelo ar, bem como pelo toque e uso de objetos em comum. Para prevenir o contágio, algumas medidas deverão ser tomadas. É preciso ressaltar que independente de estarem ou não em grupo de risco, por conta de sua rápida disseminação, será preciso a colaboração e cuidado de todos. Qualquer pessoa com o vírus pode acabar transmitindo para outra que se enquadra nos grupos de risco, como idosos, diabéticos e pessoas com problemas pulmonares e respiratórios. 

Abaixo, conheça algumas medidas para evitar o contágio:

  • Evite aglomerações e situações de risco, como transporte público, viagens e feiras;
  • Cogite trabalhar em casa, se possível. Faça reuniões on-line e altere datas de eventos, por exemplo;
  • Evite contato físico, principalmente com pessoas que tenham sintomas de gripe;
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como copos, garrafas, garfos, entre outros;
  • Evite tocar os olhos, nariz e boca sem lavar as mãos antes.

Por último, e mais importante: Lave as mãos frequentemente, com água e sabão. Redobre o cuidado após tossir ou espirrar, cumprimentar alguém e  tocar em superfícies diversas, como o seu celular. Se você ainda estiver trabalhando e passar muito tempo na rua ou transporte, tenha sempre álcool em gel (70%) consigo para higienização das mãos. 

Quais são os sintomas do novo coronavírus? 

A seguir, conheça os principais sintomas do COVID-19, causado pelo novo coronavírus. Similares a uma gripe ou resfriado, merecem atenção principalmente se você viajou para lugares onde o vírus circula, teve contato com pessoas infectadas, casos suspeitos ou faz parte dos grupos de risco:

  • Febre, com temperatura maior que 37,8º, surge em 88% dos casos;
  • Tosse seca, surge em 68% dos casos;
  • Fadiga (cansaço), em 38% dos casos;
  • Falta de ar, em 18% dos casos; 
  • Dor muscular e articulações, em 15% dos casos.

Ao notar os sintomas acima, procure um posto de saúde para fazer o teste do COVID-19 imediatamente. Você também pode ligar para 136 para tirar outras dúvidas. Não se automedique.

Outros sintomas, menos comuns, incluem: 

  • Dor de garganta: 14%
  • Dor de cabeça: 13%
  • Calafrio: 11%
  • Enjoo ou vômito: 5%
  • Congestão Nasal: 5%
  • Diarreia: 4%
  • Conjuntivite: 0,8%

Fonte: Our World in Data

Pessoas com mais de 60 anos ou com doenças preexistentes, como diabetes e cardiopatias, tem maiores riscos de ter a doença agravada. Portanto, mesmo que você não esteja nessa faixa, cuide-se e siga os procedimentos recomendados, pois você pode colocar a vida de outras pessoas em risco.

Outros grupos de risco incluem:

  • Portadores de doenças Respiratórias Crônicas: DPOC, Enfisema, Bronquite Crônica;
  • Pessoas com câncer;
  • Imunossuprimidos;
  • Transplantados.

Coronavírus: O que fazer em caso de pausa nas atividades do trabalho? 

Como dito anteriormente, evitar aglomerações é o caminho ideal para tentar conter novos casos da doença. Por conta disso, muitos profissionais e empresas estão decretando pausas e trabalho remoto. Lembre-se que, apesar de vários empreendedores serem afetados pela pausa nas atividades, sua saúde deve estar em primeiro lugar, assim como a de sua família e pessoas de seu convívio. 

Neste momento de isolamento, aproveite para organizar as finanças do seu negócio ou fazer sua Declaração Anual de Faturamento de 2019.

No vídeo abaixo, saiba tudo sobre a Declaração Anual do MEI:

Aproveite o momento para atender seus clientes pela internet e reagendar possíveis compromissos e reuniões. Quem trabalha com vendas poderá encontrar nesse período novas maneiras de expandir o seu negócio, através das vendas on-line ou ações nas redes sociais. Prepare estratégias para quando tudo voltar ao normal e o prejuízo não será grande.

Informe-se: Acompanhe tudo sobre o coronavírus 

Vários portais de notícias oficiais estão divulgando novas informações sobre casos no Brasil e declarações sobre a Organização Mundial da Saúde (OMS). Informe-se e previna-se para que possamos enfrentar essa crise juntos!

Conheça aqui as principais perguntas e respostas sobre o coronavírus. Para acompanhar notícias em tempo real, fique de olho no G1.

O Ministério da Saúde, para facilitar o acesso a informações, lançou um aplicativo gratuito, com dicas de prevenção e descrição dos sintomas, para uma triagem. Clique aqui para ter acesso ao App. 

Saúde em primeiro lugar!