Uma loja online ou e-commerce, pode ser uma maneira muito fácil para um Microempreendedor Individual (MEI) ganhar dinheiro. São várias as vantagens em ter esse tipo de negócio. Além do benefício de expandir suas vendas para o mundo virtual e oferecer seus produtos ou serviços pela internet, o empreendedor não necessariamente precisa de uma loja física.

Neste artigo explicamos outras vantagens e também mostramos opções para você que se interessar em montar um e-commerce para o seu negócio.

Vantagens do e-commerce para o MEI

A atividade de vender bens e serviços evoluiu com a tecnologia. Hoje, nem é mais preciso sair de casa para comprar, nem bater de porta em porta oferecendo produtos. O ramo do comércio ficou mais ágil e prático com a comercialização sendo feita pela internet.

Ao vender pela internet através de uma loja online própria ou de um e-commerce que já existe, o MEI adquire algumas vantagens como:

Baixo custo

Você só vai precisar dos produtos que quer vender e da estrutura da plataforma online que utilizar. A plataforma ideal deve agregar catálogo de produtos, automação para atendimento ao cliente e sistema para recebimento do dinheiro. Caso seu produto seja por demanda limitada, como artigos de artesanato por exemplo, você deve ficar atento para atualizar o status dos produtos na plataforma do e-commerce, anunciando as novidades e retirando os produtos que já foram vendidos.

Você não precisará alugar um ponto comercial por exemplo, ou investir em pintura e reforma, compra de prateleiras para exposição e etc.

Além disso o MEI precisará de, no máximo, um funcionário para te ajudar, e é possível pensar em parcerias de produção. Ou você pode trabalhar sozinha(o) e alternar os trabalhos com o sistema de automação do e-commerce.

Facilidade de atendimento e transações financeiras

Além de disponibilizar respostas para possíveis dúvidas frequentes, como recebimento do produto, prazos de entrega e tipo de materiais utilizados nos produtos, é possível programar respostas automáticas para agilizar o atendimento, tudo sem precisar encontrar o cliente na hora de fechar negócio. Assim, quando o serviço for prestado ou o produto for entregue, já estará tudo acertado!

Além disso, você pode escolher a melhor forma de receber o dinheiro, utilizando formas de pagamento online.

Horário de vendas flexível

Na internet, não existe horário para abrir e fechar o estabelecimento, e as compras podem ser feitas a qualquer hora. Assim, sua loja online estará aberta 24h por dia.

Estabeleça um horário diário para administrar suas vendas no e-commerce e não esqueça de divulgar sua loja online nas redes sociais! Dessa maneira, você escolhe o seu horário para trabalhar na loja virtual, assim como o cliente escolhe o próprio horário para comprar.

Cuidados em ter uma loja virtual

Claro que nem tudo é perfeito, mas, basta você ficar atento para não colocar seu empreendimento em risco.

Por exemplo, não é porque você não precisa de loja física que tudo ficará 100% mais barato ou a custo zero. Lembre-se de definir a localização do seu empreendimento. Se você está vendendo pela internet, deve contar com o cálculo do custo de frete e embalagens para qualquer parte do Brasil no caso da venda de produtos.

Se você for vender para clientes de outros estados, por exemplo, é sua obrigação garantir que o produto chegue até a pessoa que pagou por ele. Em alguns casos é possível repassar esse custo ao comprador no preço final, mas benefícios e promoções em lojas online como o frete grátis ajudam na hora das vendas.

Outra questão a se atentar é que, mesmo sendo uma loja virtual, o MEI pode precisar de um alvará de funcionamento, pois em alguns lugares é preciso ter o alvará para conseguir emitir nota fiscal. Por isso recomendamos que você procure a prefeitura de sua cidade ou município.

Plataformas para loja online

Um MEI pode utilizar, de forma simples, várias plataformas para montar a loja online. Existem duas opções de fácil manuseio, que são o WordPress e o Wix. Ideais para ajudar você que está planejando vender online.

Você pode criar o site personalizando com a cara da sua marca ou pagar alguém para fazer. O WordPress leva vantagem sobre o Wix por ser mais fácil de manusear. Porém, o Wix tem muito mais atributos próprios para e-commerce.

Após montar o template e expor seus produtos, formas de pagamento, informações sobre a loja, etc., é necessário comprar um plano de hospedagem e registrar um domínio para o endereço.

Por exemplo, o WordPress tem o hipotético seguinte domínio: www.meue-commerce.wordpress.com. Caso você registre um próprio, pode ter o seguinte domínio. www.meue-commerce.com.br.

Um domínio próprio facilita que seu negócio seja encontrado por mecanismos de busca. Além disso, impressiona pelo profissionalismo do empreendimento e cabe no seu bolso.

Após isso, basta montar um blog com conteúdo relevante, a fim de educar, entreter e informar seu público alvo. Assim, seu empreendimento MEI poderá atrair possíveis oportunidades de vendas 🙂

Se este artigo lhe foi útil, compartilhe. Se resta alguma dúvida, deixe nos comentários que a gente te responde!