Atualizado em 09 de setembro de 2021

MEI, o seu negócio está pronto para a Black Friday 2021? Essa data que abre as portas para as vendas de final de ano, um dos momentos mais esperado pelos vendedores.

Na Black Friday, durante 24 horas, são oferecidas promoções imperdíveis ao consumidor. Mesmo com foco nas vendas on-line, o evento costuma acontecer em lojas físicas também.

Black Friday 2020 foi um marco na história do e-commerce brasileiro, tornando-se a data com maior volume de vendas já registrado no país, segundo matéria. E as expectativas para 2021 são positivas!

Segundo estudo, 71% dos brasileiros pretendem fazer compras na Black Friday de 2021.

Quem tem um CNPJ MEI pode aproveitar o momento para impulsionar o negócio. Basta definir bem as estratégias para oferecer exatamente o que os clientes buscam.

Ao longo dessa leitura você vai ver:

O que é a Black Friday?

Traduzida para “sexta-feira negra”, é a uma data muito importante para o varejo. Ela acontece na última sexta-feira de novembro, e tem o objetivo de oferecer grandes descontos para os consumidores.

Ela surgiu nos Estados Unidos, onde ela acontece sempre após o feriado de Ação de Graças. Aqui no Brasil, ela chegou em 2010, e como já é da nossa cultura, gostamos de prolongar e vender com desconto o mês inteiro.

A Black Friday é uma grande oportunidade para os consumidores adiantarem os presentes de final de ano, e para os vendedores garantirem novas vendas, novos clientes e até se livrar daquele estoque. E muito mais!

E a Cyber Monday?

Você já ouvir falar da Cyber Monday? Ela pode ser traduzida para “segunda-feira cibernética”, e acontece na segunda-feira após a Black Friday.

No caso da Cyber Monday, os descontos são voltados para vendas online. Ela começou, também lá nos Estados Unidos, com o objetivo de oferecer descontos no segmento de eletrônicos, como smartphones. Porém, com o tempo, ela passou a atingir outros segmentos também.

Em 2021, a Cyber Monday será no dia 29 de novembro. Já anota na agenda para não esquecer 😉

Como foi a Black Friday de 2020 na pandemia?

Ano passado, a Black Friday superou R$ 4 bilhões em apenas dois dias de campanha, segundo o E-commerce Brasil. Com isso, a Black Friday 2020 teve uma alta de 25% em relação à anterior.

Apesar da pandemia, ano passado 76% dos brasileiros realizaram pelo menos uma pesquisa de produto/preço, e 51% fizeram pelo menos uma compra na Black Friday 2020, segundo matéria.

Já em relação aos setores, a matéria mostrou que 27% compraram roupas ou acessórios de moda, 18% compraram itens de beleza e/ou saúde, 17% itens de telefonia, 16% eletrodomésticos e 16% itens de informática.

O que esperar da Black Friday 2021?

A Black Friday 2021 acontecerá no dia 26 de novembro, e a dica é você começar a pensar o quanto antes nela.

O início da temporada de vendas de fim de ano será repleto de oportunidades.

Como comentamos no início deste conteúdo, 76% dos brasileiros pretendem fazer compras na Black Friday.

25% ainda não se decidiram se vão às compras, sendo que 56% das pessoas se mostraram indecisas por não terem certeza se as ofertas valeram a pena. Aquele famoso “Black Fraude” que nenhum cliente aguenta mais!

Mas, se você fizer descontos verdadeiros, as chances de vender são altas, afinal, segundo o estudo, apenas 2,9% das pessoas não pretendem comprar nada na Black Friday.

Vamos conhecer algumas estratégias para vender mais na Black Friday 2021?

11 estratégias para sua MEI vender mais na Black Friday 2021

Mais do que oferecer descontos e promoções vantajosas, na Black Friday 2021 será necessário encontrar maneiras de se destacar.

Pensar no que o consumidor está buscando auxilia no desenvolvimento de uma estratégia eficaz, mesmo em meio à crise.

Conte com algumas dicas para vender mais na Black Friday!

  • Vá além da última sexta-feira do mês
  • Conheça bem o seu cliente
  • Aproveite o ambiente virtual
  • Cupons com validade estendida
  • Prepare o seu estoque
  • Se prepare para o atendimento ao cliente
  • Capriche na divulgação das promoções
  • Use diferentes canais para divulgar seus descontos
  • Ofereça diferentes opções de pagamento
  • Faça parceria com outros pequenos empreendedores
  • Não esqueça do pós-venda

1.   Vá além da última sexta-feira do mês

No país, existe o hábito de estender as promoções ou lançar ofertas diversificadas ao longo do mês de novembro.

Você pode fazer o mesmo em seu negócio, para garantir maior volume de vendas o mês inteiro. Faça um “esquenta”, antecipe algumas promoções e faça divulgação de outras que estão por vir.

Além de preços competitivos, tenha em mente uma oferta ainda mais vantajosa para o dia oficial da Black Friday 2021.

2.   Conheça bem o seu cliente

Conhecer o seu público-alvo é importantíssimo para aumentar suas vendas em qualquer data do ano, especialmente na Black Friday. Entender as necessidades do seu cliente é o que traz novas ideias de negócio.

Em 2020, por exemplo, muitas pessoas seguiram com o isolamento social, trabalharam de casa e fizeram poucas coisas na rua. Esse ano, com a vacinação, a situação já está um pouco menos rigorosa.

Faça perguntas para si mesmo e se coloque no lugar do cliente, para entender o que ele busca em um momento como esse. O que ele compra? Como ele compra? Assim, você saberá como oferecer produtos e serviços de forma criativa ao consumidor.

3.   Aproveite o ambiente virtual

Quem vende on-line provavelmente já está se preparando para a Black Friday 2021.

Os pequenos negócios tiveram que se reinventar durante a pandemia, quando muitos deles migraram para o setor virtual.

O e-commerce teve recorde de crescimento de 40,7% das vendas na pandemia e soma mais de 1,3 milhão de lojas online, segundo pesquisa.

Além de alcançar mais clientes, vender on-line é uma solução prática para oferecer produtos e serviços com segurança.

Você pode apostar vendas por marketplace, por exemplo. Em 2019, eles representavam 35% do faturamento das vendas online. Em 2020, esse número subiu para 51%, segundo matéria.

Veja uma playlist da TV MEI Fácil com muitas dicas para vender on-line

4.   Cupons com validade estendida

Outra estratégia que ganhou força nos últimos meses foi a venda de vouchers, aqueles cupons que o cliente compra e pode usar quando achar mais conveniente.

Que tal usar a Black Friday 2021 para oferecer cupons com validade estendida ou descontos ainda maiores? Quer um exemplo?

Mesmo com a vacinação, muitas pessoas ainda não se sentem seguras para viajar este ano. Mas se elas puderem garantir um pacote turístico que pode ser utilizado até o fim do próximo ano, a chance de compra é maior!

5.   Prepare seu estoque

Dê uma atenção especial ao seu controle de estoque. Temos certeza de que você não gostaria de vender produtos sem tê-los no estoque, não é mesmo? Só se você trabalhar com dropshipping.

Tenha algumas perguntas em mente: Você tem produtos suficientes? Tem estoque a mais para satisfazer a maior demanda que pode surgir durante a Black Friday?

Ter estoque a mais para atender o maior volume de pedidos é importante. Se sobrar, aproveite esse mesmo estoque para as vendas de fim de ano!

Mas é importante ter equilíbrio! Resista a tentação de comprar um estoque exagerado. Os fornecedores querem vender bastante também, então tome cuidado para não se precipitar.

6.   Se prepare para o atendimento ao cliente

Além de preparar o seu estoque, sua MEI precisa garantir um bom atendimento ao cliente.

A alta demanda da Black Friday exige que o MEI fique atento a cada detalhe. Afinal, a reputação do negócio está em jogo.

Cuide do sistema de sua loja virtual e se certifique de que há alguém responsável para corrigir problemas que podem surgir.

Também fique de olho nas redes sociais, afinal muitas dúvidas e reclamações podem vir por lá. Aproveite e já leia o conteúdo “Como responder os clientes nas redes sociais sobre dúvidas e críticas

7.   Capriche na divulgação das suas promoções

Comece a caprichar nas divulgações nas redes sociais. Sabia que, segundo dados, 77% dos consumidores são influenciados pelas redes sociais?

Comece a divulgar que sua MEI participará da Black Friday com antecedência – 20 dias antes da data final é uma boa alternativa.

Aqui no Blog da MEI Fácil, você encontra diversas dicas de como bombar nas redes sociais.

Dicas de conteúdo para sua Black Friday 2021:

Veja como fazer publicidade nas redes sociais

8.   Use diferentes canais para divulgar seus descontos

Na Black Friday de 2020, 80% realizou compras através de novos canais de venda, como Whatsapp ou redes sociais de lojas, segundo conteúdo.

Além disso, 10% participou de live commerce, 53% dessas pessoas acabou comprando algum produto e 88% diz que pretende participar de lives no futuro.

Entre os fatores que mais despertam os interesses em lives estão 70% preço e condições de pagamento, 68% conhecer novos produtos e serviços e 58% entender produtos que não podem ser experimentados.

Ou seja, aposte em diferentes formas de divulgação. Você pode fazer em dias diferentes – para não concorrer com grandes e-commerces. Basta soltar a imaginação!

9.   Ofereça diferentes opções de pagamento

Em plena Black Friday 2021, quem vai perder cliente por causa dos meios de pagamentos? Aposto que você não!

Como comentamos no tópico acima, os consumidores estão interessados nas condições de pagamento dos produtos. Vale lembrar que ainda estamos enfrentando a pandemia, e as condições financeiras dos brasileiros não são as melhores.

Por isso, seja no ambiente online ou nas lojas físicas, é muito importante que você aceite diferentes formas de pagamento, como dinheiro, débito, crédito, pix e até vender parcelado no boleto.

Já conhece a maquininha da MEI Fácil?

10. Faça parcerias com outros pequenos empreendedores

Já pensou vender em parceria? Além de ser um ótimo período para comerciantes, a Black Friday oferece uma ótima oportunidade para fornecedores e prestadores de serviço fortalecerem parcerias

Há mais pessoas circulando nos comércios, aumento nos fluxos dos canais de atendimento e redes sociais e aumento das filas, por exemplo. Todos estão consumindo muito!

Fazer uma parceria com outros empreendedores permite que as duas (ou mais) empresas consigam vender mais, conquistem mais clientes, divulguem suas marcas e construam uma relação de longo prazo.

11. Não esqueça do pós-venda

Se você quiser garantir que os novos clientes voltem na próxima Black Friday (ou até mesmo antes), você não pode esquecer do pós-venda.

Um pós-venda eficiente é o segredo para fidelizar clientes e ver sua MEI crescer cada dia mais, mesmo depois da Black Friday.

Sabia que 71% dos brasileiros recomendam a marca para amigos e familiares quando ficam satisfeitos? Enquanto 41% fazem comentários negativos quando ficam insatisfeitos, segundo dados.

Cuidados que sua MEI precisa ter com a Black Friday

Separamos alguns pontos que são fundamentais para você que está planejando participar da Black Friday.

Seja honesto com seu cliente

Ainda é comum que lojistas coloquem preços abusivos pouco antes da Black Friday para parecer que estão aderindo às promoções. Evite!

Ano passado, o Reclame Aqui registrou mais de 9 mil reclamações, sendo 27% relacionadas a propaganda enganosa.

A famosa “metade do dobro” é uma prática que te afasta de alcançar um empreendimento de sucesso. Atualmente, já existem organizações para verificar se o desconto anunciado é verdadeiro ou não.

Faça uma análise do que irá vender

Pense em quais produtos o seu cliente costuma procurar quando o fim do ano está próximo.

A Black Friday nada mais é do que um termômetro de vendas. Ou seja, ela auxilia o comerciante a prever como serão as vendas de Natal, Ano Novo e férias, períodos que representam grande parte do lucro dos empreendimentos. Vale a pena investir!

Faça um balanço das suas vendas

Após a Black Friday, faça um balanceamento do que foi vendido. Descubra se faltaram ou sobraram produtos, se será preciso investir em mais estoque no ano seguinte ou em outro tipo de produto ou serviço.

 

Agora ficou mais fácil aumentar o volume de vendas e atrair novos clientes na Black Friday 2021! Conte com a parceira do MEI e aproveite todas as dicas para crescer seu negócio.

Se tiver qualquer dúvida, não deixe de participar do Grupo MEI Fácil no Facebook. Nós te ajudamos por lá!

Além disso, acompanhe também nossas redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.