Uma carreira bem-sucedida e segurança financeira são objetivos comuns na vida profissional. Para quem quer ter um negócio próprio ou sair do desemprego existem algumas opções. Confira aqui se vale a pena abrir MEI.

O Brasil ainda tem muito desemprego. Em janeiro de 2019, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que haviam 12,2 milhões de brasileiros sem emprego formal. Longe de ser um cenário ideal, a falta de oportunidades contribui para que muitas pessoas trabalhem por conta própria.

Então, você se encontra nessa situação, uma ótima opção é ter um empreendimento próprio e abrir MEI. São muitas as vantagens de ter uma empresa MEI.

Como abrir MEI?

Para abrir MEI, o profissional precisa ter mais de 18 anos, faturar no máximo R$ 81 mil por ano e não participar de outra empresa como titular ou sócio. São mais de 400 atividades, que podem ser consultadas aqui.

Desse modo, investir em um negócio próprio é uma excelente alternativa para sair do desemprego. Abrir CNPJ MEI é simples, fácil e grátis. O processo é todo feito online e o documento fica pronto na hora.

Quais as vantagens de ter uma MEI?

Já falamos aqui que existem muitos benefícios para quem quer investir em um negócio próprio. Para comprovar as vantagens de ser MEI fizemos uma lista que vai te convencer a investir numa carreira empreendedora.

Direito à Previdência Social

Se o seu objetivo é desfrutar de uma aposentadoria, você deve considerar abrir MEI, pois ela irá assegurar todos os benefícios previdenciários.

De auxílio-doença, salário maternidade e até os benefícios de pensão por morte e auxílio-reclusão.

Isenção de Impostos do MEI e Simplificação da escrituração contábil e fiscal

O microempreendedor individual não paga tributos federais. Já os impostos estaduais e municipais têm um baixo custo.Ou seja, não paga IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS ou INSS patronal.

O MEI só precisa pagar a contribuição mensal DAS/MEI (Documento de Arrecadação do Simples Nacional – Microempreendedor Individual).

Possibilidade de contratação de um funcionário

A lei permite a contratação de um funcionário para ajudar no negócio. Neste caso, é preciso pagar um salário-mínimo ou pelo menos o piso da categoria.

Além de tudo isso, tornar-se MEI pode ser uma grande oportunidade de voltar para o mercado de trabalho.

E então, você acha que vale a pena abrir MEI? Se a resposta é sim, não esqueça de acompanhar a MEI Fácil no Facebook e Instagram para ficar por dentro de todas as dicas e novidades para o MEI. E não se esqueça de fazer parte da nossa comunidade no Youtube 😉