Quando pensamos em transporte ou carona, o aplicativo UBER já surge em nossa mente. Com um serviço que se popularizou rápido, motoristas passaram a trabalhar para o aplicativo quando ele chegou no Brasil. É possível ser UBER MEI para fazer uma renda extra. Muitos motoristas fazem isso hoje em dia, porém, a maioria não se registra formalmente ou não faz ideia de como isso é possível.

Neste texto, vamos te explicar como começar a trabalhar como UBER. Saiba também qual a média de salário do motorista e como formalizar seus serviços com o CNPJ MEI.

UBER MEI: Como ser motorista de aplicativo?

Se você pretende começar a prestar serviços como motorista de UBER, o procedimento é muito simples. Basta baixar o App e realizar o cadastro como motorista. Leia as regras atentamente e envie seus documentos para validar o seu cadastro.

Os interessados devem ter no mínimo 21 anos de idade e possuir CNH com categoria B ou superior, com a observação EAR (Exerce atividade remunerada).

Além disso, o UBER pede um atestado de antecedentes criminais antes de você começar a trabalhar. Para trabalhar como UBER MEI, o motorista deve conter um dos carros específicos da lista disponibilizada pelo aplicativo.

Salário: Quanto ganha um UBER MEI?

O salário de um motorista UBER é baseado nas corridas que ele faz por dia. A média de ganho por 12 a 14 horas trabalhadas é de R$300. Mas isso depende da cidade onde o motorista irá atuar.

A média calculada do salário dos motoristas leva em conta também as avaliações feitas pelo usuário. Um UBER com boa avaliação, que trabalha por volta de 9 a 12 horas por dia, pode faturar entre R$3000 a R$4000 reais por mês.

UBER MEI: Como formalizar o meu serviço como motorista?

A UBER não exige que o motorista tenha um CNPJ e também não está no regime CLT. Ou seja, o serviço é completamente autônomo e não tem garantia de direitos trabalhistas. O CNPJ MEI é uma opção fácil para você poder formalizar seus serviços, ter um regime trabalhista e garantir seus direitos do INSS.

Abaixo, assista um vídeo com maiores explicações sobre a contribuição do INSS do UBER MEI:

Como MEI, você terá que pagar o imposto DAS mensalmente, com valor aproximado de R$50,00. Todo ano, deverá fazer a sua Declaração Anual, que é simplesmente a soma dos seus ganhos com o serviço prestado.

ATENÇÃO! A Declaração Anual (DASN) e o Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) são duas declarações diferentes, mesmo que ambas sejam declaradas anualmente.

Para abrir seu CNPJ MEI, basta baixar o App MEI Fácil na Play Store ou entrar no Portal do Empreendedor para realizar seu cadastro gratuitamente.

Já tenho CNPJ MEI: Posso ser motorista UBER?

Se você já possui um CNPJ MEI ativo, não precisa se preocupar em abrir outro. Cada CNPJ pode ter até 16 atividades diferentes registradas. Então, basta incluir a atividade de Transporte de Passageiros no seu CNPJ.

Para alterar os dados do seu cadastro MEI, entre no Portal do Empreendedor ou aproveite para dar uma olhada nos nossos serviços de contabilidade, onde fazemos as alterações no CNPJ MEI para você.

Obrigações do UBER MEI

Agora que você já sabe como formalizar os seus serviços, saiba que ser UBER MEI envolve algumas obrigações:

  • Pagar o DAS (boleto MEI) mensalmente, sem atrasos. O valor do DAS mantém seu CNPJ ativo e corresponde a sua contribuição do MEI para o INSS, junto com o valor do imposto sob a atividade exercida (ISS e/ou INSS). Conte com o App da MEI Fácil disponível na Play Store para realizar seus pagamentos sem atraso.
  • Fazer a Declaração Anual (DASN) para a Receita Federal, com a soma dos seus ganhos com o serviço prestado no ano anterior.

Em relação à aposentadoria, no regime de Microempreendedor, o tempo mínimo de contribuição é de 180 meses, com idade mínima de 60 anos para mulheres e 65 para homens. Entenda melhor clicando aqui.

Ficou alguma dúvida? Inscreva-se em nosso canal no Youtube para conhecer nosso conteúdo feito especialmente para o MEI. Acompanhe nossas dicas também no Instagram.