Quem poderia imaginar que ter um negócio próprio daria tanto trabalho? Planejamento, contas e pendências a cumprir são algumas das obrigações que parecem não ter fim. As alegrias e as tristezas são ainda mais reais, assim como os desafios. Saber como tirar proveito de cada momento e conhecer as melhores ferramentas para otimizar seus negócios é essencial, além de ser o melhor caminho para o sucesso. Hoje a MEI Fácil traz para o MEI algumas recomendações de apps e ferramentas que podem facilitar a vida do MEI ao administrar seu negócio.

A lista reúne ferramentas que ajudarão o microempreendedor, desde o planejamento até a organização das finanças. E o melhor de tudo: Todas elas têm uma versão gratuita. Entre as sugestões estão aplicativos de mensagens, cartões de visitas, rede de relacionamento, soluções para gestão de clientes e negócios, além de algumas opções de serviços.

1 – Whatsapp Business

Certamente você já conhece o Whatsapp, mas essa versão do aplicativo é exclusiva para pequenas e médias empresas. Criada com o objetivo de facilitar a sua comunicação com clientes, fornecedores e parceiros, o Whatsapp Bussiness é a ferramenta ideal para melhorar o seu relacionamento com cada um deles.

A aplicação de mensagens voltada para negócios tem um visual um pouco mais quadrado e tem funções como,  as etiquetas e a programação de mensagens automáticas. As etiquetas ajudam na classificação por prioridades e outras categorias que o MEI considerar de fácil identificação.  Já a opção de resposta automática pode ser uma forma atenciosa de atender rapidamente clientes e parceiros.

Outra vantagem da aplicação é que o perfil também serve como um cartão de visitas, por isso a equipe do aplicativo sugere que o preenchimento seja feito com bastante atenção. Dessa forma, quando for criar a sua conta, vale perder um tempinho a mais e ressaltar as informações dos serviços e produtos oferecidos.

2 –Loja Integrada

Se você tem um comércio e quer aumentar o faturamento, a Loja Integrada pode ser uma oportunidade. Divulgue os seus produtos nas redes sociais e faça as suas venda online. A aplicação tem uma versão gratuita, que possibilita ao microempreendedor o cadastro de até 50 produtos e ter até 5 mil visitas ao mês. Uma grande vantagem dessa solução é que a criação da loja virtual é bem simples e intuitiva, oferecendo ainda soluções seguras de pagamento para você e seu cliente.

O site oferece também pacotes de serviços com valores anuais. Caso o seu MEI tenha mais produtos, os pacotes de serviços têm valores bem acessíveis. A principal vantagem da assinatura é que eles oferecem suporte e outras ferramentas para você melhorar as suas vendas na internet.

Além da Loja Integrada, o MEI também pode divulgar os seus produtos em sites como o Mercado Livre e o Elo 7.

3 – Hi App

Precisa de numa solução prática para estabelecer e aumentar a sua rede de contatos para os negócios, de uma forma rápida e barata? O Hi App  pode ser uma boa opção para você. A aplicação é 100 % virtual e surge como uma alternativa ecológica e econômica para a criação de cartões de visita. O objetivo é que o usuário compartilhe os seus contatos profissionais e não tenha mais desculpas para criar um cartão de visitas e colocar em prática o famoso networking.

Nessa solução, portanto, as informações sobre a empresa podem ser atualizadas sempre que necessário. Dessa forma, o MEI pode distribuir o seu cartão de visita virtual, inclusive, com clientes que não estão na plataforma. Ele te ajuda também na organização dos cartões, pois possibilita a criação de pastas e categorias. Vale a pena dar uma olhada!

4 – Trello

Quer organizar as informações e agilizar o processo de trabalho? Se você também sente dificuldade em lidar com planilhas e relatórios, não se preocupe. O Trello será um importante aliado na execução do seu planejamento. Ele é bastante utilizado para gerenciamento de projetos, pois segue os mesmos moldes da metodologia ágil.

A utilização da ferramenta é mais fácil do que parece. O Trello conta com painéis que você pode nomear por categoria cada área do seu projeto, além da possibilidade de adicionar ‘cartões’ para cada atividade que você deve cumprir. Para o MEI que trabalha com serviços, por exemplo, a solução pode ajudar na visualização das tarefas diárias.

Os Boards ou Cartões são como bloco de notas que servirão para as anotações de cada etapa do projeto planejado. O usuário deverá organizar as suas listas de acordo com os seus objetivos. Se você trabalha com outros funcionários ou parceiros prestadores de serviço, essa é também uma ótima ferramenta para acompanhar o trabalho da equipe.

5– MEI Fácil

Precisa ter seu cartão CNPJ no bolso? Quer pagar o DAS sem sair de casa? O aplicativo MEI Fácil é perfeito pra você que é MEI. Afinal, ele reúne todas as obrigações do CNPJ MEI de maneira virtual. Com essa solução, além do usuário conseguir abrir MEI em 5 minutos de forma gratuita, o MEI paga o DAS, emite boleto de cobrança e cobra com maquininha, por exemplo.

A solução é gratuita e certamente descomplica a vida de quem tem um negócio próprio. Além disso, a empresa tem uma parceria com a SumUp, empresa líder em pagamentos móveis. Ao adquirir a maquininha, o MEI consegue acompanhar todas as vendas pela ferramenta.

6 – Aussi

Essa é uma rede de relacionamento voltada para pequenos e médios empreendedores. O Aussi, portanto, também favorece o famoso networking e é uma boa opção para o MEI que está iniciando no mundos dos negócios.  Gratuito, ele possibilita que os usuários esclareçam dúvidas e compartilhem experiências para ajudar outros pequenos empresários.

A solução tem também uma parte exclusiva de conteúdo. Histórias e cases mostram para o usuário como aumentar vendas, dicas de finanças, estratégias de marketing, e outras informações importantes para a sustentabilidade das empresas são algumas das matérias que aparecem por lá.

7 – Google Business ou Google Negócios

A presença na internet é fundamental para os negócios de uma empresa e o Google não nos deixa mentir. Por esse motivo, não custa lembrar sobre a importância de ter a sua MEI cadastrada no Google Meu Negócio.  Nessa página o empresário pode cadastrar o seu estabelecimento comercial ou escritório e ainda consegue criar um site com informações sobre os seus produtos e serviços.

Criada em 2014, a solução começou a ser utilizada pelos empreendedores brasileiros no final de 2017.  Vale lembrar aqui  sobre a importância de ter o cadastro do seu negócio no Google. Uma vez que, você publica as informações na internet, a sua marca tem uma melhor exposição em um dos principais serviços de busca do mundo.

8 – Evernote

Essa é outra ferramenta que te ajuda a gerenciar tudo, mas tudo mesmo.  O Evernote é  bem simples e te ajuda na organização das tarefas diárias.  De bloco de notas até o acompanhamento de projetos, o aplicativo possibilita que o executivo grave todas as suas ideias de maneira bem organizada.

Entre os principais diferenciais da ferramenta estão o armazenamento de áudio e fotos.  A solução também está disponível para smartphone. Assim, diante de todas essas facilidades, essa pode ser uma boa alternativa para o MEI eliminar a papelada desnecessária da mesa do escritório, não é mesmo?

9 – Agendor

Para o MEI que deseja organizar as finanças e informações de clientes, a Agendor é uma boa opção. A plataforma reúne ferramentas voltadas para o aprimoramento das vendas.  Além disso, a solução pode ser acessada pelo celular. Tenha portanto, acesso a informações como relatórios, cadastros e dados de clientes.  Mostre ao seu consumidor que você sabe tudo sobre ele e entregue qualidade junto com os seus produtos e serviços.

No plano gratuito o MEI pode criar até dois usuários e consegue também armazenar até 2 GB. Assim, você pode registrar as informações de pedidos e clientes em um único sistema.

10 – Vai Moto

Precisa de serviços de entrega? A Vai Moto tem uma solução que cabe no seu bolso. Elimine a burocracia das empresas de logística e conheça os serviços dessa plataforma. Com esse aplicativo, você encontrará motoboys de diversas regiões e o valor da corrida será calculado com base nos endereços de retirada e entrega.

A plataforma sugere que a contratação dos serviços seja feita em 3 passos. O primeiro é a definição dos endereços de retirada e entrega.  Nesse passo, quanto mais informação e detalhes melhor para quem vai realizar o serviço. No segundo passo estão as sugestões de motoboys que trabalham próximo ao endereço de retirada.  Por fim, na terceira etapa, o MEI  define o profissional e a forma de pagamento, por meio das avaliações existentes.

 

O que acharam dessas soluções? Tem alguma que você já utiliza ou quer fazer o teste? Deixe aqui nos comentários!

Lembrando que essas são apenas algumas opções. Siga a MEI Fácil nas redes sociais e fique por dentro das novidades que a MEI Fácil traz para o Microempreendedor Individual, no Facebook e Instagram.