Enquanto alguns enxergam o período de crise como uma fase ruim, outras pessoas vêem a oportunidade de finalmente tirar um plano do papel: empreender. E, nessa hora, começar seu negócio como MEI é uma ótima oportunidade de iniciar a trajetória de microempreendedor com o pé direito!

Muitos profissionais enxergam esse novo momento como uma chance de utilizar seus talentos e habilidade para trabalhar por conta própria e brilhar: confeiteiros, tradutores, jornalistas, vendedores e artesãos são apenas algumas das carreiras que viram vantagem em ter um CNPJ para poder atender mais clientes ou ter vantagens para seus negócios como descontos para compra de insumos, linhas de crédito nos bancos ou emissão de nota fiscal.

MEI é Uma tendência no Brasil

Desde 2012, o Brasil ganhou 1,109 milhão de trabalhadores por conta própria com registro, em um aumento de 39%. São empreendedores que encontraram no MEI uma oportunidade de ter seu CNPJ, trabalhar com sua empresa regularizada e ainda poder desfrutar dos benefícios do INSS. Uma matéria do Estado de S. Paulo mostra que essa tendência só cresce e que os especialistas apontam o MEI como a melhor forma de começar o negócio próprio de forma mais estruturada e fácil de gerenciar.

Segundo o Sebrae, 11,1 milhões de empresas foram criadas por necessidade nos últimos 3,5 anos no Brasil. Como já contamos por aqui, vale a pena ser microempreendedor individual quando se quer ter um negócio formalizado com as vantagens de ter CNPJ MEI, benefícios do INSS e todos os aspectos que uma empresa aberta proporcionam como descontos, produtos bancários, entre outros.

Há casos de profissionais que começam a empreender por necessidade ou por conta da demora em se recolocar no mercado. O sentimento de “perdi o emprego e o que faço agora” dá lugar à chance de fazer algo que gosta e ser bem remunerado. Há casos de pessoas que começam timidamente, e hoje ganham mais do que o que ganhavam no mercado. Agora estão formalizados como MEI e já sonhando com crescimento, como a história da bancária Karine que virou organizadora pessoal.

Raio X do MEI

Hoje a cada 10 empresas abertas no país, 8 são MEI. Segundo dados recentes do Serasa Experian, no primeiro semestre de 2017 tivemos um recorde de aberturas de negócios por microempreendedores individuais. Entre janeiro e junho, surgiram 902.290 novas empresas MEIs no país, uma alta 10,5% em relação ao mesmo período em 2016.

Segundo o Portal do empreendedor, hoje o perfil dos microempreendedores do país é dividido principalmente em dois grandes tipos de formato de trabalho: 48% possuem estabelecimento fixo e 24% trabalham com porta a porta, postos móveis ou como ambulantes.

Outra curiosidade é que há cidades do Brasil que tem perfil mais ou menos empreendedor, ou seja, mais empresas são abertas nesses locais. Hoje os principais locais com “mente empreendedora” e mais facilidades para começar negócios, segundo estudo da Endeavor são: são São Paulo, Florianópolis, Vitória, Curitiba, Joinville, Rio de Janeiro, Campinas, Maringá, Belo Horizonte e São Jose dos Campos.

O fato é que independente da cidade, cada vez mais pessoas acabam mudando seus hábitos de trabalho passando a ter olhos para oportunidades que, cada vez mais, apontam para negócio. Até o que surge como um empreendedorismo de necessidade passa, cada vez mais, a constituir uma opção profissional, estilo de vida ou forma de ganhar dinheiro de maneira regular e com os benefícios que o INSS e o mercado proporcionam para quem empreende.

Quero virar MEI, como faço?

O formato de microempreendedor individual (MEI) é hoje o tipo de empresa mais fácil que temos disponível para quem deseja empreender no Brasil. Esse tipo de empresa proporciona uma facilidade de atuar no mercado de maneira formal, legal e com tributação simples, isto é, com um aplicativo você consegue consultar seus impostos, atualizar e já pegar os documentos para pagar e garantir que tudo esteja em dia.

Dúvidas, sugestões ou comentários? Comente o texto que vamos responder! Confira também nossas redes sociais Facebook, Instagram e Youtube que todo dia postamos novidades. Ser MEI ficou fácil de verdade!