12 comidas para vender na festa junina e lucrar muito

4 minutos de leitura
Comidas de festa junina em barraquinha
Navegue pelo conteúdo

Você sabia que preparar comidas para vender na festa junina é uma ótima opção para garantir renda extra?

Bolo, pé de moleque, cocada, quentão… são diversas as possibilidades de receitas.

No entanto, para alcançar bons lucros, é preciso escolher adequadamente as melhores opções para vender.

Para ajudar você a alcançar bons lucros, listamos inúmeras dicas imperdíveis de comidas que mais vendem em uma festa junina.

E mais: explicamos como formalizar seu empreendimento como MEI!

Acompanhe!

12 comidas para vender na festa junina

Confira agora 12 sugestões de pratos que sempre fazem sucesso nas festas de São João.

1. Pamonha e curau

Não tem como começar a falar de festa junina sem mencionar a pamonha e o curau, não é mesmo?

Capriche principalmente na embalagem com palha, para conferir um aspecto mais artesanal aos seus produtos.

2. Bolo

Não poderia faltar na lista o tão amado bolo, em suas diversas variações!

Algumas das opções tradicionais são:

  • Fubá;
  • Fubá com queijo;
  • Aipim/macaxeira
  • Milho cremoso.

No entanto, não se esqueça das diversas receitas diferenciadas, como bolo de chocolate branco com abacaxi, que podem ampliar o alcance dos consumidores.

Além disso, produza também porções de bolo no pote, para quem prefere quantidades menores.

3. Amendoim achocolatado

Amendoim caramelizado com chocolate é uma opção que sempre faz sucesso.

Inclusive, esta é a época certa para utilizar amendoim em suas receitas: as festas de São João consomem boa parte das produções deste tipo de castanha.

4. Pé-de-moleque e pé-de moça

Ainda falando sobre o amendoim, não se esqueça do tão amado pé-de-moleque!

Existem também diversas outras variações que também são muito procuradas, como o doce pé-de-moça.

5. Doces de compota

Outros doces muito populares são os produzidos com abóbora, batata-doce e até de mamão.

Ao fabricá-los, não se esqueça de moldá-los em formatos de coração e estrela, tornando-os ainda mais característicos da época!

6. Pinhão

O pinhão é um dos alimentos mais associados às tradições de festa junina.

Muito consumido na sua forma cozida, ao natural ou com um pouco de sal, também pode ser utilizado em outras receitas, como bolos e doces.

7. Cocada

A cocada é extremamente versátil: existem diversos tipos de receitas.

Alguns exemplos de sabores são:

  • Cocada branca;
  • Cocada queimada;
  • Cocada cremosa;
  • Cocada com chocolate.

Além disso, não se esqueça da cocada quebra-queixo, muito popular em diversas regiões do país.

8. Arroz doce

Arroz doce também é uma opção muito apreciada, sendo também possível variar a receita tradicional.

Conforme as preferências locais, é possível comercializar este doce frio ou quente.

9. Doces fitness

Com as mudanças de hábitos alimentares da população, é extremamente válido estudar opções mais saudáveis, com reduzido teor de açúcar e gorduras.

Para alcançar um nicho de mercado muito engajado e em crescimento, você pode incluir no seu cardápio, por exemplo:

  • Beijinho de coco sem açúcar;
  • Mousse com chocolate 70% cacau
  • Bolo de maçã com canela diet.

10. Caldos

As festas juninas costumam ser marcadas pelas baixas temperaturas do meio do ano.

Essa é uma excelente oportunidade para vender comidas quentinhas e aconchegantes, como sopas e caldos.

As receitas são inúmeras, sendo que cada região do país traz suas preferências.

11. Pipoca

Seja pipoca salgada ou doce, essa é uma opção que sempre agrada, principalmente as crianças.

12. Bebidas típicas

Vinho quente, quentão, chocolate quente, choconhaque… Explore as diversas possibilidades que fazem sucesso na sua região! São muitas as comidas para vender na festa junina, não é mesmo?

Essa é uma época boa para faturar mesmo sem ter dons culinários, então não se preocupe se esse for o seu caso.

Vamos ver agora outras formas de gerar renda na época das festas juninas.

Leia também: Calendário promocional 2023: dicas para vender bem

Outros produtos que você pode vender na festa junina

As possibilidades comerciais na época de festa junina são imensas.

Veja agora algumas ideias de outros produtos para você vender e garantir sua renda extra, sem ser comida.

Artesanato

As festas de São João são uma ótima oportunidade para divulgar seu trabalho com produção de artesanato, principalmente se os seus produtos tiverem um apelo estético e temático característico desta festividade.

Kits de decoração típica

Muitas famílias se reúnem para promover seus próprios “arraiás”, gerando uma alta demanda por decorações temáticas. 

Assim, se você se interessa por este ramo de negócios, vale a pena vender kits com bandeirinhas e outros enfeites.

Roupas típicas

As apresentações escolares, arraiás e quermesses sempre promovem a famosa quadrilha.

Durante as comemorações, é grande a procura por vestimentas típicas.

Portanto, se você atua com confecção, vale a pena se preparar para esses eventos.

Aproveite e confira no vídeo abaixo dicas para vender mais nas festas juninas:

MEI pode vender comidas em festa junina?

Sim, é possível abrir um microempreendimento individual (MEI) para vender comida pronta.

Para isso, é preciso fazer a abertura da empresa com as atividades econômicas incluídas na lista de CNAEs autorizados para MEI.

Para quem pretende vender comida na festa junina, é possível utilizar o CNAE 5612-1/00 — Serviços ambulantes de alimentação, cuja utilização permite serviços de venda de comida em trailers, food trucks, barracas e até quiosque.

Veja 10 ideias de comidas para vender e empreender com alimentos.

Como abrir MEI para vender comida em festa junina?

Abrir MEI é fácil e muito rápido! Em primeiro lugar, é preciso que você crie sua conta na plataforma gov.br.

Desta forma, você irá garantir seu acesso aos serviços digitais disponibilizados pelo Governo Federal. 

Em seguida, para gerar o CNPJ, é possível acessar o Portal do Empreendedor ou o aplicativo MEI Fácil por Neon, duas opções gratuitas.

Com o app MEI Fácil por Neon, você garante mais agilidade no procedimento, com todas as etapas realizadas pelo celular.

Para usar o app, siga o passo a passo:

  • Faça o download do app;
  • Utilize sua conta gov.br para efetuar o acesso ao app;
  • Inclua algumas informações, como:
    • Dados pessoais: CPF, endereço, número do recibo das duas últimas declarações de IR — é possível usar o título de eleitor caso você nunca tenha preenchido a DIRPF;
    • Dados do seu microempreendimento, como nome fantasia e endereço comercial.
  • Como atividade principal, inclua o CNAE principal, podendo adicionar até outras 15 atividades secundárias;
  • Finalize o envio da solicitação.
Banner com CTA para abrir a conta MEI Fácil por Neon

Após a conclusão do cadastro, você automaticamente receberá seu Certificado de Condição de MEI (CCMEI), no qual irá constar seu número de CNPJ e outras informações importantes. 

Como MEI, saiba que você precisará cumprir algumas atividades indispensáveis para manter seu CNPJ regular. 

Para estar por dentro de todas as obrigações do MEI, não deixe de conferir os conteúdos do blog MEI Fácil por Neon!

Venha com a MEI Fácil por Neon e seja um microempreendedor de sucesso.

Inscreva-se também na TV MEI Fácil e siga as redes sociais para não perder nenhuma novidade: Instagram e Facebook.

O que você achou deste artigo?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 3

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Tags:
Vale a pena ler