O avanço do coronavírus no país fez com que medidas de isolamento fossem tomadas pelo Governo. Para diminuir o número de contágios, a maioria dos estados brasileiros está sob quarentena, prevista para terminar apenas no fim de Abril. A crise causada pela pandemia causa instabilidade financeira e prestadores de serviço MEI temem por sua renda. A seguir, saiba como amenizar os impactos da crise com dicas especiais sobre negócios online e prestação de serviços.

Negócios online: Dicas para prestador de serviço MEI na pandemia

Desde o início de Março, os crescentes casos de coronavírus deixam todos em alerta máximo. Após a quarentena ter sido decretada, muitos estabelecimentos foram fechados, restando apenas aqueles que vendem produtos ou prestam serviços essenciais. Em um momento de crise como esse, prestadores de serviço MEI sentem grandes impactos financeiros e temem pelo futuro de seus negócios.

Para entender melhor como funciona uma quarentena, com base nas medidas tomadas em São Paulo, basta clicar aqui. Fique atento aos decretos de sua cidade e estado para tomar as providências necessárias. 

Apesar da quarentena gerar um cenário instável para o trabalhador informal, é preciso respeitar o período de isolamento e colocar a sua saúde e a dos demais em primeiro lugar. 

Conheça agora dicas para prestadores de serviço MEI, que podem ser aplicadas durante a crise e garantem a continuidade do negócio após a quarentena.

Negócios online: Dicas para prestadores de serviço MEI 

Fotógrafos, cabeleireiros e outros profissionais da beleza, professores e os demais prestadores de serviço MEI podem encontrar maneiras de reinventar seu negócio. Mesmo em um período de crise, é possível driblar os desafios ao adotar novas estratégias.

Confira agora dicas para oferecer seus serviços durante a quarentena. Além de garantir sua renda, você também estará preparado para quando tudo voltar ao normal. Saiba mais: 

1) Aproxime sua relação com seus clientes

Encare a situação atual como uma oportunidade de se aproximar de seus clientes. Use as redes sociais para conhecê-los ainda mais, através de atendimento exclusivo ou ações e campanhas. Agora, se mostrar disponível é essencial. A partir disso, você poderá colocar em prática algumas estratégias online para manter seu negócio ativo, fidelizar e atrair novos clientes. Demonstre sua preocupação com o bem-estar coletivo e explore novas maneiras de apresentar seus serviços. 

Que tal aproveitar o tempo livre para fazer pesquisas de satisfação online com seu cliente? Veja o vídeo abaixo:

2) Ofereça vouchers dos seus serviços 

Uma maneira efetiva de começar a explorar o ramo dos negócios online é oferecer seus produtos de forma diferenciada. Durante a quarentena, muitos serviços são prejudicados. Ao respeitarem o isolamento social, clientes não podem mais contratar serviços em casa ou sair para aproveitá-los. Para oferecer suporte e garantir renda emergencial, a saída é vender vouchers com os seus serviços.

O que é um voucher? 

O voucher é um vale que assegura um crédito para futuras despesas com mercadorias ou serviços. Ou seja, o seu cliente paga o serviço oferecido agora, para resgatá-lo após a quarentena.

Você pode oferecer pacotes de serviços e acrescentar brindes. Dependendo da sua demanda, é possível até mesmo oferecer pequenos descontos. Lembre-se apenas que o desconto precisa ser compensado por serviços de maior valor. Assim, você não sai no prejuízo durante um momento de crise.

Baixe aqui um modelo de voucher MEI Fácil para enviar ao seu cliente

Pacotes com procedimentos estéticos, oferecidos por profissionais do ramo da beleza ou ensaios fotográficos diversos, para serem feitos após a quarentena, são alguns exemplos do que pode ser oferecido em um voucher. 

Adapte a ideia ao serviço oferecido e capriche na divulgação, através das redes sociais.

baixar app mei facil

3) O seu serviço pode ser feito online? 

Se a resposta for positiva, use das diversas ferramentas atuais para continuar trabalhando durante a pandemia. Essa dica vale principalmente para professores particulares, mas pode ser aproveitada por outros prestadores de serviço MEI. Confira o próximo passo para saber mais.

4) Ofereça consultorias e cursos online

Um exemplo da eficácia dos negócios online é a variedade de consultorias e cursos que podem ser feitos, sem ninguém precisar sair de casa. Muitos profissionais não podem prestar seus serviços integralmente pela internet. De qualquer forma, nesse setor, há muitas oportunidades de expansão.

O prestador de serviços pode oferecer consultorias e cursos online durante a quarentena. Com videochamadas ou vídeos gravados, além de prestar suporte ao cliente, nesse momento você poderá também descobrir grandes potenciais do seu negócio.

Abaixo, confira alguns exemplos de consultorias ou cursos que podem ser oferecidos:

  • Cursos de auto maquiagem, penteados, entre outros;;
  • Acompanhamento de exercícios físicos e treinos personalizados;
  • Cursos ou auxílio para reparos básicos em casa, jardinagem e muito mais!

Nesse momento, a criatividade abrirá muitas portas. Estude possibilidades e aproveite para colocar em prática algumas estratégias. Em breve, com o fim da quarentena, o ritmo voltará ao normal. Todas as estratégias serão úteis também para essa nova fase, após a pandemia.

5) Conheça as medidas tomadas pelo Governo para auxiliar o MEI

Apesar da instabilidade financeira e dos impactos causados pelo coronavírus, algumas medidas tomadas pelo Governo buscam auxiliar o MEI e outros trabalhadores informais.

Dessa forma, é possível se adaptar a essa situação sem grandes prejuízos.

Uma das principais medidas, estabelecidas pela Resolução 154 do CGSN, é o adiamento do pagamento do DAS dos próximos três meses: Abril, Maio e Junho. Outras medidas incluem o prazo prorrogado para entrega da Declaração Anual do MEI (DASN) e a aprovação do auxílio emergencial de R$600 para trabalhadores informais. 

Clique aqui para ler as notícias relacionadas ao MEI sobre o coronavírus, com atualizações constantes.

Nossa última recomendação é: Continue contando conosco! Agora, precisamos nos fortalecer enquanto comunidade empreendedora. Para superar desafios e se preparar para o que está por vir, se mantenha informado através das redes sociais: Instagram, Facebook e YouTube.